Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 22, 2012

CINEMA : O Pastor

CIRQUE DU SOLEIL: Varekai

CIRQUE DU SOLEIL : Alegria

CIRQUE DU SOLEIL: Varekai

ENTREVISTA : Neto

ENTREVISTA : Agora É Tarde - Ratinho

ENTREVISTA :Danilo Gentili entrevista Dani Calabresa

COMPORTAMENTO : 7 dicas científicas para ter um casamento feliz

Biscoitinho da sorte: “o casamento permite que você irrite uma pessoa especial pelo resto da sua vida.” Todo mundo sabe que casamento não é das coisas mais fáceis. Seja você um romântico que sempre sonhou com a vida a dois ou um  bon vivant  que foi, de alguma forma, empurrado para a união eterna, o cenário é o mesmo: é preciso rebolar um pouquinho para que o relacionamento dê certo. Mas, veja só: eis que a ciência aparece para ajudar nesse desafio. Está solteiro? Anote aí o que procurar no parceiro ideal e já comece a planejar suas táticas pós-aliança. Já se casou? Hum, seu caso é mais grave, mas nem tudo está perdido. Confira, então, o que você ainda pode fazer para melhorar esse laço. E seja, com sorte, feliz para sempre. Diga sempre “nós”, nunca “eu”. Quem usa mais pronomes como “nós” e “nosso” nas discussões com a cara metade tem brigas menos longas e desgastantes (consequentemente, vive mais tranquilo) do que os casados que abusam dos “eu”, “você”, “meu” e “seu”.  Pesqui

COMPORTAMENTO : Morar junto antes de casar aumenta chances de divórcio

Morar sozinho  dá um prejuízo enorme. É conta de luz, aluguel, condomínio, internet, telefone. Em alguns casos, fica mais em conta alugar um apê de 3 quartos do que uma quitinete de 30 metros quadrados. Então ou você fica na  casa do papai  ou aguenta as dores (e as delícias) de dividir o teto (e a louça, a sujeira, a tevê…) com os amigos. Ou junta os chinelos com o  namorado  e vai viver tranquilo (oi?) num apê de um quarto só. Só que essa  escolha  pode não ser tão boa assim. Segundo um  artigo  publicado no New York Times, quem mora junto antes de casar tem mais chances de ter um  casamento infeliz  e de encarar o  divórcio  depois. Isso porque, segundo um estudo citado no texto, eles se juntam sem pensar muito no assunto. Já  passam um tempão juntos , revezando as noites na casa um do outro, então  por que não se unirem logo ? E qualquer coisa, se der errado, um deles (ou os dois) sai da casa. Simples. E isso parece ser  tendência . O artigo diz que a maioria das pessoas d

FIQUE POR DENTRO: Você sabe com funciona a Maçonaria por dentro ?

Vamos fazer um acordo: eu conto um segredo e você, leitor, promete não revelá-lo a ninguém. Antes de topar o trato, você precisa saber que os outros quase 3 milhões de pessoas que lerem esta revista conhecerão o mesmo segredo. Mas elas também se comprometerão a ficar de bico fechado. Agora, cá entre nós: quais as chances de nenhum dos envolvidos quebrar o trato e contar o que ficou sabendo para a patroa – que por sua vez vai contar para a irmã, que vai dividir a novidade com as amigas do salão de beleza e daí para o mundo? Você apostaria na possibilidade de mantermos o tal segredo em sigilo? Na cabeça de muita gente, a maçonaria foi capaz dessa proeza. Uma tarefa árdua. Os integrantes da mais conhecida entre as organizações secretas guardariam um grande segredo bombástico, revelado somente para quem concorda em ser iniciado numa sessão cercada de mistério. Em nome da honestidade jornalística, é preciso dizer logo no início da reportagem que se os maçons escondem um informação de

FIQUE POR DENTRO : Afinal, porque sonhamos?

Já pensou em visitar um lugar em que as leis da física valem tanto quanto uma nota de 3 reais? Onde você pode beijar uma estrela de cinema segundos antes de sair voando, cair e morrer, para levantar em seguida e ir para o trabalho de pijama? Num universo em que a lógica não tem vez, mas tudo parece fazer sentido – até você acordar e não entender nada do que se passou no momento anterior? Você e a humanidade inteira são habitués desse lugar mental – o domínio dos sonhos. Supondo que uma pessoa passe um terço do dia dormindo e ocupe um quinto do tempo de repouso sonhando, ela passa um fim de semana por mês totalmente desligada do mundo consciente. Em uma existência de 75 anos, os sonhos correspondem a nada menos que 5 anos completos. Apesar de termos tanta familiaridade com os sonhos, poucos fenômenos são tão intrigantes quanto eles. Seus mistérios atormentam o homem desde sempre – e ainda não há nenhuma resposta 100% convincente para esses enigmas. Entre os antigos, os sonhos c