Postagem em destaque

Oscar 2019 - 1ª mulher indígena como melhor atriz? "Roma" já era um dos filmes mais comentados do ano

Antes mesmo de ser visto pela primeira vez,  Roma  já era um dos filmes mais comentados do ano. Dado como certo na competição do Festival...

Não achou a matéria? Pesquise aqui!

segunda-feira, 9 de julho de 2018

No Twitter, apresentadora e atriz falam em “envenenar” o juiz Sérgio Moro

A ex-VJ Jana Rosa causou controvérsia neste domingo (8) quando, em sua conta no Twitter, falou em “envenenamento”, numa referência ao juiz federal Sérgio Moro. Partidários do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado em segunda instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, apoiaram Jana – caso da atriz Pathy Dejesus. Já os de posição contrária chegaram a solicitar medidas “enérgicas” da rede social, devido à “ameaça”.
“Decepcionada que ainda não envenenei o Moro”, tuitou Jana. Hoje, o juiz federal afirmou que o desembargador Rogério Fraveto, plantonista do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, era “autoridade absolutamente incompetente”. Fraveto determinou a soltura de Lula, acatando pedido de habeas corpus apresentado na sexta-feira (6) por três deputados do PT.
Por fim, Sérgio Moro consultou o presidente do TRF-4, Thompson Flores, que o aconselhou a acionar o relator da Lava Jato no Tribunal, João Pedro Gebran Neto. Este determinou que Lula continuasse preso. Fraveto emitiu mais duas ordens de soltura; contudo, o presidente do Tribunal manteve a prisão de Lula.
Jana Rosa reagiu com ironia a respeito dos comentários desabonadores sobre sua publicação, retuitando mensagens sobre sua “periculosidade”. Já Pathy Dejesus apagou sua resposta – “Me chama” – ao tuíte do “envenenamento” (print abaixo).

Nenhum comentário:

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

COMPARTILHE