ANUNCIE SEU PRODUTO - e-mail net4eduardo@gmail.com - Apoio crescente ao general Mourão aumenta tensão nos quartéis - ANUNCIE SEU PRODUTO - email net4eduardo@gmail.com - Após zerar testes de colisão, Onix terá reforços estruturais - Minístro da Fazenda Henrique Meirelles é hostilizado em Nova York, assista

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Verdão amarela no final

O Palmeiras está em desvantagem nas oitavas de final da Copa Libertadores. Na noite desta quarta-feira, com um gol sofrido nos acréscimos em Guaiaquil, o time alviverde acabou derrotado por 1 a 0 pelo Barcelona, que passa a depender de um empate para seguir às quartas.
O técnico Cuca armou um esquema cauteloso para o confronto disputado no Equador. No primeiro tempo, bem postado atrás, o Palmeiras quase saiu na frente em jogada finalizada por Willian. A equipe local pressionou na etapa complementar e garantiu o triunfo com um gol de Alvez.
O jogo de volta entre Palmeiras e Barcelona de Guaiaquil está marcado para as 21h45 (de Brasília) do dia 9 de agosto, uma quarta-feira, no Estádio Palestra Itália. Às 16 horas deste domingo, no Mineirão, o time alviverde pega o Cruzeiro, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.
O Jogo – Na condição de visitante, Cuca optou por proteger a defesa, com o volante Tchê Tchê improvisado na lateral direita e o zagueiro Juninho do lado esquerdo. No meio de campo, ele posicionou Bruno Henrique ao lado de Thiago Santos e colocou Zé Roberto no lugar de Guerra, que voltou ao Brasil para cuidar do filho.
A melhor oportunidade de gol do primeiro tempo no Estádio Monumental foi criada pelo Palmeiras. Em um contra-ataque, Dudu arrancou pelo meio e rolou dentro da área pela direita para Willian. O atacante bateu cruzado e, após desviar no goleiro Banguera, a bola passou perto da trave.
O time brasileiro, organizado no campo de defesa, mostrou aplicação tática e atacou a bola na marcação. Assim, não correu grandes riscos durante a etapa inicial. O centroavante Miguel Borja, escalado como titular por Cuca, participou do pouco.
Na tentativa de marcar pelo menos um gol diante de seus torcedores, o Barcelona procurou pressionar durante a segunda etapa, especialmente com bolas alçadas na área do goleiro Fernando Prass, que precisou trabalhar mais do que no primeiro tempo.
Vendo o time acuado, Cuca trocou Zé Roberto por Roger Guedes, recuando Dudu para a armação. Em seguida, o treinador sacou o camisa 7 e colocou Michel Bastos. Pouco depois entrar, o meia acionou Willian dentro da área e o atacante bateu forte para defesa de Banguera.
Com Miguel Borja inoperante, Cuca tirou o centroavante colombiano e promoveu a entrada de Keno. Aos 46 minutos, Jonatan Alvez bateu de fora da área, a bola desviou no meio do caminho e o goleiro Fernando Prass não conseguiu evitar o gol do time da casa.
FICHA TÉCNICA
BARCELONA 1 X 0 PALMEIRAS
Local: Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, em Guiaquil-EQU
Data: 5 de julho de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Patricio Losteau (ARG)
Assistentes: Diego Bonfa (ARG) e Gustavo Rossi (ARG)
Cartões amarelos: Pineida, Valencia, Diaz (BCN); Zé Roberto, Juninho, Tchê Tchê (PAL)
Gols:
BARCELONA: Alvez, aos 46 minutos do 2º Tempo
BARCELONA: Banguera; Velasco, Aimar, Arreaga e Pineida (Valencia); Minda (Castillo), Oyola e Diaz; Esterilla Alvez, Ayovi (Vera)
Técnico: Guillermo Almada
PALMEIRAS: Fernando Prass; Tchê Tchê, Mina, Luan e Juninho; Thiago Santos e Bruno Henrique; Willian, Zé Roberto (Roger Guedes) e Dudu (Michel Bastos); Borja (Keno)
Técnico: Cuca

fonte: Gazeta Esportiva
youtube

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com a presença de Neto, Chapecoense apresenta elenco para 2017

POSTAGEM EM DESTAQUE

Falso médico atende por dois meses na Santa Casa de Jacareí, SP

AS MAIS VISTAS

Seguidores

COMPARTILHAR POSTAGENS