Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 22, 2017

Asteroide pode colidir com a Terra e dizimá-la, diz jornal

A Terra será destruída em fevereiro de 2017 por causa duma colisão com o asteroide 2016WF9 que se está aproximando do nosso planeta, comunica o jornal britânico The Daily Mail, citando uma teoria da conspiração. Segundo os jornalistas, a colisão terá lugar em 16 de fevereiro e vai provocar um enorme tsunami que provocará o fim do mundo. O objeto celeste, batizado de 2016WF9, foi descoberto no ano passado. Os cientistas ainda não determinaram se se trata dum asteroide ou dum cometa sem nuvem de poeira. O diâmetro deste objeto é de um quilômetro. Segundo um especialista autoproclamado citado pela Daily Mail, este objeto veio do sistema de Nibiru, planeta hipotético do Sistema solar, cuja existência ainda não foi provada. Apesar do fato de a Nasa ter afirmado que o objeto não ameaça a Terra, o analista do The Daily Mail está convencido que os funcionários da Nasa estão dissimulando a verdade. fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/tech/338380/asteroide-pode-colidir-com-a-

Europa celebra o Dia da Memória pelas Vítimas do Holocausto

O Dia da Memória pelas Vítimas do Holocausto contará com uma celebração em um dos locais das atrocidades da Segunda Guerra Mundial, o campo de concentração de Auschwitz  Arquivo/EBC                                             No dia 27 de janeiro de 1945, as tropas do Exército soviético destruíram a entrada do campo de concentração de Auschwitz, na atual Polônia, e, desde então, a Europa faz uma série de celebrações para lembrar os horrores do Holocausto nazista. O Dia da Memória pelas Vítimas do Holocausto contará com uma celebração em um dos locais das atrocidades da Segunda Guerra Mundial, o campo de concentração de Auschwitz, mas a Itália também lembra o episódio com eventos e mostras fotográficas sobre o tema. "Recordar é o antídoto mais forte contra o esquecimento e a indiferença e o instrumento mais importante para traçar uma nova estrada", disse a prefeita de Roma, Virginia Raggi, durante uma celebração com estudantes de

A Grande Muralha de Trump

A construção da barreira entre Estados Unidos e México foi uma das principais promessas de campanha do presidente americano. Levar o projeto adiante vai custar caro Na quarta-feira (25), o presidente americano  Donald Trump  assinou a ordem executiva para iniciar seu projeto de construir um grande muro na fronteira dos Estados Unidos com o México. Uma de suas principais promessas de campanha, a barreira teria o objetivo de impedir a chegada irregular de imigrantes pela fronteira. Estudos sobre o tema apontam que barreiras físicas não sustam definitivamente fluxos imigratórios, mas sim os desviam para caminhos mais incertos e perigosos. Ainda assim, Trump insiste que o projeto é decisivo para a segurança nacional americana e afirma ainda que o governo mexicano pagará os custos, estimados em US$ 25 bilhões. O México, por sua vez, reitera que não pagará um centavo do muro. Hoje, cerca de 900 quilômetros dos 3.200 quilômetros de extensão da fronteira já contam com uma barre

FGTS: veja perguntas e respostas sobre o saque de contas inativas

Cartaz da Caixa informa sobre impossibilidade de sacar dinheiro de contas inativas do FGTS até que saia o calendário (Foto: Luiza Tenente/G1) A partir do dia 13 de março, mais de 10 milhões de trabalhadores terão direito a retirar o dinheiro de contas inativas até dezembro de 2015 do  Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) . De acordo com o Ministério do Trabalho, atualmente existem 18,6 milhões de contas inativas há pouco mais de um ano, onde estão depositados cerca de R$ 41 bilhões. A maior parte dessas contas tem saldo de menos de um salário mínimo, segundo o governo federal. A estimativa do governo é que 70% dos trabalhadores que têm direito ao saque vão retirar os recursos dessas contas inativas, injetando, assim, cerca de R$ 30 bilhões na economia. Antes, só tinha direito a sacar o  FGTS  de uma conta inativa quem estivesse desempregado por, no mínimo, três anos ininterruptos. O  G1  preparou um tira-dúvidas sobre o assunto. Quem tem d

Vaza resultado de tomografia de Marisa Letícia, assista

Claudio Tognolli é o jornalista que vazou a tomografia de dona Marisa. Ele é o mesmo que trabalhou com Tuma Jr. nos livros “Assassinato de Reputações” e aparece ao lado de Lobão, Villa, Olavo de Carvalho e Reinaldo Azevedo quando seu nome é pesquisado no Google. O jornalista, formado na USP, é membro do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos. Exclusivo : a tomografia de dona Marisa Para se ter uma ideio de que tipo de ser humano estamos lidando, no Brasil, o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos, que tem sede em Washington-DC nos EUA, são os jornalistas Claudio Togonolli e Fernando Rodrigues. Esse consórcio de jornalistas é mantido por fundações ligadas a todos movimentos que derrubaram governos progressistas pelo mundo, através de verbas do mercado financeiro e bancos ligados a George Soros. Estão entre os mantenedores,  Open Society Foundations ,  Ford Foundation , The David and Lucile Packard Foundation, Pew Charitable Trusts e Waterloo Foun

Sua saúde: Dor na relação sexual atinge quase uma em cada dez mulheres

Uma pesquisa realizada com quase sete mil mulheres britânicas, publicada no periódico científico britânico “British Journal of Obstetrics and Gynaecology”, descobriu que 7,5% das mulheres sexualmente ativas entre 16 e 74 anos reportaram dor na relação, por no mínimo três meses, no ano anterior à entrevista.  Um quarto dessas mulheres que relataram   dor na relação   ainda disseram sentir uma dor muito forte, que acontecia muito frequentemente – ou sempre – por cerca de seis meses. A dor na relação pode ser causada por diversos motivos A faixa etária mais atingida por esse problema era a de mulheres de 55 a 64, seguida pelas mais novas, de 16 a 24 anos. Quase metade as mulheres que sentiam dor (44,9%) disseram ter evitado fazer sexo durante o último ano. Por que elas sentem dor? Muitos podem ser os motivos para uma relação sexual dolorosa. Uma em cada dez mulheres que disseram sentir dor estavam na menopausa, mas 62% delas – independentemente da idade –  afirmar

'Efeito Trump' acelera Relógio do Apocalipse, que marca 23h57m30s, diz ciêntistas

RIO - O destempero do recém-empossado presidente dos EUA, Donald Trump, deixa a Humanidade mais próxima do extermínio. Esta é a avaliação dos cientistas responsáveis por mover os ponteiros do chamado “Relógio do Apocalipse”, adiantado nesta quinta-feira em 30 segundos para 2 minutos e meio para a meia-noite. É o mais perto do horário usado para simbolizar o fim de nossa civilização que o relógio chega desde 1953, quando ele foi ajustado para dois minutos para a meia-noite depois que os EUA e a antiga União Soviética testaram com sucesso suas primeiras e poderosas bombas termonucleares num período de apenas seis meses, em plena corrida armamentista da Guerra Fria. Segundo os integrantes do conselho de ciência e segurança do “Boletim dos Cientistas Atômicos”, que inclui 15 ganhadores do Prêmio Nobel e decide os movimentos do “Relógio do Apocalipse”, o declarado ceticismo de Trump com relação ao aquecimento global e às mudanças climáticas e sua retórica belicista, refletidos também n

Novo Tracker 1.4 Turbo está de volta ao jogo

Foi na gelada cidade de Detroit, nos Estados Unidos, que tivemos a primeira oportunidade de dirigir o novo Tracker 2017, versão atualizada do SUV da Chevrolet que chega para botar mais lenha no segmento mais quente do mercado brasileiro. Lançado no país em 2013, o Tracker tinha atributos para ser mais que um figurante no mercado brasileiro, mas a GM levou um contra-golpe que a impediu de ter uma participação mais expressiva. À época, concorrentes eram apenas o Ford Ecosport e o Renault Duster. Produzido no México, o Tracker poderia chegar com preço atraente e bom volume. Poderia. Em março daquele ano, os governos brasileiro e mexicano chegaram a um acordo que estabeleceu cotas de importação. Foi neste momento que a situação se afunilou para o Tracker. O resultado foi uma tímida atuação, como as somente 8.558 unidades vendidas em 2016. Para referência, o líder Honda HR-V emplacou nada menos do que 55.758 unidades no mesmo período Mas a Chevrolet tem planos mais ambiciosos neste