Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 18, 2018

Temporal com ventos de até 106 km/h faz estragos em São José dos Campos, SP

Um temporal acompanhado de ventos fortes no início da tarde desta sexta-feira (23) derrubou árvores, interditou ruas e inundou comércios em São José dos Campos (SP). A zona sul foi a região mais afetada pelas chuvas, mas também foram registradas ocorrências na região central. Não há registro de feridos. A Defesa Civil recebeu notificações de 35 quedas de árvores, sendo oito sobre casas, duas sobre muros e outras duas sobre escolas da região. A velocidade dos ventos durante a chuva chegou ao 106 km/h - a medição foi feita pelo Aeroporto de São José dos Campos. Segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, os estragos foram provocados por rajadas de vento de cima para baixo, causado pela condição de ar muito frio nas nuvens e ar quente na superfície. Segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, os estragos foram provocados por rajadas de vento de cima para baixo, causado pela condição de ar muito frio nas nuvens e ar q

Mais Médicos, 90% das vagas antes ocupadas por médicos cubanos já foram preenchidas por médicos Brasileiros

Cerca de 90% das vagas antes ocupadas por médicos cubanos já foram preenchidas — e por médicos com diploma reconhecido. Ou seja, era lorota a história de que o Brasil precisava de Cuba para oferecer assistência médica à população. E lorota escandalosa. Foi apenas uma forma de o governo do PT transferir mais de 7 bilhões de reais à ditadura comunista amiga do partido — valor maior do que o prejuízo oficial da Petrobras com o petrolão. A imprensa que disse que faltariam médicos para os pobres, por causa da oposição de Bolsonaro ao acordo com Cuba, tem de pedir desculpa. E o PT tem de ser investigado por mais esse esquema — que também tirou empregos de milhares de brasileiros. fonte: Antagonista

AO VIVO - Jogo Aberto - 23/11/2018

fonte; youtube/ WerPro

CUT demite, pode mudar de prédio e afunda na maior crise sindical já vivida

A sede da CUT no Brás Foto: Eduardo Anizelli / Folhapress Vagner Freitas, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), está cada vez mais longe do poder e mais perto de Deus. Para fazer dinheiro, a entidade — a maior das centrais sindicais, braço político do petismo agora derrotado — sairá do prédio próprio no bairro do Brás, em São Paulo, sua sede há 23 anos, para um endereço no centro antigo da cidade. No fim de julho, a Executiva da CUT aprovou a venda do local. Avaliado em R$ 40 milhões, o imóvel com sete andares está sendo negociado com a Igreja Mundial do Poder de Deus, que ocupa um quarteirão inteiro do outro lado da rua. O negócio ainda não foi fechado, mas Freitas já decidiu pela saída do Brás, o berço do sindicalismo paulista. O fim da contribuição sindical obrigatória, levado a cabo pela reforma trabalhista do governo Michel Temer, levou a CUT à bancarrota. Apesar de todo o simbolismo da mudança, a decisão pela venda da sede parece fácil, quase corriqueira, di

Bebê cai nos trilhos e sobrevive após trem passar por estação na Índia

É possível notar que as pessoas que acompanham a cena gritam muito ao ver o trem passando sobre a garota Uma  bebê de um ano caiu nos trilhos do trem na estação de Mathura, na linha que leva passageiros de Agra a Nova Dehli, no estado de Uttar Pradesh,  na Índia . E algo inesperado aconteceu: nada. Um vídeo do momento em que o trem passa em cima da criança viralizou na internet. É possível notar que as pessoas que acompanham a cena  A criança ficou encurralada no vão entre os trilhos e não sofreu nenhum ferimento. Logo depois que o trem passou, dois homens pularam sobre os trilhos para resgatar a menina que chorava. Leia também:  Macaco rouba e mata bebê de 12 dias na Índia Segundo testemunhas informaram à imprensa indiana, o pai da criança tinha sido assaltado e tentou se defender, enquanto isso a mãe foi empurrada para fora do trem, perdeu o equilíbrio e a bebê caiu. fonte: R7 Soumya Neogi

AO VIVO - Jogo Aberto - Band - 22/11/2018

fonte: youtube/ AO VIVO HD

Michelle Bolsonaro em Entrevista na Igreja Batista

Michelle Bolsonaro em Entrevista na Igreja Batista Atitute pelo Canal Rede Super de Televisão. Assista também a entrevista na íntegra. Link do Canal Rede Super de Televisão: fonte: youtube/ Evil Gamers Brasil

Saiba quem é Michelle Bolsonaro, a nova primeira-dama do Brasil

Discreta e caseira, esposa de Jair Bolsonaro apareceu poucas vezes na campanha eleitoral. A mulher dos bastidores. A frase resume Michelle Bolsonaro em diferentes situações da vida, como eventos familiares, sua função na igreja evangélica que frequenta e seu papel em toda a campanha política do marido, Jair Bolsonaro. Com poucas aparições públicas, Michelle prefere adotar a discrição, não trabalha na linha de frente, mas é sempre atuante quando o assunto é solidariedade, segundo amigos do casal contaram ao  G1 . Vinte e sete anos mais nova que Jair – ele tem 63 anos e ela, 36 –, Michelle, que é natural de Brasília, chama a atenção por seu jeito simples. Não gosta de roupas chamativas, não frequenta baladas, é muito religiosa e “linha dura” com as duas filhas: Letícia Aguiar, de 16 anos, fruto de um relacionamento anterior, e Laura, de 8 anos, do casamento com Bolsonaro. Envolvida nas causas de pessoas com deficiência, Michelle faz parte do Ministério de Surdos e Mudos

Nissan decide tirar Carlos Ghosn da presidência do conselho, diz TV japonesa

O conselho de administração da  Nissan  decidiu afastar o brasileiro  Carlos Ghosn  da presidência do conselho da montadora nesta quinta-feira (22), informou a rede de TV estatal NHK. Ele está  preso sob suspeita de sonegação e fraude fiscal. Além do afastamento de Ghosn, os membros do conselho também aprovaram a remoção de Greg Kelly de sua posição como diretor representativo, publicou o jornal Nikkei. A Nissan ainda não comentou a decisão. A reunião era prevista para  durar 2 horas , mas levou cerca de 4 horas. Ghosn é acusado de não declarar mais de 5 bilhões de ienes  (o equivalente a R$ 167,4 milhões) de seu pagamento como presidente da montadora. As fraudes fiscais ocorreram entre 2010 e 2015, diz a promotoria japonesa. Brasileiro, natural de Porto Velho (RO), Ghosn foi presidente da montadora japonesa entre 2001 e 2017. Ele deixou o cargo no ano passado  para cuidar das parcerias com Renault e Mitsubishi, montadora que foi adquirida após passar por escândalos de fra

Donald Trump planeja comparecer na posse de Jair Bolsonaro, em janeiro

Segundo o site O Antagonista, a equipe de Jair Bolsonaro recebeu sinalização positiva sobre a possível presença de Donald Trump na posse do presidente eleito, em 1º de janeiro. O tema será tratado no encontro de Bolsonaro com John Bolton, assessor de segurança nacional de Trump, em 28 de novembro. O plano do governo dos Estados Unidos é que Bolton faça uma parada no Brasil antes de seguir para o encontro do G-20 em Buenos Aires, que será realizado nos dias 30 de novembro e 1 de dezembro. fonte: Conexaopolitica

Carlos Ghosn tem prisão prorrogada por 10 dias, diz imprensa

Carlos Ghosn, presidente do conselho da montadora japonesa Nissan, ficará preso por mais 10 dias, informou a Kyodo News nesta quarta-feira (21). O Tribunal Distrital de Tóquio, que é citado pela agência, recusou-se a comentar a informação. No Japão, suspeitos podem permanecer presos por até 48 horas sem direito a fiança — esse prazo pode ser estendido por até 20 dias. Ele foi preso na segunda-feira (19)  sob suspeita de sonegação e fraude fiscal. Ghosn não declarou mais de 5 bilhões de ienes (o equivalente a R$ 167,4 milhões) de seu pagamento como presidente na montadora. As fraudes fiscais ocorreram entre 2010 e 2015. A lei japonesa prevê que os suspeitos podem ser mantidos presos por 20 dias antes de receber uma acusação oficial, de acordo com a Associated Press. A montadora afirmou em nota que, baseada em denúncias, já estava conduzindo uma auditoria interna e investigando há meses os problemas de conduta envolvendo Ghosn e outro diretor da empresa, Greg Kelly. Segundo a Ni

Carlos Ghosn: brasileiro teria comprado e reformado imóveis em 4 países com fundos da Nissan

Uma subsidiária holandesa teria financiado transações de compra e reforma de residências pessoais no Brasil, no Líbano, na França e na Holanda, além de viagens para familiares do executivo. Preso na última segunda-feira (19) no  Japão , o executivo brasileiro  Carlos Ghosn, presidente da aliança  Renault - Nissan , teria comprado e reformado imóveis residenciais de uso pessoal em pelo menos quatro países diferentes com recursos da empresa, segundo a imprensa japonesa. De acordo com o jornal japonês Nikkei, uma subsidiária holandesa criada em 2010 por cerca de US$ 53,4 milhões para investimento em startups teria financiado as ações pessoais de Ghosn, que envolvem a compra e reforma de um luxuoso apartamento na cidade do Rio de Janeiro (RJ) e uma casa em Beiture, no Líbano. O jornal aponta ainda que os gastos combinados para os dois imóveis teriam ultrapassado US$ 17,8 milhões. Toda a transação teria sido supervisionada pelo diretor executivo da empresa, Greg Kelly.

Renault-Nissan-Mitsubishi: conheça a aliança criada pelo brasileiro Carlos Ghosn

Montadoras dividem peças e tecnologia. Juntas, são o grupo que mais vendeu carros em 2017. A repercussão mundial da  prisão do brasileiro  Carlos Ghosn  está muito ligada ao fato de ele ser o homem de frente não só da Nissan, onde é membro do conselho, mas de 3 grandes montadoras, comandando a chamada Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. Juntas, elas  venderam 10,6 milhões de carros no mundo  em 2017, reivindicando o  posto de número 1 sobre o grupo Volkswagen . Veja abaixo o que é a aliança e mais sobre como ela foi construída e sua importância no setor. Quem é dono de quem? A  Nissan  não é dona da  Renault , nem vice-versa. Porém, são mais do que parceiras: as duas montadoras têm parte das ações uma da outra, mas nunca houve uma fusão.   Por isso se identificam como uma aliança, diferente do Grupo Volkswagen e da Fiat Chrysler (FCA), donos das marcas que estão sob seus respectivos "guarda-chuvas", como Audi e Porsche, no caso da Volks, e J