ANUNCIE SEU PRODUTO - e-mail net4eduardo@gmail.com - Apoio crescente ao general Mourão aumenta tensão nos quartéis - ANUNCIE SEU PRODUTO - email net4eduardo@gmail.com - Após zerar testes de colisão, Onix terá reforços estruturais - Minístro da Fazenda Henrique Meirelles é hostilizado em Nova York, assista

terça-feira, 4 de julho de 2017

Homem oferece R$ 50 mil pelo short da lutadora que defecou em combate do UFC

Justine Kish tentou se livrar de Felice Herrig no UFC e defecou no chão do octógono

"Eu fiquei pensando que aquilo era nojento. Existem pessoas realmente nojentas por aí", comentou Justine Kish

Justine Kish tentou se livrar de Felice Herrig no UFC e defecou no chão do octógono

A lutadora russa  Justine Kish vem ganhando as páginas do noticiário do UFC por conta da situação constrangedora que viveu há alguns dias: no combate diante de Felice Herrig, em Oklahoma, ela se esforçou demais ao tentar se livrar de um golpe e acabou defecandi ali mesmo, no octógono, com a luta em andamento.

E a lutadora do UFC revelou em entrevista ao programa "Submission Radio" que recebeu a proposta inusitada de um homem, que ofereceu a quantia de 15 mil dólares (cerca de R$ 50 mil) pelos shorts usado na ocasião. 
"A oferta mais lucrativa que eu tive foi alguém que me mandou uma mensagem e disse: 'eu gostaria de comprar seu short independente de qualquer coisa e tudo mais para a minha coleção'. Eu fiquei pensando que aquilo era nojento. Existem pessoas realmente nojentas por aí. Então ele me oferceu 15 mil dólares pelo meu short", revelou Justine.

Grana do UFC


Em uma outra entrevista, dessa vez concedida ao programa de TV "The Domenick Nati Show", a russa relevou também que Dana White , presidente do UFC, entrou em contato no dia seguinte ao incidente para manifestar apoio.

"Ele me ligou no dia seguinte ao da luta. Ele quis checar comigo e ter certeza de que eu estava bem. Ele percebeu que teve um pouco de humilhação por trás do que aconteceu. Ele me encorajou e disse: 'Você lutou como guerreira lá. Amei o jeito como você lidou'", disse.

Ainda de acordo com Justine Kish, o apoio de Dana não ficou apenas nas palavras, já que o dirigente também ofereceu uma compensação financeira como forma de agradecimento pelo desempenho no octógono.  "Outra coisa que é legal é que o Dana sugeriu que eu tenha um pequeno bônus, um presente, pela minha performance. O UFC é muito bom em dar pequenos bônus secretos. Eu não pedi e não sei quanto será, então vamos ver. Descobrirei em algumas semanas", comentou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com a presença de Neto, Chapecoense apresenta elenco para 2017

POSTAGEM EM DESTAQUE

Brasil: impunidade favorece violência no trânsito

AS MAIS VISTAS

Seguidores

COMPARTILHAR POSTAGENS