Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 28, 2014

Gol perde a liderança em 2014 após 27 anos

Valeu tudo na briga de Volkswagen e Fiat para colocar o seu carro na liderança de vendas em 2014: descontos, facilidades no financiamento, desova de estoque para locadoras e frotistas em vendas diretas a preços abaixo da tabela. Ambas as marcas têm grande experiência e canais de distribuição para ampliar as vendas e esgotaram as suas possibilidades, contribuindo para fazer de dezembro o terceiro maior mês em vendas da história do setor automobilístico no Brasil (veja matéria) e reduzir a queda de vendas para 6,9% no fechamento do ano. Mas o Gol foi quem morreu na praia; e por muito pouco. O Palio vendeu no ano passado 183.744 unidades, cerca de 400 unidades a mais do que o Gol, que ficou com 183.366, diferença mínima considerando o volume de vendas de cada um. Fenômeno de vendas em 2014, quando chegou a liderar o ranking, a picape Strada fechou o ano como terceiro veículo mais vendidos no País, colocando pela primeira vez uma picape entre os três primeiros: no ano passado a pic

Histórias de promessas de ano novo que deram certo e errado

Todo fim de ano é a mesma coisa. Muita gente faz promessas e estabelece metas para o próximo ano. Uns querem parar de usar redes sociais, outros fazer exercícios, comprar um carro, arrumar namorado, mas todos querem a felicidade como resultado. O  G1  ouviu algumas histórias de quem se deu bem, outros que não se deram tão bem assim e quem tentou, mas não conseguiu cumprir o prometido em 2014. E um especialista em planejamento pessoal fala o que fazer para que esses desejos não se transformem em obsessão. Veja cinco dicas no fim da reportagem.  “A melhor forma é dividir as metas em duas partes: a profissional e pessoal. Dentro dessas duas partes você pode trabalhar duas subáreas. No pessoal você pode criar tópicos como 'saúde', 'financeiro' e 'relacionamento'. No profissional você também coloca o financeiro, o desenvolvimento técnico e comportamental no trabalho”, disse Sulivan França, presidente da Sociedade Latino Americana de Coaching. Abaixo, quatro p

Valesca Popozuda e Anitta no clima dos bastidores da festa Chá da Alice

Valesca Popozuda (Foto: Divulgação) O clima nos bastidores da festa Chá da Alice, que aconteceu na noite de sexta-feira (26) na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, não foi dos melhores. Tudo porque as equipes de Anitta e Valesca Popozuda, as estrelas da noite, não se bicaram no backstage da festa, um dos agitos dos jovens em solo carioca. Acontece que as duas foram contratadas para se apresentar na noite, mas se recusaram a cantar juntas. Em outra edição da mesma festa, quando Wanessa e Preta Gil foram as atrações, as duas, a pedido do público, depois de cantarem com suas bandas, subiram ao palco juntas para encerrar a festa. A ideia da produção da festa era fazer o mesmo, mas nem Anitta e nem Valesca toparam dividir os flashes. Não é de hoje que boatos dão conta que as duas não se bicam. Anitta já até falou sobre o assunto e garantiu não ter nada contra a colega. Mas, depois da última sexta-feira, ficou difícil para quem circulou pelos bastidores da Fundição Progresso acredi

Comando da Aeronáutica nada diz sobre as investigações da morte Eduardo Campos

”Faz quatro meses que o Comando da Aeronáutica nada diz sobre as investigações com o avião PR-AFA, que matou Eduardo Campos, em Santos. Como o Cenipa frisa que “não trabalha com “causas” de acidentes mas fatores preponderantes”, o silêncio dos militares só dá eco a rumores de que o Palácio do Planalto vetou a divulgação de informes sobre o andamento dos trabalhos, como é comum nesses casos, para associações da tragédia com a acirrada disputa pela Presidência da República.” fonte: http://www.acervodocastanha.com.br/morte-tragica-de-eduardo-campos-porque-o-silencio/

Extintores tipo BC devem ser trocados pelos de tipo ABC a partir de 1º de janeiro de 2015

Motoristas de  Belém  sentem dificuldade em trocar o extintor de carro para se adequarem a lei que passa a valer em 2015, quando os veículos deverão usar o modelo ABC. No Pará, os tipos de extintores  de veículos mais comuns dos quatro existentes no Brasil estão em falta, prejudicando motoristas que precisam trocar o equipamento.“Estou procurando desde sábado passado para ser mais exata e até agora nada”, lamenta a professora Brasília Bernard. A partir do dia 1º de janeiro de 2015 todos os extintores de incêndio para carros deverão ser do tipo ABC e não mais do BC. O motorista flagrado dirigindo com o extintor BC vencido ou fora das especificações, poderá ter o carro retido ou guinchado, com multa no valor de R$ 127 e cinco pontos registrados na carteira. Empréstimo de extintor Uma empresa de extintores resolveu inovar e criar uma alternativa para os motoristas. “É um empréstimo, ele leva um nosso do outro modelo no qual ele vai poder rodar com o carro e não ser penalizado pela

Petrobras têm queda de quase 40% em ações no ano, valor de mercado é menos R$ 87,182 bilhões

As ações da  Petrobras  fecharam o ano em queda, com perda de 37,6% no valor das ações preferenciais, segundo dados da Economatica. As ações ordinárias (sem direito a voto) tiveram desvalorização de 37,9%. Além disso, a empresa perdeu R$ 87,182 bilhões em valor de mercado, caindo de R$ 214,688 bilhões em 2013 para R$ 127,506 bilhões em 2014.   No último pregão do ano, nesta terça-feira (30), as ações ordinárias da Petrobras caíram 2,84%. A Bovespa terminou o dia no vermelho, após um início sem tendência definida. Em 2014, a bolsa brasileira acumulou queda de 2,91%. O Ibovespa, principal índice da bolsa, caiu 1,16% nesta terça, a 50.007 pontos.  Veja a cotação . No dia 30 de dezembro de 2013, o indicador havia fechado a 51.507 pontos, com  uma queda anual de 15,5% . No centro de um escândalo de corrupção, a Petrobras informou na véspera que  divulgará em janeiro do próximo ano o balanço do terceiro trimestre  de 2014, sem o relatório do auditor externo. Inicialmente, o re

As 10 musicas que dominou as paradas em 2014

São Paulo - A  música  sertaneja dominou as rádios brasileiras em 2014. Na lista divulgada pela agência Crowley, que mede quantas vezes as canções são executadas pelas emissoras do País, os sertanejos estiveram presentes em nove das dez primeiras posições. A exceção foi a 10ª colocada, que ficou para Happy, do cantor e produtor Pharrell Williams. A hegemonia do chamado sertanejo romântico, que já dominou os primeiros lugares em outras temporadas, afirma-se ano a ano como o único gênero popular de massas que não sofre com crises e baixas naturais a modismos, ao contrário do pagode romântico, forró universitário, axé music baiana, rap e o próprio rock nacional. O modelo econômico criado para o gênero, e fortalecido por figuras de empresários muitas vezes integrantes de duplas, como Sorocaba (do duo Fernando & Sorocaba) e o cantor Leonardo parecem à prova de abalos temporais sofridos. Luan Santana, o segundo colocado com a canção Cê Topa, tem uma fortuna estimada em mais de