Postagem em destaque

Fique atento! Criminosos disfarçados de funcionários da EDP aplicam golpes em São José, SP

Criminosos disfarçados de funcionários da EDP, concessionária de energia que atende 19 cidades da região, aplicam golpes em clientes em ...

quarta-feira, 4 de abril de 2018

‘Partido do Exército é o Brasil’, diz Bolsonaro em apoio a fala de Villas Bôas

Crédito: Agência Brasil

O pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), que é capitão reformado do Exército, apoiou a declaração do general-comandante Eduardo Villas Bôas de que o Exército “se mantém atento às suas missões institucionais”. A declaração do comandante foi dada nesta terça-feira, 3.

Bolsonaro escreveu que “o partido do Exército é o Brasil. Homens e mulheres, de verde, servem à Pátria. Seu Comandante é um Soldado a serviço da Democracia e da Liberdade. Assim foi no passado e sempre será”.


A fala de Villas Bôas, às vésperas do julgamento do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi entendida como um recado aos ministros do Supremo Tribunal Federal. O comandante recebeu apoio de diversos oficiais do Exército.


‘Chantagem’
Também deputado pelo Rio de Janeiro, Jean Wyllys (PSOL) fez duras críticas ao que ele chamou de “chantagem” e “estímulo ao caos social” promovido pelo general. “As mensagens são graves demais, são uma chantagem ao Supremo Tribunal Federal, talvez a maior chantagem desde a ditadura”, disse Jean Wyllys.
O parlamentar do PSOL afirma que “não é papel” do general Villas Bôas “chantagear o STF para defender sua posição ideológica”. “O Congresso ainda não foi fechado, os 513 deputados e 81 senadores eleitos tem que ser respeitados”, disse.

fonte: Istoé
Postar um comentário

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

COMPARTILHE