Já no acumulado do ano, a cidade tem variação de 4,24% o que representa 2 mil postos de trabalho aproximadamente. Nos últimos 12 meses, o percentual é de 2,39% com 1.150 vagas de emprego. Este ano, o município finalizou o mês de julho melhor do que em 2017, quando o percentual era de 0,60%.
Em seguida aparece Jacareí, regional que abrange três municípios, que teve variação de 0,68%, o que significa alta de 100 postos de trabalho. No acumulado do ano, a cidade registra 0,19% com aumento de 20 vagas de emprego. Já nos últimos dois meses, o resultado é negativo com -6,29% - representando queda de 580 postos.
“A instabilidade política afeta demais o Vale do Paraíba e, consequentemente, Jacareí que está sentindo a falta de investimentos no setor. Apesar disso, temos um parque industrial diversificado o que nos permite gerar emprego em outras áreas”, afirma Ricardo de Souza, gerente regional do Ciesp em Jacareí.
No município, os produtos de minerais não metálicos, têxteis, produtos de borracha e de material plástico foram responsáveis pela variação no mês de julho.
Já em São José dos Campos, composta por oito cidades, o nível de emprego industrial apresentou a menor variação, de 0,12% com aumento de apenas 50 postos de trabalho. No ano, o acumulado é de 0,05% representando 20 vagas. Nos 12 meses, o percentual é de 0,14% o que indica aproximadamente 50 postos de trabalho.
Para Ricardo Souza, os próximos meses ainda são incertos e não há uma perspectiva boa para o setor. “Não podemos esperar muito para os próximos meses. Temos a eleição em breve, o que impede a movimentação econômica”, finaliza.  

fonte: Meon Notícias