Postagem em destaque

Sikêra Junior acusa senadores de tentativa de censura na internet: “Vocês são uma vergonha para o meu país”

O apresentador da REDETV! Sikêra Júnior comentou sobre a PL das Fake News, chamada por opositores do projeto de ‘PL da censura’. Para ...

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Filho de deputado do PT que iria fazer live contra Bolsonaro, foi preso antes com 40 kg de maconha

O sujeito é filho de um deputado, tem uma vida privilegiada, mas, mesmo assim, segue um caminho tortuoso.
Rogério Alves Bordalo, 34 anos de idade, filho do deputado Carlos Bordalo (PT/PA), foi preso na cidade de Açailândia, no Maranhão.
O rapaz estava sendo monitorado pela polícia, através de interceptação telefônica e acabou caindo numa barreira montada, quando conduzia um veículo HB 20.
A polícia encontrou no veículo 40 kg de maconha.
Rogério é geólogo, tem mestrado na Unicamp e, segundo divulgado pelo deputado federal delegado Eder Mauro (PSD/PA), estava se preparando para neste sábado fazer uma live atacando o presidente Jair Bolsonaro.
A live teve que ser cancelada.
Eis o que publicou Eder Mauro:
Me parece que o Rogério Bordalo, filho do deputado Bordalo (PT), iria fazer uma live neste sábado pra atacar o PR Jair Bolsonaro, mas a LIVE foi CANCELADA por motivo desse safado ter sido preso com 40 quilos de maconha ontem.”
Confira:


Segundo a Polícia Civil do Maranhão, o acusado foi preso durante operação conjunta das delegacias regionais de Imperatriz e Açailândia, contra o tráfico de drogas que tem aquele estado como rota e leva em conta investigações das formas de atuação mais utilizadas pelos traficantes.
Alegando que o filho é ‘dependente químico’, o deputado Carlos Bordalo está prestando auxílio jurídico para que ele possa responder o processo em liberdade.
Veja abaixo a ‘comovente’ nota divulgada pela assessoria do parlamentar petista:
“O Deputado Bordalo vem a público esclarecer que acompanha com atenção os desdobramentos da prisão de seu filho, o geólogo Rogério Bordalo, 34, em Açailândia no Maranhão.
Rogério tem mestrado na Unicamp, é dependente químico e vem tentando abandonar o vício há alguns anos. Este episódio mostra o quanto a vida de uma pessoa pode ser alterada por circunstâncias que a família muitas vezes desconhece.
O Deputado, a mãe de Rogério, seus irmãos e irmã sentem a dor de milhares de famílias que embora tenham aconselhado e apoiado seus filhos se veem impotentes diante de fatos como estes.
O Deputado presta auxílio jurídico ao filho que aguarda decisão da justiça maranhense sobre a possibilidade de responder em liberdade.
Com serenidade a família agradece a solidariedade recebida de todos e todas que emanam força e esperança pelo realinhamento da vida de Rogério, afastada do eixo por um mal que assola milhares de lares em nosso país.”
fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Arquivo do blog