Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 26, 2015

Falta de perspectiva ameaçam a juventude mais escolarizada, jovens bem preparados e sem emprego

Há seis meses, o administrador de empresas Carlos Negri, 27 anos, recebeu a notícia mais temida em tempos de crise: a empresa em que trabalhava faria cortes na equipe. Formado em administração de empresas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e com MBA em Riscos e Compliance, o jovem atuava na área de fiscalização e processos da Companhia Siderúrgica Nacional. Com a recessão, as metas de lucro não foram atingidas e ele foi demitido. Assimilado o revés, Negri começou a procurar emprego em sites especializados e a enviar currículos para empresas. Mesmo com formação exemplar e experiência na área, nenhuma empresa o chamou. Neste ano, teve apenas um retorno, mas a vaga não era compatível com seus anseios e ele decidiu procurar mais um pouco. “Contratei até um consultor para ajudar na minha recolocação profissional”, diz. O administrador de empresas faz parte de uma geração de jovens com idade entre 16 e 29 anos, competentes e com bom nível de escolaridade, cujo po

Como ter um milhão de reais aos 60 anos?, Assista o vídeo

São Paulo - Com um pouco de  planejamento  e disciplina, acumular 1 milhão de reais até os 60 anos deixa de ser um sonho para se tornar uma meta mais do que possível. Veja no  vídeo de finanças pessoais  de hoje, com o professor Samy Dana, da Fundação Getúlio Vargas, as dicas para alcançar o seu primeiro milhão. fonte: http://exame.abril.com.br/videos/seu-dinheiro-na-tv/como-ter-um-milhao-de-reais-aos-60-anos/

As suspeitas de tráfico de influência internacional sobre o ex-presidente Lula

PRESTÍGIO O presidente de Gana, John Dramani Mahama, veio ao Brasil em 2014 para lançar seu livro Meu primeiro golpe de Estado. Aproveitou para visitar Lula e executivos da Odebrecht (Foto: Erika Santelices/AFP) >>  Trecho da reportagem de capa de ÉPOCA desta semana Quando entregou a  faixa presidencial  a sua pupila,  Dilma Rousseff , em janeiro de 2011, o petista  Luiz Inácio Lula da Silva  deixou o  Palácio do Planalto , mas não o poder. Saiu de Brasília com um  capital político  imenso, incomparável na história recente do Brasil. Manteve-se  influente no PT , no governo e junto aos  líderes da América Latina e da África  – líderes, muitos deles tiranetes, que conhecera e seduzira em seus oito anos como  presidente , a fim de, sobretudo, mover a caneta de seus respectivos governos em favor das empresas brasileiras.  Mais especificamente, em favor das  grandes empreiteiras  do país, contratadas por esses mesmos governos estrangeiros para tocar obras bili

Professor do Paraná conta por que foi baleado no olho

De repente senti a pancada. Me abaixei, coloquei a mão no olho e o sangue jorrou. Fiquei meio atordoado nessa hora. Pedi ajuda e saímos correndo. Nós, professores deste país, devemos lutar pelos nossos direitos. Eu não dei a cara para bater, dei o olho. Mas prefiro perder o olho lutando do que ficar em casa vendo meus amigos de profissão apanhando, levando tiro e sofrendo com a ação da polícia, que também é explorada pelo governo. Saí do hospital muito revoltado. Eu não estava atacando pedras, só tinha uma câmera na mão. Se não tivessem maldade, deviam ter atirado nas pernas. Por que mirar na direção da cabeça? Quando voltei a encontrá-los, disse para os policiais: se eles são covardes e não têm capacidade de lutar pelo que é direito deles, nós lutamos e era só por isso que estávamos lá hoje. Foi uma guerra. O efetivo policial era muito grande e o uso da força, desproporcional. Esse 29 de abril não era para ser normal. Era o dia da votação do projeto de confiscar R$ 8 bilhões e

Jeep Renegade 1.8 manual chega para dar trabalho

A suspensão topa-tudo está lá, e o acabamento caprichado também. O interior é idêntico, os equipamentos são quase os mesmos. Mas aquela força… A Jeep conseguiu deixar o Renegade Sport 1.8 flex de entrada tão bacana quanto o 2.0 a diesel no estilo e na cabine, o que dá um baita ânimo em quem tem o orçamento limitado nos R$ 70 mil. No entanto, a gente havia dirigido o Jeep mais barato e tinha achado que o motor era um tanto limitado para o peso do bicho. Agora pegamos o modelo por mais tempo para um teste completo. E a primeira impressão se confirmou apenas em parte. Como já dissemos outras vezes, o Renegade foi projetado para uso off-road mais intenso, o que cai perfeitamente bem na versão 4×4 a diesel (que tem motorzão 2.0 turbo de 170 cv e 35,7 kgfm), mas acabou que as versões 1.8 flex ficaram com o ônus (o peso elevado) sem ter o bônus (motor à altura). Este modelo Sport com câmbio manual acusa nada menos que 1.393 kg na balança, enquanto um Honda HR-V também manual não passa

Paraná, professor Affonso Cardoso Aquiles;" lecionei para o filho desse policial que atirou bala de borracha em meu rosto"

O professor de sociologia Affonso Cardoso Aquiles, 31, foi uma das vítimas do embate entre policiais e manifestantes que ocorreu nesta quarta-feira (29), no Centro Cívico de Curitiba. Ele levou um tiro no rosto e outro na perna. "Assim que me acertaram na cara, fui procurar uma ambulância. No caminho, no entanto, fui atingido novamente", conta. Aquiles estava próximo da grade de proteção armada pelos policiais para proteger a Assembleia Legislativa. "Só lembro-me de ter virado o rosto para o lado, na direção da polícia, e sentir um tranco. Na hora não senti dor. Ao olhar para baixo, vi uma 'bolinha' [estilhaço] cair no chão e um monte de sangue escorrendo do meu rosto", relata. Para estancar o sangue, ele usou sua camiseta, estampada com a frase "Quem luta, faz acontecer".  Ao chegar à ambulância,  ajudado por outros manifestantes, não pôde entrar, pois estava repleta de feridos. Foi encaminhado, então, por guardas até a Prefeitura de Curit

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), tira direitos previdenciários de professores e manda PM descer o cassetete

Um protesto de professores estaduais terminou em confronto com a Polícia Militar nesta quarta-feira em Curitiba, no Paraná. Cerca de 200 pessoas ficaram feridas - algumas em estado grave, segundo a Guarda Civil da cidade. Manifestantes se refugiaram no pátio da sede da prefeitura de Curitiba, administrada pelo prefeito Gustavo Fruet (PDT), que reclamou da repressão dos policiais. O sindicato contabilizou mais de 280 feridos. O conflito teve início por volta das 15 horas, em frente à Assembleia Legislativa, quando deputados estaduais começaram a sessão para votar um projeto de lei que altera a previdência estadual e enfrenta oposição do funcionalismo. Com maioria na Assembleia, o governador Beto Richa (PSDB) conseguiu a aprovação do projeto, que depende apenas da sua sanção para entrar em vigor. A medida prevê mudanças no regime de previdência social dos servidores paranaenses, formado pos três tipos de fundo: Militar, Financeiro e Previdenciário. Pela proposta aprovada, 33.00