Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 15, 2015

Oscar 2015 é nesse final de semana, fique por dentro

Pode admitir: a noite de entrega do  Oscar  é aquela em que você mais usa o Twitter. É o típico momento em que todo mundo perde a timidez e resolve dar palpites sobre tudo e qualquer coisa: da atuação dos atores à falta de graça dos esquetes dos apresentadores. >> Você entende de Oscar? Faça nosso teste e mostre que sabe tudo de cinema No próximo domingo, dia 22, caberá ao ator Neil Patrick Harris a tarefa de comandar a entrega dos prêmios. Ele terá também a difícil missão de atrair audiência para um espetáculo que corre o risco de produzir números chochos: os filmes indicados não levam jeito para blockbuster, muita gente vai preferir ligar a TV em outro programa. >> O que faltou nas indicações do Oscar 2015 Eu, que adoro  cinema  e gosto de ver gente bem vestida, não vou perder. Pelas redes sociais, vou comentar cada estatueta entregue. Para animar sua noite – e sua timeline – criei 10 sugestões de tuítes sobre o Oscar, que você pode copiar sem se acanhar. É

Quem são os beatos católicos que atraem multidões, e que afirmam ver e conversar com Maria

Aos 43 anos, o advogado carioca Pedro Siqueira tem, à primeira vista, um cotidiano comum. Casado, pai de um menino de 3 anos, ele trabalha na Advocacia-Geral da União (AGU), é fã de esportes e enfrenta diariamente os problemas de quem vive em uma grande cidade. A diferença é que Siqueira afirma ver e falar com Nossa Senhora. O advogado chega a reunir dez mil pessoas em celebrações nas quais reza o terço e profere mensagens que são atribuídas a Maria. E ele não é o único. No interior do Espírito Santo, a pacata cidade de Serra, com pouco mais de 400 mil habitantes, também virou ponto de peregrinação porque no jardim de uma casa são recolhidas folhas com desenhos e mensagens feitos por formigas a pedido de Nossa Senhora, segundo Maria Aparecida D’Ávilla, 56 anos, que cuida do santuário. Dona de casa, ela diz que vê e fala com a Virgem nas situações mais corriqueiras, como durante as compras no supermercado. Na Bahia, Pedro Regis, 45 anos, é seguido por multidões de até 50 mil pesso

Cadê a "Pátria Educadora"? Governo Dilma prejudica ensino básico ao superior

"Só a educação liberta um povo e lhe abre as portas de um futuro próspero”, cravou Dilma Rousseff em seu discurso de posse, em 1º de janeiro. A presidente justificou a alcunha de “pátria educadora” dada ao País nesse dia ao afirmar que “democratizar o conhecimento significa universalizar o acesso a um ensino de qualidade em todos os níveis, da creche à pós-graduação”. Palavras de impacto e com o aval de todos os brasileiros. Afinal, quem ousaria dizer que essa não é uma das áreas mais importantes para o desenvolvimento econômico e social de um povo? Mas medidas tomadas pelo governo mostram que ele está seguindo na direção oposta das palavras que abriram o segundo mandato da presidente eleita. Da educação básica ao ensino superior, sem distinção, todos os níveis apresentam graves problemas. Recentes mudanças no Programa de Financiamento Estudantil (Fies), por exemplo, podem deixar alunos fora do ensino superior. O corte orçamentário fará com que sejam subtraídos cerca de R$ 7 b

Trabalhadores em greve na GM de São Jose dos Campos SP

Cerca de 3.000 metalúrgicos do turno da manhã da General Motors de São José dos Campos decretaram greve nesta sexta-feira (20) na unidade do Vale do Paraíba (SP). A decisão foi tomada em assembleia nesta manhã.  Está prevista uma segunda assembleia com o segundo turno, hoje às 14h30, para votação da greve geral no local. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, a GM propôs a abertura de lay-off (suspensão do contrato de trabalho), por dois meses devido à crise que o setor automobilístico enfrenta. A linha de produção da GM de São Caetano do Sul, no ABC Paulista, não opera nesta semana de carnaval, para ajustar a produção à atual demanda do mercado, de acordo com informações da GM. Já as linhas de produção em Gravataí e em São José dos Campos não funcionaram na segunda-feira (16), na terça-feira (17) e na quarta-feira (18); ontem (19) e hoje (20) operam normalmente. O Sindicato informou que pedirá ao governo de Dilma Rousseff que edite uma Medida Provisór

Montadoras estudam corte na produção, fevereiro tem nova queda nas vendas

O mês de fevereiro continua fraco em vendas de veículos, a exemplo do que ocorreu no mês passado. Até quarta-feira, 19, foram vendidas apenas 108 mil unidades, incluindo caminhões e ônibus, o que representa queda de 12,4% em relação a janeiro e de 24,7% na comparação com fevereiro do ano passado. No acumulado de janeiro até agora, as vendas caíram 20,6% em relação a igual período de 2014, para 361,8 mil unidades, segundo dados do mercado. Diante desse cenário, as montadoras estudam novas medidas de corte na produção e até demissões. A General Motors alega ter cerca de 700 trabalhadores excedentes na fábrica de São José dos Campos (SP), segundo o sindicato dos metalúrgicos local, que teme que ocorram demissões.A empresa estendeu até esta sexta-feira, 20, um Programa de Demissão Voluntária (PDV) que deveria ter sido encerrado na sexta-feira na tentativa de atrair o pessoal que estava em lay-off (contratos suspensos) e que retornou ao trabalho na semana passada. Até esta quint

Bolsa Família: Pesquisa IBGE, um em cada cinco jovens não trabalha nem estuda

A “geração nem-nem”, representada por jovens de 15 a 29 anos que não trabalham nem estudam, chegou à marca de 20,3% da população nessa faixa etária em 2013, segundo a Síntese de Indicadores Sociais 2014, divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira (17). De acordo com o estudo, a maioria dos jovens dessa faixa etária só trabalha (44%). Depois, os brasileiros que têm idade nesse intervalo e só estudam são 22,7%. Por fim, 13% desse recorte da população só estuda. Os jovens de 15 a 29 anos de idade são um quarto da população brasileira e estão em metade das casas das famílias brasileiras. Considerando apenas a “geração nem-nem”, Nordeste e Sudeste lideram o ranking de pessoas que não estudam nem trabalham nessa faixa etária.  Leia mais notícias de Brasil e Política Entre os jovens nordestinos de 15 a 29 anos, 35,2% não trabalham nem estudam. Entre os jovens do Sudeste, 37,9% não trabalham nem estudam. A “geração nem-nem” é minoria

São Paulo e Califórnia, secas iguais, resultados diferentes

O ano era 2014. Com menos chuvas durante o verão desde 2011, o Estado enfrentava a pior seca de sua história. Alguns reservatórios de água tinham apenas 10% da capacidade. Era também ano eleitoral, pouco convidativo a más notícias. O governador, eleito em 2010, buscava a reeleição. A ameaça de faltar água poderia ameaçar seu amplo favoritismo nas urnas. Essa história vale para São Paulo, Estado mais rico e populoso do Brasil, com PIB de R$ 1,4 trilhão e 44 milhões de habitantes. Mas estamos falando da Califórnia, Estado mais rico e populoso dos  Estados Unidos , com PIB de R$ 6 trilhões e 38 milhões de habitantes. Diferentes no clima, na geografia e nos padrões de consumo, há um ano São Paulo e Califórnia estavam diante de uma crise hídrica em ano eleitoral. O que as autoridades brasileiras fizeram, e as consequências disso, pode ser percebido ao abrir-se a torneira. Enquanto isso, na Califórnia... Como diria o cantor Lulu Santos, “na Califórnia é diferente, irmão”. >

Aposentadoria e cargo na prefeitura de SP, Eduardo Suplicy tem renda de R$ 52,2 mil mensais

, o ex-senador Eduardo Suplicy (PT-SP) não conseguiu ver sua principal bandeira política, o "renda mínima" cidadania, ser colocado em prática. Mas a passagem do petista pelo Congresso lhe garantiu, desde o início do mês, uma aposentadoria de cerca de R$ 33 mil por mês, quase o teto do funcionalismo. Somado ao salário de R$ 19,2 mil como secretário municipal de Direitos Humanos da gestão Fernando Haddad na prefeitura de São Paulo, Suplicy terá a seu dispor uma renda garantida  O teto do funcionalismo - o máximo que um servidor público na ativa pode receber - foi elevado em janeiro de R$ 29,4 mil para R$ 33,7 mil. Mas o Poder Judiciário nunca se pronunciou de maneira cabal sobre a questão de eventuais aposentadorias ou pensões entrarem no cômputo do teto salarial. Câmara e Senado usam decisões do Tribunal de Contas da União (TCU), amparadas em resolução do Conselho Nacional de Justiça, para justificar eventuais "estouros" no teto. O petista foi benefic