quarta-feira, 1 de abril de 2020

Empresário que distribuía cestas básicas é preso em Paraty acusado de descumprir medida de combate ao coronavírus

Segundo a polícia, distribuição de cestas causou aglomeração
Um empresário foi preso em flagrante nesta terça-feira em Paraty, na Costa Verde do Rio, acusado de ter descumprido um decreto da prefeitura da cidade que proíbe a aglomeração de pessoas para combater a contaminação pelo novo coronavírus. Segundo informações da 167ª DP (Paraty), responsável pela prisão, o homem marcou a distribuição de cestas básicas para a população no fim da tarde desta terça, no centro histórico da cidade . Ainda segundo informações da polícia, a distribuição acabou reunindo, aproximadamente, 200 pessoas.
Algumas cestas chegaram a ser distribuídas, mas os policiais impediram que a ação prosseguisse. Participaram da operação policiais civis, militares e agentes da prefeitura. O delegado titular da 167ª DP, Marcelo Russo, afirmou que em situações como essas, quando houver interese de ajudar a população, a pessoa deve agir com cautela:
- Ele (empresário) deveria ter procurado a Secretaria Municipal de Ação Social. Não pode sair fazendo aglomeração - ponderou.
O empresário foi autuado em flagrante pelo crime de Infração de medida sanitária preventiva, que tem pena de detenção de três meses a um ano. O delito, considerado de menor potencial ofensivo, é de competência do Juizado Especial Criminal (Jecrim).

fonte:  Jornal Extra

Nenhum comentário: