Postagem em destaque

Filho do ditador amigo de Lula trazia U$ 16 milhões de dólares para o Brasil em época de campanha

O vice-presidente da Guiné Equatorial Teodoro Nguema  Obiang, filho de Teodoro Nguema, o ditador mais antigo da África e amigo do ex-pres...

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Eles se reune o povo paga, convenção do PSDB custou R$ 1,5 milhão aos cofres públicos

Imagem relacionada
O PSDB gastou R$ 1,5 milhão para realizar sua convenção nacional amanhã em Brasília. Além da estrutura da organização do evento, todos os mais de 200 delegados receberam passagem e hospedagem. A decisão de pagar as despesas foi para evitar a acusação de privilégio à ala tucana liderada pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que será eleito presidente nacional do partido pelos próximos dois anos. A ala paulista teria melhores condições de levar “eleitores” a Brasília e assim eleger maioria no diretório e na executiva nacional.
No caixa. O evento do PSDB é bancado com dinheiro público. A verba milionária saiu do fundo partidário, que pode ser usado para isso. Por ano, o PSDB recebe R$ 81 milhões.
Para sempre. Além do governador de São Paulo Geraldo Alckmin na presidência do PSDB, a eleição do ex-presidente FHC está certa: será presidente de honra vitalício da legenda.
fonte: Estado de São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Entre em nosso Grupo de Notícias WhatsApp

Flagra! Chevrolet Spin renovada é vista disfarçada antes da estreia