ANUNCIE SEU PRODUTO - e-mail net4eduardo@gmail.com - Apoio crescente ao general Mourão aumenta tensão nos quartéis - ANUNCIE SEU PRODUTO - email net4eduardo@gmail.com - Após zerar testes de colisão, Onix terá reforços estruturais - Minístro da Fazenda Henrique Meirelles é hostilizado em Nova York, assista

domingo, 2 de julho de 2017

Estrela de Carille brilha, Corinthians vence e abre sete pontos na ponta

O Corinthians esbarrou na retranca do Botafogo na tarde desse domingo. Encontrou dificuldades, terminou o primeiro tempo sem acertar o gol, mas contou com a estrela de seu técnico para vencer o Botafogo diante de 40.658 pessoas em Itaquera e abrir sete pontos de vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro depois de 11 rodadas disputadas. Jô, que perdera um pênalti no início da segunda etapa, mais uma vez foi o autor do gol salvador, mas as entradas de Marquinhos Gabriel e, principalmente, de Pedrinho, apostas de Carille, foram cruciais para que o Timão alcançasse o 25º jogo invicto no ano um novo 1 a 0.
Apesar do início promissor do Corinthians, com Clayson já atormentando a defesa botafoguense com menos de um minuto de jogo, aos poucos o time carioca foi minando a empolgação dos mandantes com seu sistema defensivo muito bem montado com todos os homens atrás da própria intermediária.
Apesar de contar com a paciência da Fiel, o excesso de erros de passes fez com que os comandados de Carille não conseguissem ficar em condições de finalizar as jogadas. O Botafogo chegou a dar pelo menos três presentes ao Timão com saídas mal feitas. Nenhuma , porém, acabou bem aproveitada pelo Corinthians.
Na única vez que os visitantes conseguiram encaixar um contra-ataque, João Paulo assustou Cássio, mas concluiu direto pela linha de fundo, de dentro da área do arqueiro corintiano.
E se o termómetro marcava 15ºC, dentro de campo o clima também não era quente. O apito do fim do primeiro tempo veio antes da primeira finalização certeira tanto de Corinthians quanto de Botafogo.
Carille, então, resolveu ousar. Sacou Gabriel e mandou Marquinhos Gabriel para o jogo. Por outro lado, apesar das mesmas peças, o Botafogo se encolheu ainda mais. Em cinco minutos, o Timão fez mais do que havia feito em toda a primeira etapa. Foram cinco finalizações, com destaque para Rodriguinho, que exigiu uma espetacular defesa de Gatito.
A melhor chance, no entanto, veio em seguida. Arana tabelou com Clayson e sofreu falta fora da área. O árbitro, confuso durante todo o tempo, assinalou pênalti. Jô pediu a bola, Jadson autorizou, mas o camisa 7 parou nas mãos de Gatito, que ainda defendeu o rebote da penalidade.
Apesar da frustração, o panorama do jogo não mudou. Carille conseguiu o que queria com dois pontas abertos. A marcação alta matou qualquer chance do Botafogo de contra-atacar. Mesmo assim, sem a bola na rede, com o passar do tempo, o técnico do Corinthians resolveu agir de novo. Mandou Pedrinho a campo.
E a estrela de Carille brilhou de novo. O jovem revelado no “terrão”, logo em sua primeira jogada, foi para dentro da marcação, abusou da habilidade e cruzou para Jô, que teve a primeira chance de estufar as redes, mas parou em Gatito. A queima roupa o goleiro botafoguense ainda defendeu a sobra de Rodriguinho. Tudo quase dentro da pequena área. Mas, na sequência do lance, Gatito nada pôde fazer. Jô dessa vez não perdoou e o grito entalado de mais de 40 mil torcedores saiu da garganta.
Com vantagem e a sensação de alívio, Carille percebeu o momento de reposicionar seu time e sacou Rodriguinho para colocar Camacho. O Corinthians sobrou no fim e, mesmo sem apertar, não sofreu riscos e apenas administrou mais um 1 a 0 que lhe garantiu o 25º jogo de invencibilidade e a liderança folgada no Campeonato Brasileiro.
Na próxima rodada, o Corinthians reedita a decisão do Paulistão contra a Ponte Preta, de novo em Itaquera, sábado, às 19h. O Botafogo entra em campo no domingo, às 16 horas, para buscar a reabilitação frente ao Atlético-MG no estádio Nilton Santos.
FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 0 BOTAFOGO
Local: estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 2 de julho de 2017, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR)
Assistentes: Bruno Boschilia e Victor Hugo dos Santos (ambos do PR)
Cartões amarelos: CORINTHIANS: Fagner, Jô, Jadson. BOTAFOGO: Arnaldo, Victor Luis
Público: 40.658 total
Renda: R$ 2.235.726,90
GOLS:
CORINTHIANS: 
Jô, aos 34 minutos do 2T
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel (Marquinhos Gabriel), Maycon, Jadson, Rodriguinho (Camacho) e Clayson (Pedrinho); Jô
Técnico: Fábio Carille
BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Marcelo, Igor Rabello e Victor Luís; Dudu Cearense, Bruno Silva, João Paulo, Camilo (Marcos Vinicius) e Gilson; Guilherme (Pimpão)
Técnico: Jair Ventura
fonte: Gazeta Esportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com a presença de Neto, Chapecoense apresenta elenco para 2017

AS MAIS VISTAS

Seguidores

COMPARTILHAR POSTAGENS