Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 13, 2015

Mamando 40 vezes por dia, quíntuplos aos 8 meses já celebram o Natal

Oito meses desde o  nascimento dos quíntuplos  que ficaram famosos em todo o País, os pais deles, Karina Bárbara Barreira, de 35 anos, e João Biagi Júnior, de 36, contaram ao  G1  que vivem totalmente em função dos bebês. Arthur, Lais, Gabriela, Giulia e Melissa, que passarão na semana que vem o primeiro Natal junto com a família, estão cheios de saúde, consumindo mais de 40 mamadeiras de leite por dia e usando a mesma quantidade de fraldas diariamente. Quíntuplos ficaram internados em sala especial após o parto (Foto: Letícia Macedo/ G1) Os quíntuplos têm feito a alegria da família. Por causa dos cuidados com os bebês, entretanto, João precisou sair do emprego. “Geralmente durante a semana a minha sogra ajuda a gente com as crianças. Não temos mais tempo para sair, vivemos para os nossos filhos”, disse o pai. O casal tem tido vários gastos com a alimentação, pois, além do leite, as crianças precisam tomar uma vitamina até os 3 anos, pelo fato de terem nascido prematuras. M

A revolta da indústria paulista, os empresários querem o impeachment

Paulo Skaf, presidente da Fiesp Em mais uma semana de notícias desastrosas para a economia brasileira, o empresariado demonstrou seu profundo descontentamento com o governo Dilma Rousseff. De acordo com uma pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), 91% dos executivos paulistas são favoráveis à abertura do processo de impeachment da presidente. Com 34,3% da indústria nacional ali baseada, São Paulo é o estado mais importante para o setor no País. “A esperança de que Dilma recupere credibilidade para que a economia volte a girar desapareceu”, diz Paulo Skaf, presidente da Fiesp. “Por essa razão, o meio empresarial está buscando mudanças na política.” Candidato a governador pelo PMDB em 2014, Skaf afirma que o levantamento da Fiesp não tem nada a ver com a política partidária: “Na eleição passada, eu não apoiei a Dilma e fiquei numa saia justa com o Michel Temer”, afirma. “Agora, para evitar essa conversa injusta, nós fizemos uma pesquisa ouvindo

Aedes aegypti que transmite o zika está com os dias contado em São Carlos (SP)

USP São Carlos (SP) O  coordenador da rede de cientistas que combaterá o vírus da zika em  São Paulo , Paolo Zanotto, afirmou que a cidade de São Carlos, no interior paulista, deverá testar a estratégia mais inovadora no combate ao mosquito e a dengue. "A ideia é criar em alguns municípios do Estado um sistema de controle total das doenças. Se funcionar em São Carlos, poderá ser a primeira cidade livre do 'Aedes' no Brasil", disse. Uma das estratégias para acabar com o mosquito, segundo Zanotto, é o uso de um micro-organismo chamado Bacillus thuringiensis israelensis (BTI), que extermina as larvas do Aedes, mas é inofensivo para vertebrados - e pode até ser ingerido por humanos. "São pequenas esferas que jogamos nos criadouros. Em menos de cinco horas, o bacilo mata 50% das larvas. Depois disso, a letalidade aumenta, matando quase 100% delas por mais de 10 semanas", explicou. Zanotto contou que se reuniu ontem com o secretário de Saúde de São C

Museu do Amanhã, espetáculo cultural no Rio de Janeiro

O Museu do Amanhã, na zona portuária do Rio de Janeiro Um dos símbolos da revitalização da região portuária do Rio de Janeiro, o Museu do Amanhã está prestes a abrir as portas para o público na Praça Mauá. De sábado (19) para domingo, o museu realiza o "viradão do amanhã", com atividades culturais ao longo dos dois dias e a abertura do espaço para os visitantes. Das 10h de sábado às 18h de domingo (com um recesso das 7h às 10h de domingo, para manutenção), as portas do Museu do Amanhã estarão abertas para o público, com entrada gratuita. São mais de vinte atrações na nova Praça Mauá, com destaque para o espetáculo Bossa Negra, que reúne o bandolinista Hamilton de Holanda e o cantor Diogo Nogueira, e a Orquestra Sinfônica Brasileira, que encerra o evento no domingo. Confira a programação completa: Sábado (19) Espaço Infanto Juvenil 10h - Roda de Cacuriá As Três Marias 11h - Tapetes Contadores de Histórias 12h - Oficina de Hortas Verticais com Anderson

Brasil é dono do Surf mundial com vitória de Minerinho

Em 2014, a maré que conduziu Gabriel Medina a ser o primeiro brasileiro campeão mundial de surfe e colocou em evidência nomes como Adriano de Souza e Filipe Toledo fez a boa fase do país ganhar o apelido de Brazilian Storm (Tempestade Brasileira, traduzindo para o português). Mas aí veio 2015 para mostrar que essa tempestade não era passageira. O encerramento da temporada deste ano da World Surf League (WSL), nas tradicionais ondas de Pipeline, no Havaí, nesta quinta-feira, consagrou o domínio brasileiro tanto na divisão de elite quanto na de acesso mundial. A começar por Mineirinho, de 28 anos,  campeão mundial na elite pela primeira vez , após avançar à final no Havaí e ser ajudado pela eliminação do australiano Mick Fanning, que liderava o ranking da WSL e caiu ante Medina na semifinal. O paulista, que já foi o melhor do mundo na categoria júnior (2004) e na divisão de acesso (2011), finalizou a conquista inédita vencendo a etapa de Pipeline, batendo o amigo Gabriel Medina

Conheça o primeiro (e único) homem que se curou do HIV

Em 2010 o mundo veio a conhecer o caso de Timothy Ray Brown. Brown é um norte-americano, soropositivo desde 1995, que morava na Alemanha. Em 2006, descobriu que sofria de leucemia. Seu tratamento contra essa doença incluiu radioterapia e dois transplantes de células-tronco, adquiridas de um doador alemão. Ao fim do tratamento, o “Paciente de Berlim”, como veio a ser conhecido, estava curado não apenas da leucemia, mas também do HIV. A cura se deve ao trabalho do médico Gero Huetter, o hematologista que tratava Brown na Universidade de Medicina de Berlim. Quando fez o transplante de medula óssea em Brown para tratar sua leucemia, Huetter implantou células doadas de um paciente que possuía uma mutação genética, que tornava seu organismo imune ao HIV. O HIV usa as células do sistema imunológico para se replicar. Se ele não consegue penetrar nas células do sistema imunológico, ele não sobrevive. A teoria de Huetter era que, se todas as células imunológicas de um paciente soropositiv

Jovem de Blumenau (SC) chama atenção por semelhança com Elsa, de 'Frozen'

        A jovem  Andressa Damiani , de 23 anos, virou notícia na imprensa internacional por sua semelhança com  Elsa , personagem do filme "Frozen - Uma Aventura Congelante".  Fã também da Barbie, a jovem, que vive em  Blumenau  (SC), ainda usa lentes de contato para imitar os olhos da boneca. Ao Mirror, ela contou que sua aparência de boneca surpreende as pessoas nas ruas e que adora ser comparada à personagem da Disney. "Desde que me lembro eu sempre pareci com uma boneca, e mal uso maquiagem pesada no meu dia a dia", explica ela.  "As pessoas dizem que têm medo de mim, porque pareço muito com uma boneca. À noite, elas ficam tão assustadas se me veem andando nas ruas que caminham em outra direção", acrescenta. Andressa ainda contou que sempre teve as feições de uma boneca. "Eu tinha uma aparência muito infantil e isso se manteve.   Não me desenvolvi como as outras garotas, e isso me levou a me tornar uma adolescente muito insegur

A reestilizações polêmicas no Brasil

Uma reestilização muda a vida de qualquer carro. De mico a objeto de desejo ou de sucesso de vendas a uma aberração sobre rodas, a atualização visual é um recurso bastante utilizado pelas montadoras para prolongar a vida de projetos defasados.Separamos abaixo oito exemplos de reestilizações realizadas no Brasil, que determinaram o sucesso ou a decadência de alguns modelos no mercado nacional. Chevrolet Cobalt Ao ser lançado em 2011, o  Cobalt  não foi bem recebido. Pode botar a "culpa" no design de linhas desajeitadas, com faróis e grade frontal desproporcionalmente grandes para o porte do sedã. Demorou quatro anos, mas o jogo virou com a chegada de sua  primeira reestilização , assinada pelo mesmo designer (Carlos Barba) do projeto original. Com faróis mais finos e horizontais e lanternas invadindo a tampa do porta-malas, o Cobalt, enfim, ficou bonito. Ford Fiesta Bonita e moderna, a quarta geração do Fiesta foi um sucesso no Brasil. O design inspirado

Política do PT fecha quase 1 milhão de empregos com carteira em 2015

No mês de novembro, o Brasil fechou 130.629 vagas formais de emprego, segundo informou o Ministério do Trabalho e Previdência Social, o pior resultado para o mês da série histórica iniciada em 1992. Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) são fruto de 1.179.079 admissões e 1.309.708 demissões. O resultado foi muito inferior ao registrado em novembro do ano passado, quando o dado ficou positivo em 8.381 vagas pela série sem ajuste. No acumulado dos últimos 12 meses, o País fechou 1.527.463 vagas, com ajuste, ou seja, incluindo informações passadas pelas empresas fora do prazo. Desde janeiro deste ano, o saldo de postos fechados é de 945.363, também com ajuste. A indústria de transformação foi a responsável pelo maior número de vagas formais de trabalho fechadas em novembro. No total, foram encerrados 77.341 postos no setor. O segundo maior responsável por fechamento de vagas no mês foi a construção civil, importante termômetro da atividade econômica. Em nove

Ciúmes, rapaz arrasta namorada pelo cabelo durante briga

  A Polícia Civil do Distrito Federal investiga um caso de agressão cometida por um jovem de 21 anos contra a então namorada, uma  estudante  de odontologia de 19 anos. O caso ganhou repercussão depois de a garota revelar a história em uma rede social. Ela diz que o então namorado chegou a puxá-la pelo cabelo e arrastá-la pelo chão durante a briga. O caso ocorreu no último domingo (13), em  Águas Claras . Os dois foram parar na delegacia, e o jovem só foi liberado depois de pagar fiança de R$ 2 mil. A estudante Poanka Faleiros postou uma foto em rede social em que aparece com machucados no rosto e pernas e conta a história da agressão; até o fim da manhã desta sexta, já eram mais de 75 mil curtidas e 9 mil compartilhamentos. “Estávamos brigando e deixei minhas maquiagens caírem no chão e ele chutou. Quando a briga começou a esquentar, eu sentei em frente ao prédio e foi onde tudo aconteceu. Como eu não estava respondendo mais para a briga não continuar, ele me puxou pelo cabelo e