Postagem em destaque

Patinadora é traída por uniforme, perde pontos e sai chorando: "Pior pesadelo"

Gabriella Papadakis acaba deixando seio à mostra e não esconde desconforto. Apesar do incidente com o figurino, dupla francesa termina c...

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Segredo: Chevrolet Spin terá visual parecido com o do Cobalt


Dianteira será parecida com a do Cobalt

No início do mês, a GM anunciou investimentos de R$ 1,4 bilhão para modernizar a fábrica de Gravataí (RS) e desenvolver novos carros.

Segundo apuramos, esses novos modelos são nove modelos: dois hatches, dois sedãs, um SUV, uma picape, um crossover e duas minivans (5 e 7 lugares). Serão os frutos da nova plataforma GEM (Global Emerging Markets), para mercados emergentes, como o nome diz.
A plataforma GEM deve ser utilizada nos substitutos dos atuais Onix, Prisma, Cobalt, Montana e Spin, todos baseados na antiga plataforma GSV. Especula-se também que a Chevrolet estaria preparando a chegada de um inédito subcompacto feito para rivalizar com Fiat Mobi, VW Up! e o recém-lançado Renault Kwid.
A renovação será gradual. Parte dos produtos chega em 2019, parte em 2020. Assim, alguns dos modelos atuais ainda passam por reestilização antes da aposentadoria.
Novas lanternas irão invadir a tampa traseira


Novas lanternas irão invadir a tampa traseira (Du Oliveira/Quatro Rodas) 
É o caso da Spin, que deve ganhar alterações em um de seus aspectos mais criticados: o visual. Frente (grade, faróis, para-choque) e traseira (lanternas) serão semelhantes às do sedã Cobalt, que foi redesenhado na linha 2016. Essa novidade deve chegar ao mercado no início de 2018.
O facelift não deverá ser acompanhado de mudanças mecânicas – isso já foi feito no final de 2016, quando a Spin ganhou melhorias no veterano motor 1.8 8V, opção de câmbio manual de seis marchas (além do automático, também de seis velocidades) e um sistema de aerodinâmica ativa na grade frontal.
Mesmo pouco atrativa, a Spin ainda tem números de mercado consideráveis: no acumulado de janeiro a agosto de 2017, a minivan foi o 33º veículo mais vendido do país, com 15.358 unidades emplacadas. Colabora para isso a quase inexistência de concorrentes – Citroën Aircross, Fiat Doblo e JAC J6 acabam fugindo de suas características e posicionamento de preço.
fonte: Quatro Rodas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Malafaia defende Bolsonaro e critica imprensa: “Vão eleger ele no 1º Turno”

AO VIVO - TV Canção Nova

AS MAIS VISTAS