ANUNCIE SEU PRODUTO - e-mail net4eduardo@gmail.com - ANUNCIE SEU PRODUTO - email net4eduardo@gmail.com -

sábado, 17 de junho de 2017

Hyundai é a empresa do ano no Prêmio REI, conheça os premiados



Foram apontados na terça-feira, 13, os vencedores do Prêmio REI 2017, que reconhece os melhores profissionais e empreendimentos sob o ponto de vista da excelência e inovação no período entre 1º de fevereiro de 2016 e 1º de fevereiro de 2017, por meio da eleição dos leitores e participantes de eventos de Automotive Business. A Hyundai Motor Brasil foi escolhida a empresa do ano. A Continental foi eleita empresa de autopeças do ano. Steve St. Angelo, CEO da Toyota, é o profissional de montadora mais votado e Marcos Oliveira, presidente e CEO da Iochpe-Maxion, o profissional de autopeças.

Merece destaque o desempenho da Mercedes-Benz na eleição. A empresa foi vencedora nas categorias comercial leve (com o Sprinter), comercial pesado (Actros 2651) e inovação e tecnologia (segurança para ônibus). 

Prêmio REI – Reconhecimento à Excelência e Inovação tem 15 categorias e recebe a inscrição de cases que são submetidos a uma seleção prévia de um júri composto por 29 profissionais relacionados à indústria automobilística. O júri elege os quatro melhores cases em cada uma das 15 categorias, que em uma segunda etapa são submetidos ao voto dos leitores e participantes de eventos de Automotive Business para a eleição dos vencedores. 




A entrega dos troféus ocorreu na noite da terça-feira, 13, no bufê Dell’Orso, em Moema, São Paulo. Confira os finalistas e os eleitos na edição deste ano: 

MONTADORA

Hyundai Motor – Entre as Big 4
Em um ano desafiador, a Hyundai encerrou 2016 com o segundo veículo mais vendido do País (o HB20) e modificou, pela primeira vez em 40 anos, a composição das “Big 4”, grupo que reúne as quatro maiores montadoras do Brasil. No consolidado do ano, a Hyundai vendeu 197.579 automóveis e a família HB20 respondeu por 85% no volume de venda, desempenho 25% superior a 2015. A Hyundai se destacou no mercado baseada em cinco fatores estratégicos fundamentais: 1) a renovação da linha HB20, no fim de 2015, que encurtou o ciclo de vida habitual do mercado brasileiro e manteve o modelo altamente desejado; 2) Garantia de cinco anos que preserva o valor de revenda do HB20; 3) as ações e os investimentos aplicados nas concessionárias desde 2012, com foco na excelência do atendimento, posicionaram a Hyundai entre as marcas mais bem avaliadas em pós-venda e assistência técnica no Brasil em 2016; 4) a manutenção da operação da fábrica em Piracicaba em três turnos, sem paradas ou demissões, abasteceu o mercado com volume suficiente para responder à demanda; 5] aposta no mercado e no desejo do consumidor, com o lançamento durante o Salão Internacional de Automóvel de São Paulo de 2016, do SUV compacto Hyundai Creta, modelo global da marca agora produzido no Brasil com itens exclusivos para o consumidor local. 

FINALISTAS
FCA – Investimento no fortalecimento da indústria nacional
Hyundai Motor – Entre as Big 4
Nissan – O ano atrevido da marca no Brasil
Toyota – O melhor ano de vendas no País


EMPRESA DE AUTOPEÇAS

Continental – Prêmio Interação da Mercedes-Benz em inovação tecnológica
Em 2016 o Grupo Continental se destacou na 24ª edição do Prêmio Interação da Mercedes-Benz com projeto de painel de instrumentos com display de alta resolução para ônibus e caminhões. Esse projeto proporcionou à sistemista a primeira posição da categoria Inovação Tecnológica. O display TFT colorido foi introduzido nos painéis de instrumentos da Mercedes-Benz, com uma tecnologia de alta definição que valoriza a interface com o motorista, além de ser compatível com uma ampla gama de aplicações. A parceria tecnológica entre as duas grandes empresas do setor automobilístico se estende pelos continentes americano, asiático e europeu. O Grupo Continental também foi reconhecido pela General Motors com três prêmios Supplier Quality Award por sua performance de excelência em qualidade e teve destaque na premiação por ser reconhecido em três de suas divisões: Pneus, Chassis and Safety e Powertrain. 

FINALISTAS
Aethra – Investimento e inovação em meio à crise
Continental – Prêmio Interação da Mercedes-Benz em inovação tecnológica
Maxion Wheels – Expansão em rodas de alumínio 
ZF – Vanguarda tecnológica a serviço da mobilidade


PROFISSIONAL DE MONTADORA

Steve St. Angelo, CEO da Toyota para América Latina e Caribe
A indicação de Steve St. Angelo como CEO para América Latina e Caribe em 2012, sustentada pelo próprio presidente executivo da Toyota Motor Corporation, Akio Toyoda, possibilitou à região uma direção ainda mais focada na obtenção de um crescimento sustentável. Sob a liderança de St. Angelo, a Toyota atingiu um inédito patamar em vendas no mercado latino-americano ao conquistar 10% de market share. Direcionadas por meio de seu mapa estratégico, todas as áreas da empresa passaram a contar com uma direção comum, atuando com indicadores de performance e metas focados nos processos, comportamentos e na cultura de melhoria contínua, uma das fortalezas e marcas da Toyota no mundo e que a tornou uma das corporações líderes em satisfação dos clientes. St. Angelo foi o criador e incentivador da filosofia corporativa pautada no crescimento sustentável de uma árvore: as pessoas são simbolizadas pelas raízes – é necessário que sejam fortes e para isso é preciso tratar o solo, fertilizar, regar. No fim desse meticuloso processo, o tronco também será forte e nele se baseia o crescimento. Os frutos são resultados do cuidado e do tempo de preparo, baseado em investimentos que visem ao fortalecimento da operação em toda a região da América Latina. 

FINALISTAS
Steve St. Angelo – CEO da Toyota para América Latina e Caribe
Mauro Correia – Presidente da Caoa Montadora
Stefan Ketter – Presidente da FCA América Latina
William Lee – Presidente da Hyundai Motor Brasil


PROFISSIONAL DE AUTOPEÇAS

Marcos Oliveira, Presidente e CEO da Iochpe-Maxion
Presidente e CEO da Iochpe-Maxion desde 2014, Marcos Oliveira destacou-se em 2016 por liderar as operações das divisões Maxion Wheels, Maxion Structural Components e Amsted-Maxion no Brasil e no mundo focando em ações estratégicas que mitigassem os efeitos da crise. No Brasil, o executivo coordenou expressivas ações de redução de custos por meio da readequação de capacidade produtiva em rodas de aço enquanto liderava o crescimento dos negócios (produção e vendas) provenientes de suas plantas estrangeiras localizadas na América do Norte, Europa e Ásia que, juntas, representam hoje acima de 75% da receita global da Iochpe-Maxion. Marcos Oliveira e sua equipe de executivos concluíram também em 2016 um expressivo plano de investimentos em capacidade produtiva no Brasil e inauguraram uma fábrica de rodas de alumínio em Limeira, interior de São Paulo. 

FINALISTAS
Pietro Sportelli – Presidente da Aethra Sistemas Automotivos
Daniel Randon – Presidente da Fras-le e vice-presidente da Randon S.A. 
Wilson Bricio – Presidente da ZF América do Sul
Marcos Oliveira – Presidente e CEO da Iochpe-Maxion


VEÍCULO DE PASSAGEIROS

Jeep Compass
A nova geração deste SUV médio passou ser fabricada no Brasil, único país a lançá-lo comercialmente em 2016. O Compass tem uma ampla opção de versões, com motor 2.0 flex de 159/166 cv (gasolina/etanol) e 2.0 a diesel de 170 cv. O câmbio pode ser manual ou automático e a tração é 4x2 ou 4x4, com seletor de terreno. O porta-malas tem 388 litros na versão Trailhawk e 410 litros nas demais. 

FINALISTAS
Hyundai Creta
Jeep Compass
Nissan Kicks
Porsche 911


COMERCIAL LEVE

Mercedes-Benz Sprinter
A nova geração do Sprinter, fabricada na Argentina, estreou nas versões van de passageiros, furgão e chassi-cabine. Com novo design e mais itens de conforto e segurança, a linha 2017 equipara o modelo ao veículo que é vendido na Europa e nos EUA. As principais novidades são assistente de vento lateral, luzes de circulação diurna, faróis de neblina e bancos maiores. 

FINALISTAS
Chevrolet S10
Fiat Toro
Ford Ranger 
Mercedes-Benz Sprinter


COMERCIAL PESADO

Mercedes-Benz Actros 2651 6x4
O caminhão Actros é o resultado concreto do slogan utilizado pela Mercedes-Benz, “As Estradas falam. A Mercedes-Benz ouve”. Esse produto, nascido no Centro de Desenvolvimento Tecnológico de São Bernardo do Campo (SP), reúne componentes e equipamentos que foram demandados pelos clientes da marca nos últimos anos. O Actros “mix-road” é reconhecido pelos clientes por conta de seu desempenho tanto nas estradas de terra quanto em asfalto, operando com a mesma eficiência em condições diferentes de uso. O veículo tem expandido sua presença em aplicações rodoviárias, como o transporte de cargas frigorificadas, tanques de combustíveis e produtos químicos, transporte de grãos, cegonheiro e porta-contêiner. Com apenas um ano de seu lançamento, o Actros já obteve um aumento de 145% nas vendas no mercado brasileiro. Foram mais de 700 unidades emplacadas, sendo 260 do Actros 2651 – considerado o caminhão mais potente produzido pela Mercedes-Benz no Brasil. Com o motor de 13 litros com 510 cv e maior tanque de combustível do segmento 6x4, com 1.080 litros, o Actros 2651 oferece ao cliente uma economia de até 5% no custo operacional, o que superou suas expectativas. Todo esse sucesso é resultado do compromisso da empresa em ouvir as estradas e transformar as necessidades dos clientes em soluções rentáveis de transporte. 

FINALISTAS
Ford Cargo 2429
Mercedes-Benz Actros 2651 6x4
MAN Constellation 19.360 e 25.360
Scania – Primeiro ônibus nacional a biometano/GNV


MARKETING E PROPAGANDA

Nissan – Patrocínio dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos
2016 foi intenso para a Nissan. A empresa renovou produtos e patrocinou pela primeira vez em sua história de mais de 80 anos uma edição dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, no Rio, incluindo os revezamentos das tochas. A empresa patrocinou um time de atletas e forneceu 4.200 veículos para o evento. Os objetivos eram tornar a marca mais conhecida, aumentar as vendas e lançar mundialmente o crossover compacto Nissan Kicks. As metas foram superadas. As estratégias contribuíram para que a participação de mercado aumentasse 1 ponto porcentual, indo da média de 2,5% para 3,5%, com pico de 4,1% em setembro. O Kicks já é um dos SUVs compactos mais vendidos do mercado. A Nissan ainda ocupou o primeiro lugar mundial entre todas as plataformas sociais da categoria automotiva (Fonte: Origami Logic). E a hashtag #QuemSeAtreve, usada para marcar as ações nos Jogos, foi a terceira mais usada no mundo entre todas as empresas, só ficando atrás de hashtags da Coca-Cola. As postagens nas redes sociais da Nissan alcançaram 26 milhões de pessoas. A Nissan também foi a patrocinadora mais divulgada em matérias citando os jogos na imprensa no Brasil, com mais de 4 mil reportagens. O filme Perseguição, com atletas do Time Nissan interagindo com os carros, foi a propaganda automotiva mais vista no Youtube no Brasil, acumulando mais de 15 milhões de visualizações. 

FINALISTAS
Audi – Ação inovadora foca plataforma de geração de conteúdo
FCA – Fiat lança Mobi com campanha integrada
Nissan – Patrocínio dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos
Volkswagen – Virtual Experience: a sensação de estar dentro de um carro sem sair de casa


MANUFATURA

Bosch – Programa de desenvolvimento de fornecedores
A busca pela competitividade e desenvolvimento sustentável de fornecedores impulsionou a Bosch a desenvolver em conjunto com CNI-IEL um programa de fornecedores mais amplo e que trata de pilares essenciais para a competitividade da indústria nacional. A Bosch contou com a parceria do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e da Confederação Nacional da Indústria (CNI) para o Programa de Desenvolvimento de Fornecedores. Esse suporte veio complementar o modelo tradicional de desenvolvimento de fornecedores da Bosch, realizado desde 2002, atuando na melhoria de produtividade e suporte à qualidade em fornecedores estratégicos pelo desenvolvimento da manufatura enxuta (lean manufacturing). Grande parte dos esforços introduzidos não era sustentável muitas vezes por deficiências em fatores ligados a liderança, gestão das mudanças e problemas financeiros. O atual programa de desenvolvimento leva a 20 fornecedores estratégicos da Bosch o desenvolvimento da manufatura enxuta, desenvolvimento de todos os níveis de liderança, do CEO a líderes de time, pela consultoria especializada em desenvolvimento de pessoas, da gestão de custos e finanças. Os fornecedores participarão de rodada de negócios com o objetivo de alavancar novas transações. Os resultados obtidos até o momento apresentam ganhos médios de 63% de produtividade, de 20% na eficiência dos equipamentos (OEE), safe launches, além de um índice de 95% de sustentabilidade dos resultados durante um ano. 

FINALISTAS
Bosch – Programa de desenvolvimento de fornecedores
FCA – Nova fábrica de motores
Ford – Projeto fusão
Nissan – Pintura na fábrica de Resende, RJ, para o Kicks em dois tons


LOGÍSTICA

Tegma – Roteirizador de cargas para carretas-cegonha
Objetivo: programar, de forma sistêmica, cargas fracionadas para o transporte de veículos zero-quilômetro. Buscando inteligência, agilidade e melhoria de processos, o projeto foi desenvolvido para atender a todos os clientes da indústria automobilística. Modelo antigo: o programador realiza manualmente a montagem das cargas manuseando Danfes, e em seguida, também de forma manual, acrescenta o CT-e e o MDF-e ao processo documental para realização do transporte (nível Brasil). Modelo atual: por meio de um software, o programador com alguns cliques e em minutos obtém a melhor montagem possível das cargas para os veículos em estoque naquele momento e a impressão sequencial dos documentos. Benefícios: – eliminação do manuseio de Danfes na montagem de cargas; – padronização das regras de montagem de carga (roteirização e tamanho dos diversos modelos de veículos); – priorização automática de veículos seguindo o Fifo ou prioridade dos clientes; – redução do tempo do veículo no pátio, com possiblidades, por exemplo, de inclusão de veículos que cheguem à filial até 20 minutos antes do início da montagem das cargas; – impressão simultânea da NF-e, CT-e e do MDF-e (parte documental da carga); – centralização da gestão da montagem de cargas visando à redução de custos e ganhos qualitativos; – “transportar” todas as etapas/processos da atividade de montagem de cargas, que eram realizadas manualmente e que consequentemente estavam sob o domínio e conhecimento do programador, para o domínio da Tegma de uma forma inteligente e estruturada. 

FINALISTAS
Delphi – Revolução logística e conquista de novos mercados
Ford – Centro de exportação Ford Bahia
Scania – Serviços conectados
Tegma – Roteirizador de cargas para carretas-cegonha


INOVAÇÃO E TECNOLOGIA

Mercedes-Benz – Tecnologia de segurança para ônibus brasileiros
Durante seus 60 anos, a Mercedes-Benz sempre trouxe inovações em seus produtos para o mercado brasileiro. Em 2016 não foi diferente. A marca entregou mais qualidade, segurança e conforto para os milhões de usuários que utilizam o transporte rodoviário. As tecnologias inéditas, apresentadas a seguir, estão à disposição do mercado. 1] AEBS – Advanced Emergency Braking System (Sistema de Frenagem de Emergência): detecta situações de risco e diminui os impactos de uma eventual colisão ativando a frenagem sem a intervenção do motorista (https://youtu.be/TzMkOvtgGvI). 2] LDWS – Lane Departure Warning System (Sistema de Aviso de Faixa): emite um alerta sonoro e visual quando há mudança de faixa involuntária do veículo (https://youtu.be/oCSEZSPgOKI). 3] TPMS – Tyre Pressure Monitoring System (Sistema de Monitoramento da Pressão e Temperatura dos Pneus): aviso no painel quando o pneu estiver com a pressão inadequada e com alta temperatura (https://youtu.be/2uvOBsbWQqA). A Mercedes-Benz é referência no desenvolvimento de ônibus, destacando-se em pioneirismo e inovação tecnológica ao antecipar soluções no transporte de passageiros.

FINALISTAS
Bosch – Side View Assist para motocicletas
Ford – Motor Ecoboost 1.0
Marcopolo – Poltrona antissono para veículos comerciais
Mercedes-Benz – Tecnologia de segurança para ônibus brasileiros


SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

Toyota – Projeto APA Costa dos Corais
A luta pela preservação da Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais, que contempla 413 mil hectares entre três municípios de Pernambuco e dez de Alagoas, tomou força por meio do projeto Toyota APA Costa dos Corais. Trata-se de uma parceria entre a Fundação Toyota do Brasil, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Fundação SOS Mata Atlântica. Há seis anos a ação conserva recifes de corais, protege áreas de manguezais, preserva o habitat do peixe-boi-marinho, um dos mamíferos aquáticos mais ameaçados de extinção, e promove a formação consciente de cidadãos e a capacitação de profissionais. Entre os resultados obtidos estão: a recuperação de espécies da Zona de Preservação da Vida Marinha (ZPVM), onde são permitidas apenas pesquisas científicas, de Tamandaré (PE), o fechamento de mais duas ZPVMs em Japaratinga e Maragogi (AL) para recuperação da vida marinha e a reintrodução de diversos peixes-bois à natureza. A ação contribuiu para que a espécie deixasse de constar na categoria “Criticamente em Perigo”, da Lista de Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção em 2014. Atualmente, especialistas contabilizam até 1.000 peixes-bois entre Alagoas e o Amapá. Antes eram estimados apenas 500. Além da preservação ambiental, o projeto Toyota APA Costa dos Corais contribui com a formação dos cidadãos, geração de renda e turismo sustentável. É o exemplo da Associação Peixe-boi, que realiza o turismo de base comunitária na cidade, capacitando moradores e ex-pescadores para trabalhar no projeto. Cerca de 70 famílias vivem em razão da espécie. Em 2016, a Fundação Toyota expande suas parcerias na região, agora com o Instituto Biota, que promove a conservação de mamíferos aquáticos e tartarugas marinhas na porção sul da APA. 

FINALISTAS
FCA – Biodiversidade no Polo Automotive Jeep
Ford – Programa de educação prepara jovens para o primeiro emprego
Nissan – Projeto Caju: legado muito além dos jogos Rio 2016
Toyota – Projeto APA Costa dos Corais


AUTOPEÇAS E SISTEMAS

Bosch – Advance PFI melhora performance e reduz consumo
O Advanced PFI é um sistema de injeção que combina quatro recursos com foco na melhoria do desempenho do motor e na redução do consumo de combustível em até 12%. 1) Dois injetores de combustível por cilindro: posicionados de forma otimizada para que o combustível injetado proporcione a melhor mistura ar/combustível. 2) Controle da vazão e pressão de trabalho da bomba de combustível: na partida a frio do motor, a pressão do combustível é aumentada, proporcionando melhor vaporização e mistura, aumentando o desempenho do motor e reduzindo o combustível depositado nas paredes do coletor, além de minimizar a quantidade de combustível no cárter do motor. O Advanced PFI da Bosch diminui as emissões de hidrocarbonetos em cerca de 20%. 3) Injeção de combustível com válvula de admissão aberta: o combustível é injetado durante o ciclo de admissão do motor. Como resultado, o combustível é vaporizado na câmara de combustão, reduzindo a temperatura, o que gera um aumento na taxa de compressão e redução do consumo em até 2%. 4) Scavenging (lavagem do cilindro) – pelo controle das válvulas de admissão e escape é possível fazer a troca completa dos gases na câmara de combustão, aumentando a velocidade do gás de escape. O processo melhora o tempo de resposta do turbocompressor (reduz o “turbo lag”). A combinação de motor downsizing com turbocompressor e scavenging pode economizar em torno de 10% do combustível. Além de melhorar o rendimento do motor e diminuir o consumo de combustível, a tecnologia representa um avanço do sistema PFI – que está presente em cerca de 60% dos novos veículos fabricados. 

FINALISTAS
Aethra – Tanque híbrido: inovação diante das novas tendências
Bosch – Advance PFI melhora performance e reduz consumo
Delphi – Próximo passo em tecnologia de injetor aquecido e redução dos gases
Sabó – Tecnologia revolucionária para retentores e sistemas de vedação


MOTORES E TRANSMISSÕES

Nissan – Democratizando o câmbio CVT
Durante muito tempo existiu – e ainda acontece na indústria – um distanciamento entre o que há de melhor em desenvolvimento de produtos e o segmento de entrada. Não para a Nissan. A empresa mostrou que mobilidade inteligente também é levar tecnologia de ponta a todos. Assim, democratizou o acesso ao câmbio continuamente variável, introduzindo o sistema no segmento dos compactos, nos modelos March e Versa, com o câmbio XTronic CVT, reconhecido mundialmente e difundido em carros da marca de segmentos superiores, como Altima e Murano. Essa transmissão da Nissan tem construção avançada, com duas polias de diâmetro variável, ligadas por uma correia metálica. Elas se afastam ou se aproximam, de forma inteligente, diminuindo ou aumentando a largura do canal por onde passa a correia. Assim, elevam ou reduzem a velocidade de acordo com a “ordem” enviada pelo pé do motorista. A caixa, feita pela Nissan especificamente para os compactos, é avançada e foi retrabalhada pelos engenheiros do Brasil, com base nas necessidades dos clientes – conforto, desempenho e economia – e levando em conta as condições de rodagem do dia a dia. O resultado é um conjunto forte, com entrega de torque precisa e linear, menor consumo de combustível (os dois carros são nota A em eficiência energética) e impressionante custo-benefício, já que o valor das revisões é o mesmo das versões com câmbio manual. 

FINALISTAS
FCA – Família Firefly
MAN – Motor MAN E08 100% GNV
Nissan – Democratizando o câmbio CVT
Volkswagen – Revolução no mercado com Golf Confortline e motor TSI Total Flex


INSUMOS

CBA – Alumínio de alta resistência em sistema de absorção de impacto
A CBA, localizada em Alumínio (SP), antecipando a nova onda de aluminização em veículos de passeio (em sistemas de crash management como lâminas de para-choque, crash-box, barras laterais e transversais), após substituição de outros metais por alumínio em sistemas HVAC, rodas e mais recentemente em powertrain no Brasil, desenvolveu soluções estruturais e de segurança automotiva com ligas de alta resistência. Após intenso trabalho de P&D local e investimentos em tecnologias de simulações estruturais estáticas e dinâmicas, a CBA ampliou o portfólio com ligas da série 7xxx, originalmente utilizadas na indústria aeronáutica e até então somente disponíveis em outras regiões do mundo, com soluções de codesign e coengenharia em sistemas de crash management para a cadeia. Em razão da maior flexibilidade geométrica obtida no processo de extrusão, o alumínio demanda menor complexidade e custo industrial na transformação de itens estruturais de crash management em relação ao aço, por não exigir processos de hot ou roll forming. Sem contar que sua maior capacidade de absorção de energia e menor densidade contribuem não só para mais segurança como também para o atendimento da crescente demanda por redução de emissões. 

FINALISTAS
ArcelorMittal – Aços de alta resistência para redução de peso em painéis expostos
Borealis – Soluções inovadoras em compostos de polipropileno de alto desempenho
CBA – Alumínio de alta resistência em sistema de absorção de impacto
Usiminas – Desenvolvimento do aço Dual Phase 1200


fonte: Automotive Bussines

youtube

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com a presença de Neto, Chapecoense apresenta elenco para 2017

Seguidores

COMPARTILHAR POSTAGENS