Postagem em destaque

Católicos protestam contra Ronald McDonald crucificado em museu

Obra 'McJesus", em exposição em museu de Haifa, Israel — Foto: Oded Balilty/AP A Igreja Católica em Israel pediu que seja retir...

Não achou a matéria? Pesquise aqui!

domingo, 13 de janeiro de 2019

Após luta corporal, mãe e filha imobiliza assaltate dentro de casa em Taubaté, SP

Resultado de imagem para Assaltante é rendido por mãe e filha durante roubo a casa em Taubaté

Um homem foi preso em flagrante na madrugada deste sábado (12) após ser imobilizado por mãe e filha ao invadir a casa delas, no Centro de Taubaté (SP), para roubar.

De acordo com as vítimas, Dandara, de 23 anos e Nathalia Varela, de 39 anos, o criminoso invadiu o imóvel por volta das 1h.

“Minha casa é um sobrado e quando ele estava subindo as escadas deu de cara com a minha mãe e meus cachorros começaram a latir. Eu estranhei porque eles só latem quando têm pessoas estranhas em casa e fui ver também, foi na hora que ele simulou que estava armado anunciou o assalto”, contou Dandara.

A jovem disse que apesar das ameaças, ele não mostrou nenhum revólver ou faca para elas e que quando terminou de subir as escadas, começou a agredir a mãe dela, de 39 anos.

“No impulso, chutei ele para baixo da escada. Ele desequilibrou e desceu a escada correndo. Nisso, a gente foi pra cima dele. Ele chutou a janela para tentar fugir, mas cortou o pé. Começamos uma briga corporal e ficamos segurando para ele não fugir”, contou.



A sala do imóvel ficou com vestígios de sangue do criminoso, por causa do ferimento que ele sofreu no pé. O assaltante acabou imobilizado pela mãe dela.

“Na minha cabeça estava que se ele fugisse, ele ia voltar em algum momento armado de verdade e ia acabar com a gente. Então gritamos para minha irmã chamar a polícia”, contou.

A PM foi acionada e deteve o homem na casa da família. Ele foi levado para a delegacia, onde ficou preso por tentativa de roubo. Ele precisou de atendimento médico, mas não houve gravidade nos ferimentos. As vítimas tiveram luxação, mas não precisaram de atendimento. Elas fizeram exame de corpo de delito.


fonte: G1/ Vale e Região

Nenhum comentário:

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

COMPARTILHE