Postagens

Mostrando postagens de Outubro 5, 2014

Os 100 anos de Brasil x Argentina, são 99 jogos até hoje

Imagem
No dia 20 de setembro de 1914, Brasil e Argentina se enfrentaram pela primeira vez. Neste sábado, 11 de outubro de 2014 (às 9h05, no horário de Brasília), as duas seleções mais tradicionais do futebol sul-americano vão disputar o centésimo jogo de uma história que completa cem anos. Nos 99 jogos até hoje, o Brasil tem 39 vitórias, 36 derrotas, e são 24 empates. Foram 155 gols do Brasil, contra 153 da Argentina - e Pelé é o maior artilheiro do duelo, com oito gols marcados. O jogo de sábado é a decisão da Copa Roca, justamente o torneio que marcou o começo dos confrontos entre Brasil e Argentina. Para celebrar essa rivalidade, ÉPOCA lista os 10 maiores confrontos entre brasileiros e argentinos. 1 - O primeiro jogo: Argentina 0x1 Brasil – 27 de setembro de 1914 Não foi o primeiro jogo entre brasileiros e argentinos -  mas para os brasileiros, era como se fosse. O primeiro jogo acontecera uma semana antes, em Buenos Aires, um amistoso em que os argentinos derrotaram os brasileiro

O que esperar... dos próximos 4 anos

Imagem
As encruzilhadas em que se meteu o País nas áreas da saúde, educação, segurança e economia, e o que pode acontecer se o cenário não for revertido O Brasil que vai às urnas no dia 26 de outubro, para o segundo turno das eleições presidenciais, viveu mudanças significativas nas últimas décadas. O governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) trouxe a estabilidade da moeda, retirou a inflação dos patamares anuais de três dígitos, que impediam o consumo a prazo e o planejamento das famílias, instituiu a Lei de Responsabilidade Fiscal e criou o embrião de diversos programas sociais. O governo Lula aproveitou os ventos favoráveis da economia para fazer o Brasil deslanchar na área social e virar modelo de combate à extrema pobreza, distribuindo renda e viabilizando a ascensão das classes mais baixas. O sucesso dos oito anos do governo Lula alavancou Dilma Rousseff e a levou para o comando do País sob a expectativa de uma gestão técnica de continuidade. O que se viu, entretanto, foi a constr

O mar de lama do PT, Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef conta tudo

Imagem
O ex-diretor da  Petrobras   Paulo Roberto Costa  e o doleiro  Alberto Youssef  – os dois delatores mais famosos do Brasil – começaram a entregar um dos mais vastos, ricos e poderosos esquemas de corrupção já descobertos no país. Nos últimos meses, as provas reunidas pelos investigadores da Operação Lava Jato já revelavam fortes indícios da existência de uma organização criminosa, atuando a mando de patronos políticos do Brasil, nas obras mais caras da maior empresa do país. Eram extratos bancários, anotações apreendidas, e-mails, telefonemas interceptados, contas secretas em paraísos fiscais... Agora, encaixa-se a peça que faltava à investigação: a confissão dos dois principais operadores do esquema. Paulo Roberto e Youssef não só detalharam como funcionava o esquema. Denunciaram a existência de um cartel das maiores empreiteiras do Brasil, acusado de comprar diretores da Petrobras e de pagar propina a partidos como PT, PP e PMDB. >> “2% da propina ia para o PT”, diz Paul

Delator da Petrobras conta tudo, dinheiro usado na campanha de Dilma em 2010 veio da corrupção

Imagem
O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef afirmam que o PT foi o partido mais contemplado pela propina. As revelações estarrecedoras escancaram a falência moral do Estado nos últimos anos Na quarta-feira 8, vieram à tona áudios de depoimentos feitos em regime de delação premiada na Justiça Federal em Curitiba por Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, e pelo doleiro Alberto Youssef – considerados hoje dois dos maiores arquivos vivos da República e detentores dos segredos mais explosivos da maior estatal do País. As declarações dos delatores descrevem uma gigantesca rede de corrupção formada por dirigentes da Petrobras, empreiteiras e partidos políticos integrantes da base de sustentação do governo Dilma Rousseff. As revelações são estarrecedoras. A corrupção estatal poucas vezes foi exposta de maneira tão crua e direta narrada abertamente por seus executores a serviço do Estado. Nos áudios, os depoentes apontam PT, PMDB e PP como as legen

AJUDE À MANTER NOSSO CANAL

AJUDE À MANTER NOSSO CANAL
Sua colaboração é importante para que nosso trabalho continue, faça sua doação, aponte a câmara do seu celular para QR CODE.