Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 28, 2015

Sophie Charlotte a bela do balé

Pelas costas retinhas, pescoço alongado e elegante movimentação de Sophie Charlotte, 26, a Alice da novela  Babilônia , já dava para notar que boa parte da vida da atriz foi passada dentro de uma sala de balé. Sophie conta, entretanto, que sua história com a dança é de nível profissional: aos 18 anos, ela se formou em balé clássico, jazz e sapateado. "Por causa da dança, aprendi a costurar, já que tinha de preparar minhas sapatilhas, a tocar piano, a comer direito e a me maquiar", diz ela. A vida na ponta do pé foi preterida por uma à frente das câmeras com, até agora, razoável sucesso: Sophie ganhou ao menos quinze bons papéis e até um noivo. O ator Daniel Oliveira revelou recentemente que pediu sua mão no quintal da casa de um amigo, perto de um balanço e embaixo de um pé de manga. Mais detalhes sobre a ultrarromântica vida de Sophie estarão na próxima edição da revista BOA FORMA, que trará a atriz e bailarina em uma matéria especial de capa. fonte: http://veja.abril

Conheça os papamóveis usado pelo Papa

Na próxima semana o carismático Papa Francisco visitará pela segunda vez a América do Sul. Depois de vir ao Brasil em 2013, o Sumo Pontífice argentino agora passará por Equador, Bolívia e Paraguai. Nossos parceiros de  Argentina Autoblog  foram conferir com as fabricantes desses três países quais serão os “papamóveis” utilizados nessas visitas. Confira abaixo. Papamóvel Chevrolet D-Max Feito pela  General Motors  do Equador, a picape será utilizada por Bergoglio durante a visita pela cidade de Guaiaquil, a maior do país. Apesar de ser um produto da japonesa  Isuzu , a picape também é vendida no Equador com o logo da  Chevrolet  – no lugar do que seria a nossa S10 . É equipada com vários elementos de conforto, mas não conta com blindagem. O detalhe mais interessante é o símbolo do San Lorenzo, clube pelo qual o Papa torce na Argentina, na cabine. Papamóvel Jeep Wrangler Também será usada no Equador,  mas durante a visita pela capital Quito. Baseada na versão  Unlimit

Após queda nas vendas, Mitsubishi dará férias coletivas

A  Mitsubishi  também dará  férias coletivas  em sua fábrica brasileira, situada em Catalão (GO), entre os dias 6 e 15 de julho. A medida foi necessária por causa da retração de mercado. No primeiro semestre a fabricante teve pouco mais de 22 mil unidades emplacadas, volume 21,6% menor que o do mesmo período do ano passado. Na manhã de quinta-feira, 2, terminou a paralisação iniciada no dia 1º na fábrica da Mitsubishi, em Catalão (GO), em protesto contra 160 demissões feitas pela fabricante. Em assembleia, os trabalhadores aceitaram uma proposta levada pelo Simecat, o sindicato dos metalúrgicos da cidade.  Segundo a entidade, entre os termos aprovados estão a readmissão de dez trabalhadores. Destes, oito são portadores de necessidades especiais, um tem estabilidade e o outro é um dos cônjuges de um casal dispensado. A Mitsubishi concederá R$ 3 mil de abono e dois meses de vale-alimentação aos demitidos. Ainda segundo o Simecat, a fabricante concedeu 90 dias de estabilidade a todo

Nicolás Maduro o ditador das prateleiras vazias na Venezuela

A lista de produtos que os venezuelanos não encontrarão nas prateleiras dos supermercado acaba de aumentar. A cerveja acaba de entrar para a relação de itens atingidos pelo desabastecimento crônico que assola o país. Devido a uma disputa referente ao pagamento de contas, o presidente bolivariano  Nicolás Madurou  mandou fechar as fábricas da Polar, responsável pela produção de 80% das cervejas consumidas na Venezuela. Metade das cervejarias está paralisada, enquanto o restante opera com a capacidade reduzida. Além do índice de inflação galopante que atinge a economia venezuelana, o desabastecimento de produtos básicos e de primeira necessidade nos supermercados tem provocado transtornos para a população. São frequentes os relatos de que falta leite, papel higiênico, farinha e até remédios no país. O regime chavista impôs nos últimos anos um controle rígido sobre o preço e a quantidade de produtos alimentícios e de higiene que as pessoas podem comprar, o que, na visão de especialista

Ministério Público pede investigação racista contra Maria Julia Coutinho do JN

Após aos inúmeros  comentários ofensivos direcionados à jornalista Maria Júlia Coutinho na página do "Jornal Nacional" no Facebook , o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Coordenadoria de Direitos Humanos, solicitou, nesta sexta-feira (3), à Promotoria de Investigação Penal que acompanhe o caso, com rigor, junto à Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI)., O promotor Marcio Mothé, do MPRJ, se diz surpreso com a quantidade de ataques racistas que a jornalista sofreu e pede que as pessoas denunciem casos como estes pela ouvidoria ou através do telefone  127. "Cada vez entend Ministério Público  o menos do ser humano, é uma aberração. O Ministério Público vai agir com todo rigor possível para que essas pessoas sejam punidas de forma exemplar. Existe uma Delegacia de Repressão a Crimes de Informática e estamos encaminhando um pedido para apurar o caso com todo rigor. Essas pessoas têm que ser punidas. É um absurdo que esse ti

Somo todos Maju sobre comentários racistas na internet

A equipe do  Jornal Nacional  partiu em defesa da jornalista Maria Júlia Coutinho nesta sexta-feira depois de ela ser hostilizada na página do programa no Facebook com comentários racistas. Em uma foto dela postada na página com a previsão do tempo, alguns usuários da rede social escreveram barbaridades como "Não tenho TV colorida para ficar olhando essa preta não", "Não bebo café pra não ter intimidade com preto", "preta imunda" e "preta macaca". Em resposta, a equipe do telejornal publicou um vídeo, replicado em outras redes sociais, em que o âncora William Bonner aparece ao lado da colega Renata Vasconcelos e de outros funcionários da Globo para divulgar uma mensagem de apoio a Maria Júlia. Na gravação, Bonner, sua companheira de bancada no  JN  e outros jornalistas aparecem falando: "Somos todos Maju". O vídeo recebeu como legenda apenas as hashtags #‎SomosTodosMajuCoutinho e #‎SomosTodosMaju, que rapidamente se espalharam

Veja os automóveis e comerciais mais vendidos em junho

Cada vez mais líder, o Palio novamente garantiu uma vantagem confortável em relação aos principais adversários em junho. Único modelo a superar as 10 mil unidades pelo segundo mês consecutivo, o modelo da Fiat (10.582) assegurou pouco mais de 1,4 mil unidades de vantagem sobre o rival mais próximo. Repetindo a posição de maio, o Hyundai HB20 (9.165) derrotou o Chevrolet Onix (8.871), quarto no mês anterior, por menos de 300 unidades. O VW Gol (7.292) garantiu a quarta posição, com o VW Fox / Crossfox (7.004) logo em seguida. Repetindo o feito do mês anterior, o Toyota Corolla (5.811), oitavo, foi novamente o sedã número 1 na preferência dos consumidores. À frente do japonês, o Renault Sandero emplacou 6.464 unidades. Com menos de 500 unidades de desvantagem em relação ao Fiat Uno (5.714), o Honda HR-V (5.229), líder entre os SUVs/crossovers, registrou seu recorde de vendas e garantiu presença no top 10 pela primeira vez. Quem também se destacou foi o Jeep Renegade, qu

Brasil vai ter mais de 40 carros novos até o fim do ano

O mercado pode estar em retração, mas nem o  pior semestre em vendas dos últimos oito anos   reduz o ritmo frenético de lançamentos do mercado brasileiro. Pelo contrário: quem mais perdeu espaço (caso de GM, Volkswagen e Peugeot, por exemplo) quer aproveitar a segunda metade de 2015 para tentar a recuperação. Já as fabricantes que investem em novas fábricas no país preparam terreno para novos modelos nacionais ou com tecnologia de motorização bicombustível UOL Carros  listou mais de 40 modelos que devem ganhar as ruas do país até o fim do ano. Desses, 12 são inéditos e sete representam troca de geração. Há ainda re-estilizações e chegada de novas versões com novos equipamentos ou motorização. Além disso, cinco que terão produção nacionalizada. Ainda há promessas sem data determinada, mas que devem aparecer ainda em 2015. Confira o cronograma completo na lista abaixo, e acesse o álbum de fotos para conhecer detalhes de cada novidade. JULHO:  Audi Q3 2016; Chevrolet S10 High

Governo Dilma dá calote e não vai pagar 50% abono salarial

Brasília - Cerca de metade dos  trabalhadores  com direito ao abono salarial de 2015 só receberão o benefício no próximo ano. O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou a extensão do calendário de pagamento. A mudança fará o  governo  economizar R$ 9 bilhões neste ano. Em vez do cronograma tradicional de pagamento, de julho a outubro, o abono será pago em 12 meses, de julho deste ano até junho de 2016. Do total de R$ 19,1 bilhões previstos, R$ 10,1 bilhões serão desembolsados neste ano. A medida foi aprovada pelo conselho, que reúne representantes do governo, dos empresários e dos trabalhadores, em reunião na manhã de hoje (2). Neste ano, o governo tinha tentado restringir a concessão do abono salarial, destinado ao trabalhador com carteira assinada, que ganha até dois salários mínimos e que trabalhou pelo menos 30 dias. O Congresso chegou a aprovar a Medida Provisória 665, que previa a concessão do benefício a quem tinha trabalha

Volkswagen vai colocar 2.357 funcionários em regime de layoff

O sindicato que reúne os trabalhadores da fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, confirma que a marca deve colocar em breve aproximadamente 2.357 funcionários em regime de layoff (suspensão temporária do contrato de trabalho). Oficialmente a marca não comentou o assunto, mas a entidade adianta que a medida passará a valer a partir do próximo dia 6. Como em outras ocasiões, a ação tem o objetivo de adequar o ritmo de produção à baixa demanda do mercado. Responsável pela montagem dos modelos Gol e Saveiro, a fábrica tem atualmente 12 mil funcionários, sendo 8 mil unicamente da área de produção. Até 2014, o volume diário de veículos produzidos girava em torno dos 1.400 exemplares, mas com a queda das vendas o número caiu para cerca de 800. A redução é reflexo direto do comportamento do mercado: de janeiro a maio deste ano os emplacamentos da marca no segmento de automóveis caiu 18,5% e na categoria de comerciais leves, 32,6%. fonte: http://carplace.uol.

Cunha diz que Temer está sendo sabotado pelo PT

Dando mais um "recado" do tamanho da crise entre o PMDB e o governo, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), defendeu nesta quinta-feira, 2, publicamente que o vice-presidente Michel Temer deixe a articulação política do Palácio do Planalto após a fim das votações do ajuste fiscal. Temer é presidente nacional do PMDB e assumiu as funções da Secretaria de Relações Institucionais (SRI) após a presidente Dilma Rousseff afastar o então ministro Pepe Vargas (PT-RS), que não tinha interlocução com Cunha e estava sem condições de negociar com a base aliada. "O Michel entrou para tentar melhorar essa articulação política e está claramente sendo sabotado por parte do PT. Eu acho que, a continuar desse jeito, o Michel deveria deixar a articulação política", defendeu Cunha nesta manhã, numa coletiva de imprensa recheada de ataques ao governo Dilma e ao PT. "Do jeito que está indo aqui - com o governo se misturando com o PT - o PMDB deve ficar longe dessa artic

Mitsubishi demite 200 e metalúrgicos para a produção

Os trabalhadores da  Mitsubishi  realizaram uma  paralisação  na quarta-feira, 1º, em protesto contra as demissões feitas na fábrica de Catalão (GO). A manifestação ocorreu em razão de cerca de 200 cortes feitos na unidade. Desse total, 29 teriam aderido ao Plano de Demissão Voluntária (PDV) aberto na semana anterior.  Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão (Simecat), os trabalhadores se queixam de “cortes arbitrários e sem critério”, como a demissão de um casal. Ainda de acordo com o sindicato, a Mitsubishi alega a necessidade de fechamento de 400 postos de trabalho em decorrência da queda nas vendas de veículos. O sindicato teria apresentado alternativas como dayoff, layoff, férias coletivas e diminuição de jornada com redução de salário, todas recusadas pela fabricante.  Procurada, a Mitsubishi reconheceu a ocorrência da paralisação pela manhã e informa que parte dos trabalhadores voltou à fábrica à tarde. O sindicato confirma o fato de não ter impedido que ninguém voltas

Câmara aprova em primeiro turno proposta reduza a maioridade penal de 18 para 16 anos

O expediente da última quarta-feira (1º) terminou na madrugada de quinta para os parlamentares da Câmara dos Deputados. Um novo texto para a Proposta de Emenda Constitucional da redução da maioridade penal  (PEC 171/93) foi aprovado na madrugada desta quinta-feira (2) no Plenário da Câmara dos Deputados.  Foram 323 votos a favor, 155 contrários e 2 abstenções . Em 24 horas, um acordo entre líderes,  articulado pelo presidente da Câmara ,  Eduardo Cunha  (PMDB-RJ), possibilitou a virada no placar. Na noite de terça para quarta, texto semelhante havia sido  rejeitado pelos deputados , com 303 votos favoráveis e 184 contrários. O texto rejeitado incluía outros crimes, como tráfico de drogas e roubo qualificado. Por se tratar de uma PEC, são necessários 308 votos — 3/5 dos 513 deputados — para aprovação. O texto aprovado nesta quinta-feira estabelece  redução da maioridade penal , de 18 para 16 anos, nos casos de crimes hediondos (estupro, sequestro, homicídio qualificado e outros)

Menos cadeias, mais escolas, com seios de fora, grupos protesta contra a PEC

Grupos contra a da PEC da redução da maioridade penal fazem protesto em frente ao Congresso Mulheres tiraram a roupa e mostraram os seios em protesto contra a PEC da redução da maioridade penal na tarde desta terça-feira (30) em frente ao Congresso Nacional, em Brasília. Os manifestantes contrários à proposta demonstram sua insatisfação com pinturas no corpo e usam faixas com expressões como “Menos cadeias, mais escolas”, “Redução não é a solução” e “Estudantes contra a redução”. Mas há também quem proteste a favor da redução. Para chamar atenção, o grupo que apoia a medida fixou cruzes no gramado do Congresso para simbolizar as vítimas de crimes praticados por adolescentes. Aprovada na comissão especial estabelecida na Câmara dos Deputados, a PEC 171/93 recebeu 21 votos favoráveis contra seis votos contrários ao texto. Originalmente, o relator Laerte Bessa (PR-DF) pretendia apresentar um relatório pedindo a redução da maioridade penal para 16 anos em todos os casos. Par