Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 7, 2016

Rio 2016: Como Rafaela venceu seu passado

Rafaela Silva: medalha de ouro na Rio 2016 (Foto: Andre Arruda/ÉPOCA) A judoca brasileira que superou a infância pobre na Cidade de Deus, uma derrota olímpica, a humilhação pública e a depressão para ganhar ouro do lado de casa Diante do pódio, a judoca  Rafaela Silva  tem o olhar concentrado. Balança de um lado para o outro, como no início de uma luta. Parece estar pronta para enfrentar mais uma adversária. Estamos na Arena Carioca 2, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, diante da primeira brasileira a ganhar uma medalha de ouro nos Jogos. “Medalha de ouro, representando o Brasil: Rafaela Silva”, anuncia a locutora. Ela sobe no pódio. Levanta os braços, acena para o público. Um sorriso começa a se desenhar no rosto da judoca de 24 anos. Rafaela recebe a medalha, alisa-a, aperta, sente seu peso. Os olhos se enchem de lágrimas.  Ela venceu. O que se passava em sua cabeça naquele momento? Rafaela conta que ali, diante do pódio, para ganhar sua medalha de ouro, foi tomada por

Rio 2016: Phelps quebra recorde olímpico de 2 mil anos

Até agora, ninguém tinha conseguido superar as 12 medalhas de ouro de Leônidas de Rodes, um super atleta que competiu entre 164 e 152 a.C - mas o Tubarão Phelps deu um jeito nisso Com 26 medalhas no total, o nadador americano Michael Phelps é o atleta olímpico com mais conquistas dos últimos tempos. E na última quinta (11), ele arrebatou mais uma vitória - dessa vez histórica - para a coleção: com a sua 13ª medalha individual de ouro, nos 200 m medley, se tornou o maior medalhista em provas individuais - um recorde que ficou insuperado por 2.168 anos.  Antes de Phelps, só um cara tinha alcançado essa proeza: o grego Leônidas de Rodes. Nascido em 188 a.C., ele competiu em quatro olimpíadas - entre 164 e 152 a.C -, e era considerado, assim como o nosso "Tubarão de Baltimore", o maior campeão olímpico individual da época. Faz sentido: aos 36 anos, o atleta acumulou 12 coroas de louros - o equivalente à medalha de ouro naqueles tempos.  O negócio de Leônidas não era nad

Rio 2016: Conheça a dieta de Michael Phelps – o maior medalhista olímpico

São Paulo – Michael Phelps é um fenômeno dentro das piscinas e para garantir tanta disposição, o maior medalhista  olímpico  dos últimos tempos precisa caprichar na  alimentação , mas de forma saudável.  Quem olha para o  atleta  não imagina que ele possuía – até bem pouco tempo atrás - hábitos alimentares não muito benéficos para saúde. Em 2008, por exemplo, ele tinha uma dieta baseada em 12.000 calorias e frituras, doces e muita bebida energética faziam parte do cardápio do nadador desde o café da manhã. Phelps mudou. Aos 31 anos, o fenômeno também decidiu olhar com mais cuidado para alimentação e hoje segue uma dieta mais regrada, com pouco mais de 3.500 calorias diárias e recheada de muitas frutas frescas, cereais e grãos integrais, de acordo com o site  Global News .  Veja o que ele costumava ingerir em apenas um dia, por exemplo, e o que ele consome agora:   fonte: http://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/noticias/a-dieta-de-michael-phelps-o-maior-medalhista-olimpic

Chernobyl: Ucrânia tem plano de transformar o lugar do desastre em uma enorme fonte de energia

O desastre de Chernobyl ainda custa caro para a Ucrânia. A radiação na região poder demorar mais 24 mil anos para chegar a níveis seguros. Hoje o governo gasta até 7% dos impostos para garantir o isolamento e a segurança de uma região maior que um Parque do Ibirapuera e meio. A Ucrânia já aceitou que a Zona de Exclusão não vai servir de moradia, plantação e nem madeireira tão cedo. A nova proposta é criar uma enorme usina de energia solar no local do acidente nuclear, capaz de gerar mil megawatts de potência, suficiente para abastecer uma média de 164 mil residências. Se fosse terminada hoje, seria a maior planta solar da história. Pela localização, os painéis poderiam ajudar a manter "ligada" parte da cidade de Kiev, o maior centro urbano do país, que também é o que consome mais energia. A Chernobyl Solar ainda tem que ultrapassar alguns desafios para se tornar realidade. O primeiro passo é aprovar uma lei amplie o acesso e o uso da Zona de Exclusão - a primeira ve

Mercedes-Benz informa licença remunerada para 9 mil, 1.870 vão receber telegrama de demissão

A partir de segunda-feira, a Mercedes-Benz vai suspender a produção de caminhões, ônibus e chassis na região por tempo determinado, mas não informado pela montadora alemã. A companhia colocou seus cerca de 9.000 funcionários da fábrica de São Bernardo em licença remunerada – 1.400 deles já estavam afastados desde fevereiro – devido à queda nas vendas, à baixa adesão ao PDV (Programa de Demissão Voluntária) e ao excedente agora estimado em 1.870 empregados. Em comunicado enviado ontem aos seus colaboradores, a companhia informa que vive um dos piores momentos de sua história, em razão da crise econômica e do reduzido mercado de veículos comerciais (caminhões e ônibus), sobre o qual não possui qualquer controle. “Essa situação nos levou a uma alta ociosidade e, consequentemente, à necessidade crucial de reduzir o nosso quadro de pessoal. Para agravar ainda mais esse cenário, temos tido momentos de grandes dificuldades em nossa operação”, diz o boletim ao qual o Diário teve aces

Mercado: Cobalt e Spin 2017 agora mais equipado e até 30% mais econômicos

A mesma mágica que a Chevrolet fez com os novos Onix e Prisma, agora se repete para a linha Cobalt e Spin 2017. Ambos chegam às lojas mais leves, com novos equipamentos e mudanças no motor 1.8 que resultam em melhora de até 30% no consumo de combustível. Cobalt agora é Eco Para começar, o motor 1.8 de nova geração, batizado de SPE/4 ECO em substituição ao EconoFlex, passa a entregar até 111 cavalos de potência (3 cv a mais) e 17,7 kgfm (antes 17,1 kgfm) de força com etanol, com pico atingido a apenas 2.600 rpm, ante 3.200 rpm do modelo anterior. As mesmas alterações do propulsor 1.4 foram aplicadas no 1.8, como o conjunto de pistões e bielas redesenhado e mais leve, além de modificações nos anéis de pistão e no tipo de óleo lubrificante, 0w20, mais fino e com menor esforço em fase fria. A taxa de compressão foi ajustada com foco na melhor performance e o módulo eletrônico, responsável por controlar as diversas funções do motor, está 40% mais rápido e potente. O sistema de arre

Rio 2016: Como a ginasta Simone Biles desafia as leis da física

Ainda estamos na metade da Olimpíada doRio 2016 e a americana  Simone Biles  já conquistou o mundo. Para quem gosta de ginástica artística, seu ouro não foi uma surpresa. Com 19 anos de idade, ela foi a primeira da história a vencer três campeonatos mundiais consecutivos em sua modalidade (2013, 2014 e 2015), e é a  ginasta americana mais condecorada da história em competições internacionais, com 14 medalhas ao todo, 10 delas de  ouro .  Biles é a mais recente de uma série de lendas desse esporte, mas há 40 anos,  Nadia Comăneci , da Romênia, já fazia o que parecia impossível do ponto de vista da física. Ela tinha apenas 14 anos quando pousou em Montreal, Canadá, para a Olimpíada de 1976, era parte da equipe de  ginástica artística  do pequeno país do leste europeu, e não fazia a menor ideia de que estava prestes a entrar para a história. Ao terminar uma indescritível prova nas barras assimétricas, deu uma olhada no painel em que os juízes exibem as notas e viu um “1.00”. Não

Sua saúde, cientistas descobrem como proteger o fígado do álcool

Se tem uma parte do corpo que sofre com os drinks do dia a dia, é o fígado. Para quem abusa da bebida, de pouco em pouco, o álcool leva o órgão a ficar inflamado e processar mal as gorduras, processo que pode acabar na famosa cirrose. Mas os cientistas encontraram uma forma de "reprogramar" o fígado que pode prevenir e tratar os danos causados pela bebida. Os cientistas ainda não entendem completamente como a Doença Hepática Alcóolica se desenvolve. Uma das teorias era que de que o excesso de bebida alcóolica levava a uma queda nos níveis do antioxidante glutationa (GHS). Conforme a GHS no fígado diminuía, radicais livres eram produzidos em excesso (o que é chamado de estresse oxidativo) e o fígado saía prejudicado. Só que, em um  novo estudo internacional , pesquisadores japoneses e americanos chegaram a uma conclusão bem diferente. Eles fizeram um experimento com ratinhos geneticamente modificados. A manipulação do DNA levava os animais a produzirem só 15% da GHS en

Se a lei for aprovada, dieta vegana para crianças pode virar crime na Itália

Crianças que seguem dietas veganas podem passar sufocos maiores do que o de escolher o que comer na cantina da escola. Um projeto de lei apresentado no Parlamento Europeu quer transformar o veganismo infantil em crime. Os pais seriam responsabilizados por proibir os filhos de consumir produtos de origem animal e a pena máxima chega a 6 anos de prisão. A lei foi proposta por um dos partidos mais conservadores do país, o Forza Italia. O texto do projeto faz o estilo "nada contra, tenho até amigos que são", afirmando que o veganismo não é um problema, desde que seja adotado por adultos responsáveis e capazes de consentir. Ser vegano só seria permitido a partir dos 16 anos. Antes disso, os pais podem ser processados por "imposição de dieta destituída de elementos essenciais para o crescimento infantil". A lei destaca que grande parte dos veganos não realiza o acompanhamento nutricional e médico adequado para prevenir deficiências nutricionais. O texto chega a cit

Catedral chama fieis para pegar 'Pokémon Go' dentro da igreja em SJC

A Catedral São Dimas, em  São José dos Campos  (SP), quer aproveitar o fenômeno mundial do 'Pokémon Go' para atrair jovens e adolescentes à igreja. Em um cartaz na fachada do templo são dadas boas vindas aos jogadores e é feito o convite para não apenas capturar monstrinhos, mas também para cuidar da fé. Na cidade, a caça aos Pokémons não se restringe às ruas, shoppings e parques. Segundo o pároco Rinaldo Roberto de Rezende, desde o lançamento do jogo de realidade aumentada, no último dia 3, a Catedral São Dimas tem recebido muitos jogadores atrás dos monstrinhos. “Logo que saiu o jogo os adolescentes vieram me contar que a igreja era um 'ginásio' e um ‘pokestop’. Então falei que poderiam vir, mas era para rezar antes que a caçada seria melhor. Podemos usar esse artifício para atrair jovens. A igreja não está alheia a isso, temos que conhecer o que eles têm interesse para dialogar melhor”, explicou. Igreja é um 'ginásio' e tem 'pokestop' (Fot