Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 29, 2013

Quebra-gelo que resgatou passageiros na Antártica pode estar encalhado

Um dia após um dos  mais complicados resgates na Antártica , o quebra-gelo chinês que transportou o helicóptero utilizado na operação pode estar agora também encalhado. Na quinta-feira (2), a aeronave levada pelo navio Xue Long (Dragão da Neve, em chinês) retirou os 52 passageiros, entre turistas, cientistas e jornalistas, da embarcação russa Akademik Shokalskiy, presa no gelo desde a noite de Natal. Os resgatados foram levados para o quebra-gelo australiano Aurora Australis, no qual devem ir até a Tasmânia. A viagem à ilha australiana, que começaria nesta sexta-feira, foi, entretanto, atrasada. Os 52 passageiros resgatados agora devem esperar para ver se os chineses conseguirão livrar-se do gelo na manhã de sábado (4), quando as condições do tempo devem melhorar para o deslocamento. Se o dragão não conseguir se mexer, o navio australiano terá de ajudá-lo. Enquanto isso, no navio russo Akademik Shokalskiy, os 22 tripulantes que permaneceram a bordo esperam que mudanças no tempo p

O papel tem futuro?

"A sociedade sem papel está se aproximando, queiramos ou não. Não podemos enterrar a cabeça na areia. Podemos escolher ignorar o mundo eletrônico, mas isso não fará diferença”, escreveu o cientista da informação Frederick Wilfrid Lancaster em... 1978. Ao lado de outros entusiastas do futuro digital, ele previa um mundo maravilhoso com grande variedade de obras à disposição dos estudantes, menos impressões e redução de custos. Bibliotecas inteiras caberiam numa mesa. Quem não se adaptasse a tempo e abandonasse o papel viveria uma transição caótica. Trinta e cinco anos depois, muito do futuro imaginado por ele se concretizou. Mas o papel ainda persiste. As bibliotecas continuam abarrotadas. Os livros impressos convivem com a popularização dos e-readers e tablets. “Usar um não significa descartar o outro”, afirma o escritor Nicholas Basbanes, autor do livro recém-lançado  On paper (No papel) , sem edição no Brasil.  Num momento em que se discute o futuro do papel e até sua event

"O BIXO SORTO" chegou, o blog diferente para quem planta e cria, ainda em fase de construção más de portas abertas para você, acesse:

Entre no:  http://bixosorto.blogspot.com.br/

Beyoncé; "Dei à luz estava com 90kg, perdi 30kg", e lançar seu novo álbum, "Self-Titled" Part 4 . Liberation

Ao lançar seu novo álbum, Beyoncé, ela também lançou 17 novos clipes. Ela também publicou um documentário onde explica porque quis mostrar seu corpo. "Eu estava com quase 90kg quando dei à luz. Perdi 30kg. Trabalhei como louca para ter meu corpo de volta. Eu quis mostrar meu corpo. Quis mostrar que você pode ter um filho e trabalhar duro e ter seu corpo de volta", diz a cantora no vídeo. Em "Partition" ela aparece dançando com pouquíssima roupa em um clube de strip. "Eu sei que muitas mulheres sentem o mesmo depois de ter filhos. Você pode ser mãe e ainda se divertir e ser sexy, e ainda ter sonhos e viver por você. Eu não tenho vergonha de ser sensual. Não sinto que tenho que proteger esse meu lado porque acredito que a sexualidade é um poder que todas temos". fonte: http://www.youtube.com/watch?v=1b1loWJfxaA

'Braggie': a nova prática nas redes sociais

   Rihanna praticando o braggie (Foto: Reprodução Instagram) O ano que entra chega com uma novidade para as redes sociais: o 'braggie'. Esqueça os 'selfie' - eleita a palavra do ano pelo dicionário Oxford - que são aquelas fotos que as pessoas tiram de si mesmas, como as famosas poses nos espelhos. Já o braggie são fotos postadas para provocar inveja nos amigos internautas. As poses mais comuns da modalidade são pose na praia (43%), bebendo um drinque (12%) e os famosos beicinhos para as lentes (3%). Rita Ora durante as férias (Foto: Reprodução Instagram) De acordo com uma pesquisa do Hotels.com, um em cada 10 usuários fazem o 'braggie' regularmente para se gabarem. A pesquisa também constatou que 5,4 milhões de pessoas no Reino Unido postam as tais fotos durante as férias: em quartos de hotel, em bares e discotecas e até mesmo na intimidade da cama. E sete em cada dez pessoas admitiram que manipulam as fotos antes de postá-las. E um dado curioso: 5%

Audiência da TV paga dispara e já é maior do que Record e Band juntas

A audiência dos canais por assinatura cresceu 33% em 2013 em todo o Brasil. Na Painel Nacional de Televisão (PNT), os OCNs, siglas para outros canais, já aparecem com 8,1 pontos de média no ano, de janeiro a dezembro. Essa pontuação é metade da Globo (16,2) e é maior do que a da Record (5,5) e Band (2,3) juntas. Ou de SBT (5,1) e Band (2,3) somadas. A rigor, os 8,1 pontos não são só de canais pagos. Essa nem é a medição de TV por assinatura. Além de canais pagos, são OCNs os microcanais UHF e até canais de circuito interno de segurança que aparecem na medição de TV aberta. Mas a sigla OCN agrupa majoritariamente canais por assinatura, que cresceram mais de 20% por ano entre 2010 e 2012. Em 2013, o crescimento da base de assinantes deve ficar entre 10% e 12%. Em 2012, em todo o país, os OCNs somavam 6,1 pontos, apenas 0,1 a mais do que a Record (6,0). Na Grande São Paulo, os OCNs cresceram 26% em 2013. Foram de 5,3 pontos para 6,7. Aumenta o consumo de TV Apesar da conc

Nevasca nos Estados Unidos mata 11

Água utilizada para apagar incêndio congela, cobrindo edifício em Plattsmouth, Nebrasca (EUA); grande parte do nordeste americano sofre com temperaturas congelantes Ao menos 11 pessoas morreram nos Estados Unidos, a maioria em decorrência de acidentes de trânsito provocados pela pista escorregadia por causa da forte nevasca que atinge o país. Estação de metrô de Nova York é coberta de neve durante forte nevasca na cidade A forte nevasca que atingiu 22 Estados americanos nesta sexta-feira obrigou cerca de 100 milhões de pessoas pelo país a mudarem a rotina para driblar o mau tempo. Nos Estados de Nova York e Nova Jersey, os governos decretaram estado de emergência. Cerca de 2.400 voos foram cancelados em todo o país, e aeroportos importantes da região nordeste, como o JFK, em Nova York, fecharam ainda pela manhã por falta de visibilidade. Houve cancelamento de dois voos saindo de São Paulo para Nova York, e um fazendo a rota inversa. Na noite desta sexta, outros estav

Como vencer em 2014

A vitória será a obsessão brasileira de 2014. Este é um ano para se vencer. Não tem saída nem alternativas. Basta lembrar os dois grandes eventos marcados para o período: Copa do Mundo e eleição presidencial. Uma Copa mal-organizada seria nada menos que um vexame histórico, um escrete brasileiro sem taça de campeão, um doloroso fiasco. Sem meio-termo, sem comiseração. Na corrida pelo Palácio do Planalto também não há prêmio de consolação para os candidatos. Qual deles conseguirá representar uma nova esperança para os brasileiros? Em 2014, mesmo as vitórias que podem ser parciais se mostram imprescindíveis. Chegou a hora de destravar a economia, de dar passos concretos para conter a violência, de gerar alguma luz sobre a paz mundial. Como trilhar esses caminhos é o grande desafio que ISTOÉ analisa nos links abaixo. Os 100 milhões de eleitores e aqueles três candidatos que concorrem de verdade à Presidência da República em outubro de 2014 terão muitos encontros e desencontros ant