Postagem em destaque

Enquete: Qual seu candidato a Presidente da República você vai votar se a eleição fosse hoje?

O Brasil passa por uma crise moral e ética, além da corrupção que tomou conta de grande parte das instituições públicas, são milhões de ...

sábado, 9 de dezembro de 2017

Compras de Natal lotam rua 25 de Março

Rua 25 de Março ficou lotada neste sábado. Foto: Gabriela Biló/Estadão

Compras de Natal já lotam lojas da Rua 25 de Março
SÃO PAULO - A CET recomenda aos motoristas que evitem a região da Rua 25 de Março. Muita gente já começou a antecipar as compras de Natal e o trânsito deve ficar cada vez mais complicado na região, inclusive por conta dos ônibus fretados que trazem consumidores de outras cidades e estados do país. Nesta sexta-feira, mais de 800 mil foram à região em busca de enfeites e artigos natalinos. Neste sábado, as lojas vão funcionar até 13 horas, mas se o movimento continuar alto o horário poderá ser estendido. No domingo, as lojas abrem das 8h às 13h.
O intervalo entre o feriado e o fim de semana foi o clima propício para Diana Claudia Pereira, de 27 anos, levar toda a família para fazer as compras de enfeites de Natal na 25 de Março. Ela, o marido e os dois filhos saíram do Butantã para comprar árvore de Natal, guirlanda, festões e vários enfeites para decorar a casa.
- Já gastei o que tinha programado, que era R$ 60, mas ainda não terminei de comprar tudo o que viemos buscar - disse.
A professora Silvia Di Lolli, de 50 anos, moradora da zona oeste da capital, também aproveitou a sexta-feira para comprar enfeites.
Há quem também foi à região da Rua 25 de Março em busca de produtos de armarinhos, tecidos, brinquedos e bijuterias. As sócias Cintia Meirelles, 27 anos, e Rosana Lima, 30 anos, circulavam pelos prédios, que estavam mais tranqüilos, para comprar bijuterias para revender. Moradoras de São Caetano, elas sempre vão à 25 de Março, mas ontem notaram um volume maior de pessoas.
- Vai chegando o fim de ano e isso aqui lota. Hoje, está muito mais lotado do que outros dias - disse Cintia.
A dona-de-casa Rosa Barroso, 55 anos, viajou seis horas de Catanduva, no interior, para comprar na 25.

- Aproveitei o feriado para fazer umas compras de armarinhos e visitar minha filha, que mora aqui na capital.

fonte: Extra/globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Entre em nosso Grupo de Notícias WhatsApp

Flagra! Chevrolet Spin renovada é vista disfarçada antes da estreia