Postagem em destaque

Enquete: Qual seu candidato a Presidente da República você vai votar se a eleição fosse hoje?

O Brasil passa por uma crise moral e ética, além da corrupção que tomou conta de grande parte das instituições públicas, são milhões de ...

terça-feira, 20 de março de 2018

Motociclistas lideram ranking estadual de acidentes em 2017

Resultado de imagem para ACIDENTE MOTO

A cidade de São Paulo registrou 883 mortes resultantes de acidentes de trânsito no ano de 2017, segundo dados do Infosiga, site do governo estadual que concentra estatísticas de óbitos no trânsito. O número é 7,1% menor que o registrado no ano de 2016, quando ocorreram 950 óbitos.

Os pedestres são as maiores vítimas. Em todo o ano passado, 395 pedestres morreram, 1,5% a mais do que no ano anterior. Em 2016, foram registradas 389 mortes de pedestres.


No ano passado, foram aplicadas 8.476 multas por desrespeito a faixa de pedestres, de acordo com informações do site Mobilidade Segura, da Prefeitura de São Paulo.


Os motociclistas aparecem na segunda posição do ranking com 306 mortes. Em 2016, os motociclistas contabilizaram 311 óbitos.


A maior redução no número de mortes foi registrada entre os ocupantes de automóveis. Em 2017, foram 103 óbitos contra 153 em 2016, uma redução de 32,7%


Já os acidentes com mortes envolvendo ciclistas aumentaram 48% em 2017. Foram 37 ciclistas mortos contra 25 em 2016.


Já o mês de dezembro de 2017 teve 77 mortes, uma redução de 10,5% se comparado com o mesmo período do ano anterior.



Estado


Em todo o estado, foram registradas 5.645 mortes em acidentes de trânsito em 2017. O número representa uma redução de -1,4% na comparação com 2016.

Os motociclistas lideram o ranking estadual. Em 2017, 1.900 motociclistas morreram no estado, o que representa um aumento de 9,4% na comparação com 2016, quando ocorreram 1.737 mortes.

Os pedestres correspondem a 28,3% das vítimas no trânsito. Foram 1.596 fatalidades no estado, aumento de 7,2% na comparação com o ano anterior, que teve 1.489.

Os idosos com mais de 60 anos (34,4%) são as principais vítimas de atropelamentos e 54,8% das ocorrências estão concentradas nas vias municipais.

As fatalidades envolvendo ocupantes de automóveis tiveram redução de -6,6% na comparação com 2016. Ao todo, foram registradas 1.335 fatalidades em 2017, contra 1.429 no período anterior


Perfil das Vítimas


Os acidentes com vítimas fatais ocorrem mais no período da noite e aos finais de semana. A grande maioria das vítimas (95,3%) é do sexo masculino.

ovens com idade entre 18 e 29 anos representam 1 em cada 4 vítimas (26,4%) e 81,5% são do sexo masculino.


fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Entre em nosso Grupo de Notícias WhatsApp

Flagra! Chevrolet Spin renovada é vista disfarçada antes da estreia