Postagens

Mostrando postagens de Maio 11, 2014

Dançarina de 27 anos morre após fazer lipoaspiração e troca de próteses de silicone

Imagem
A dançarina Mary Morena, nome artístico de Zulmariana Chareet Oliveira, de 27 anos, morreu na noite da última sexta-feira após se submeter a uma cirurgia de lipoaspiração e de troca de prótese nos seios numa clínica na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Amigos da vítimas informaram que ela teria sofrido uma parada cardiorrespiratória, por volta das 21h, e morreu no quarto da clínica após a realização dos procedimentos estéticos. — Ela era vaidosa ao extremo. Se algo incomodasse, ela não media esforços para mudar. Nos últimos meses, ela parou de dançar por causa de dores no peito e queria muito trocar a prótese de 350 ml que tinha posto há um tempo. Era bem visível que uma ficou maior do que a outra e, por isso, ela estava juntando dinheiro para fazer esse pacote — conta Josiely Abysoluta, líder do grupo As Absolutas do Funk, no qual Mary chegou a dançar. Ainda segundo Josiely, a família de Mary não quer se pronunciar enquanto não sair o resulta

Robocop, tropa de Choque reforça proteção para cavalaria durante a Copa em SP

Imagem
A cavalaria da Tropa de Choque da Polícia Militar de  São Paulo  vai usar novos kits de equipamentos durante possíveis controle de distúrbios na Copa do Mundo em São Paulo. Nas montarias, o kit inclui viseira de acrílico, botas antiderrapantes, protetor facial e cobertura de couro no peito. O material que será usado pelos homens está sendo chamado pelos militares de  Robocop: um exoesqueleto de polipropileno, material resistente a pancadas. Duzentos kits foram adquiridos. Cada conjunto de acessórios para os cavalos custou cerca de aproximadamente R$ 600. No caso do policiais, o custo foi de R$ 2,3 mil. A cúpula da PM afirma que a intervenção do Comando de Policiamento de Choque (CPChoque) será o último recurso. “Vamos entrar [nas manifestações] só se estiver à beira de uma guerra civil”, afirma o coronel Carlos Celso Savioli, comandante do CPChoque. Vamos entrar [nas manifestações] só se estiver à beira de uma guerra civil" Carlos Celso Savioli, coronel, comandante da

Lula diz ser 'babaquice querer que o torcedor chegue de metrô ao estádio, vai de qual quer coisa até de jumento"

Imagem
SÃO PAULO - O ex-presidente  Luiz Inácio Lula da Silva  disse nesta sexta-feira ser "babaquice" a ideia oferecer condições para que os torcedores cheguem de metrô aos estádios que vão sediar os jogos da  Copa do Mundo . Durante palestra a blogueiros em São Paulo, Lula disse que o brasileiro vai até descalço ver as partidas. "Nós nunca reclamamos de ir a pé (ao estádio). Vai a pé, vai descalço, vai de bicicleta, vai de jumento, vai de qualquer coisa. A gente está preocupado? Ah não, porque agora tem que ter metrô até dentro do estádio. Que babaquice que é essa?", disse Lula. O ex-presidente disse ainda que o País tem que dar "garantia para esse povo assistir ao jogo, comer nossa comida, uma boa comida mineira, baiana, paraense, paulista. É disso que nós temos que ter orgulho. Eles vão ver esse povo andando na rua alegre, não é aquele povo sisudo". Ele, no entanto, disse que não vai assistir os jogos nos estádios. "Eu já tomei a decisão de não v

Defensores públicos pedem correção maior do FGTS

Imagem
   A Defensoria Pública da União foi ao STF (Supremo Tribunal Federal) em defesa dos trabalhadores, pedindo correção maior para a grana do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). O órgão apresentou relatório em que defende uma correção monetária maior para o fundo, que possa recompor o poder de compra dos trabalhadores. O Supremo aceitou o pedido da defensoria para participar da ADI (Ação Direta de Insconstitucionalidade) que discute se o fundo deve ser corrigido pela inflação. fonte: http://www.agora.uol.com.br/grana/2014/05/1455257-defensores-publicos-pedem-correcao-maior-do-fgts.shtml

Terrorismo, por segurança na Copa, Marinha treina ataque a embarcações e 2 mil militares cuidarão da segurança marítima

Imagem
Nesta sexta-feira (16), o 1º Distrito Naval fez um treinamento de abordagem a embarcações na orla de Copacabana, no Rio. Objetivo é se preparar para a Copa Crédito: Tomaz Silva/ABr A ação simulava exercícios de abordagem por rádio e código Morse. Uma embarcação dava suporte para uma possível revista no barco Crédito: Tomaz Silva/ABr Na simulação, os civis foram interpretados por militares. Os quatro "suspeitos", presos por tráfico de drogas e porte ilegal de armas, foram escoltados até a Capitania dos Portos do Rio Crédito: Tomaz Silva/ABr De acordo com a Marinha do Brasil, a segurança dos litorais carioca e capixaba será garantida, durante a Copa, por 23 embarcações e 2 mil militares Crédito: Tomaz Silva/ABr O capitão de fragata Álvaro Lemos exaltou a importância de simulações como as desta sexta (16): "Esse exercício é basicamente o controle da área marítima que será realizado durante toda a Copa do Mundo” Crédito: Tomaz Silva/ABr Segundo

1.300 vagas foram cortadas na industria em abril, diz Ciesp

Imagem
  O setor  industrial   do Grande ABC cortou 1.300 postos de  trabalho  em abril, de acordo com pesquisa feita pelo Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), com base nos dados das associadas da entidade. A eliminação de vagas correspondeu à redução de 0,57% no total de empregados em março. Foi o décimo mês seguido de variação negativa. O índice praticamente se iguala à maior retração do ano (0,58%), de fevereiro, quando também houve o enxugamento de aproximadamente 1.300 vagas. No quadrimestre, são 4.300 empregos a menos e nos últimos 12 meses, a redução é de 12 mil. Para representantes da  indústria , os dados refletem a situação ruim da indústria de forma geral e, em particular, da área automotiva. O diretor da regional do Ciesp de São Bernardo, Hitoshi Hyodo, cita que a preocupação que havia no início do ano está se mostrando justificada. Para ele, o cenário só não é pior porque as montadoras estão utilizando instrumentos como o lay-off (suspensão temporária). “Ent

GM, eventual racionamento de água em SCS e o uso de caminhões-pipa, é inviável por causa do custo

Imagem
A escassez de água e a possibilidade de racionamento, ainda que negada pelo governo de São Paulo, mobiliza os setores da indústria e da agricultura das regiões abastecidas direta ou indiretamente pelo Sistema Cantareira. A maioria das empresas ampliou medidas para economizar água e espera que a situação melhore em breve. Mas muitas estudam alternativas, como recorrer a caminhões-pipa. O problema já fez uma multinacional parar a produção por duas semanas.  A fabricante de motores Cummins, instalada em Guarulhos, na Grande São Paulo, fez acordo com uma empresa para, em caso de emergência, recorrer a caminhões-pipa que buscarão água em outras regiões. "O impacto que vemos é o financeiro, pois as alternativas sempre geram custos adicionais não planejados", diz Eric Leister, supervisor de engenharia da fábrica. A Cummins calcula em R$ 12,55 o valor de cada m³ dessa água alternativa, o que geraria um custo de R$ 63 mil mensais. Ela usa em média 5 mil m³ de água por mês, a maior

Renault: 2 milhões de carros feitos no Brasil

Imagem
Na sexta-feira, 16, a  Renault  alcançou a marca de  2 milhões de veículos  produzidos no Brasil, somados os automóveis e veículos comerciais. O volume total foi comemorado com um sedã Logan. Instaladas no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR), as fábricas de carros de passeio (inaugurada em 1998) e de comerciais leves (2001) produzem, além do sedã, o utilitário esportivo Duster, o hatch Sandero e os comerciais Master. O primeiro modelo montado no Brasil pela Renault foi a minivan Scénic e o segundo, o hatch Clio, atualmente importado da Argentina. Em 2013, a fábrica teve a capacidade produtiva ampliada de 280 mil para 380 mil carros por ano como consequência de um investimento de R$ 500 milhões. A divisão de automóveis foi de 220 mil para 320 mil. A de comerciais leves, onde também são feitos os Nissan Livina, Grand Livina e a picape Nissan Frontier, manteve a capacidade de 60 mil veículos anuais. Até 2016, a montadora quer alcançar 8% de participação no mercado local.

‘O Brasil vive um período desafiador’ a uma sombra por vir

Imagem
Márcio Elias Rosa, empossado no cargo de chefe do Ministério Público de São Paulo, aponta para ‘denúncias sucessivas de mau uso da função pública’ Fausto Macedo O procurador geral de Justiça de São Paulo, Márcio Fernando Elias Rosa, disse nesta sexta feira, 16, que “o Brasil vive um período desafiador”. Elias Rosa advertiu para “uma denunciada crise das formas de representação política, alimentada pela ausência de reformas consequentes e por denúncias sucessivas de mau uso da função política, o que coloca, por vezes em xeque, a democracia representativa”. “A cada dia, tristemente, eclodem, em diversas partes do território nacional, eventos de justiçamento, como também não são raros os episódios de atuação ilícita em meio às manifestações populares, o que também coloca em xeque a ansiada democracia participativa”, declarou. O procurador geral foi empossado no cargo em solenidade no Teatro Municipal de São Paulo. Ele dá início ao seu segundo mandato. Em abril, Elias Rosa foi

GM: Campanha de varejo com desconto de funcionário é oferecido para para qualquer cliente do Brasil, veja o vídeo

Imagem
Por ocasião da divulgação dos índices de estoque do fechamento de março, que chegou a 48 dias, Luiz Moan, presidente da Anfavea, afirmou que as montadoras fariam esforços para reduzir o índice via ações de varejo, e que esperava contar “com a criatividade de cada uma” neste movimento. Coincidência ou não a montadora pela qual o executivo atua, a General Motors, lançou na quinta-feira, 15, campanha que considera, em comunicado, como realizada “pela primeira vez na história”. A montadora oferecerá até o dia 31, em todo o País e para qualquer cliente, descontos equivalentes àqueles oferecidos para os funcionários – cuja comercialização ocorre sabidamente com valores vantajosos. A campanha foi batizada “Desconto de Funcionários para Todos” e o filme para a TV é protagonizado pelo próprio presidente da montadora no País, Santiago Chamorro.  Clique aqui para assistir o comercial . Em nota a montadora cita dois exemplos: O Onix LTZ 1.4 tem valor final de R$ 43 mil 450, ou quase

Mulher presidente de grandes empresas é mais demitida que os homens segundo pesquisa

Imagem
Levantamento sobre a movimentação de presidentes de grandes empresas nos últimos 10 anos mostra que frequência de executivas demitidas é maior do que de homens São Paulo –  Executivas  do topo da hierarquia corporativa que se segurem no cargo. Pesquisa  recente da Strategy& com 2,5 mil maiores empresas de capital aberto do mundo aponta que as chances de  demissão  são maiores para elas do que para os presidentes homens. A conclusão parte da análise das movimentações de presidentes nos últimos dez anos. Enquanto quase 40% das mulheres foram demitidas do comando de empresas, no mesmo período, apenas 27% dos presidentes homens receberam “bilhete azul” (ou seja, perderam o posto). O coautor do estudo, Per-Ola Karlsson,  disse em entrevista ao Financial Times  que a busca por mais mulheres em postos de comando – alavancada por pressões culturais e políticas - leva empresas, muitas vezes, a escolhas ousadas que podem não funcionar. Conselhos de administração majoritariamente mas

GM: O presidente da General Motors na América do Sul, Jaime Ardila diz que falta de água preocupa mais do que escassez de energia

Imagem
O presidente da General Motors (GM) na América do Sul, Jaime Ardila, está mais preocupado com a possibilidade de racionamento de água do que com o de energia, cujo impacto sobre a produção pode ser minimizado com o acionamento de geradores ou sistemas alternativos particulares de geração elétrica  Já no caso da falta de água, por mais que se faça uso racional do insumo, a exposição da indústria é maior porque não há mecanismos de substituição disponíveis, observa o executivo, para quem o risco de racionamento de água é maior do que uma interrupção no fornecimento de energia. “Não sou especialista no assunto, mas pelo que tenho lido na imprensa e pelas informações que me passam no governo, a situação energética é um pouco mais confortável”, disse o executivo em entrevista ao Valor, após abordar o tema em uma conversa com jornalistas durante evento realizado ontem, quinta-feira, na Câmara Americana de Comércio (Amcham). Apesar da baixa nos reservatórios do Sistema Cantareira, que

GM: O sucesso em vendas da Chevrolet agora é modelo 2015

Imagem
Com bons resultados de vendas do  Chevrolet Ônix  no mercado brasileiro, a General Motors decidiu mexer pouco na linha 2015 do modelo. Entre as novidades, a versão intermediária, a LT, agora conta com cinco opções de configurações, seja ela com motor 1.0 ou 1.4, privilegiando as combinações de equipamentos mais procuradas pelo consumidor.  Nos carros equipados com propulsor 1.4 e transmissão automática, o volante passou a ser revestido em couro e conta com controle de áudio compatível com o sistema multimídia MyLink, que permite fazer ligações e acessar diversas funções do rádio.  Mas o sistema MyLink é de série apenas na versão 1.4 LTZ (topo de linha), tanto na configuração com o câmbio manual de cinco velocidades ou na automática, com seis marchas. O multimídia pode equipar opcionalmente a versão LT, que também traz a comodidade do ar-condicionado e das travas e dos vidros elétricos.  Para todas as versões do hatchback Ônix estão disponíveis: direção hidráulica, banco do motorista

Mundo rural: Pecuária de corte, o sucesso inegável na produção agrícola, o cooperativismo

Imagem
Bem-sucedido em vários campos de atividade e com sucesso inegável na produção agrícola, o cooperativismo sempre relutou em apostar no setor de carne bovina. Muitos motivos explicavam essa estratégia, e o principal deles era que seu público era formado em mais de 70% por pequenos e médios produtores, enquanto a produção de gado bovino no Brasil exigia unidades fundiárias maiores. Também se creditava ao setor uma informalidade incompatível com a organização das cooperativas, o que impossibilitava a concorrência com os frigoríficos estabelecidos. Edio Sander, presidente da Cooper Aliança, de Guarapuava (Foto: Rafael Danielewicz Criadas há pouco tempo – a primeira delas acaba de completar sete anos –, duas cooperativas paranaenses têm conseguido quebrar esses paradigmas com sucesso, apresentando taxas de crescimento que alcançam 40% ao ano e inventando seus próprios diferenciais e nichos de atuação: a CooperAliança, de Guarapuava, e a Cooperativa Maria Macia, de Campo Mourão. E, melh

TelexFree: Autoridades americanas afirmam que Carlos Wanzeler sócio brasileiro da empresa está no Brasil, ele é considerado foragido

Imagem
Autoridades americanas afirmam que Carlos Wanzeler, o sócio brasileiro da TelexFree, está no Brasil. Ele é considerado foragido pela polícia local desde a última sexta-feira. Segundo o Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos, sua fuga teria começado em 15 de abril, quando a sede da companhia, em Marlborough, no estado americano de Massachusetts, foi invadida por agentes federais americanos, após uma investigação apontar evidente prática de pirâmide financeira - a TelexFree teria levantado mais de  1 bilhão de dólares   de maneira fraudulenta. Para escapar da vigilância da polícia americana, Wanzeler, primeiramente, dirigiu seu carro BMW com a filha, Lyvia Wanzeler, até o Canadá. Ele cruzou a fronteira dos EUA com Lacolle, na província de Quebec, por volta de 23 horas daquela terça-feira, 15 de abril. Dois dias depois, pai e filha teriam embarcado em um voo da Air Canada de Toronto para São Paulo. Wanzeler entrou no país usando um passaporte brasileiro. Nesse mesmo di

Volkswagen demite 96 funcionários em sua fábrica de Taubaté

Imagem
A Volkswagen demitiu 96 funcionários temporários da unidade de  Taubaté  (SP) nesta quarta-feira (14). Eles foram contratados em maio do ano passado e após 12 meses, não tiveram os contratos renovados pela empresa. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, os funcionários trabalhavam na linha de produção dos veículos Gol e Up! e há dois dias tentavam negociar com a empresa a continuidade nos contratos, mas sem sucesso. A  Volkswagen  informou que os profissionais haviam sido contratados para uma demanda específica, mas não explicou o que teria motivado o fim dos contratos. Investimento Em fevereiro, a Volkswagen do Brasil anunciou um investimento de R$ 1,2 bilhão para a implantação da nova linha de produção do Volkswagen Up! na unidade de Taubaté (SP). O aporte aplicado na fábrica do interior de São Paulo faz parte do cronograma de investimentos no Brasil, até o ano de 2016, da ordem de R$ 9,2 bilhões. fonte: http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2014/05/volkswag

AJUDE À MANTER NOSSO CANAL

AJUDE À MANTER NOSSO CANAL
Sua colaboração é importante para que nosso trabalho continue, faça sua doação, aponte a câmara do seu celular para QR CODE.