STF acaba com prisão em segunda instância: Lula e outros 4,8 mil presos podem ser soltos

Com a decisão, os condenados que foram presos com base na decisão anterior poderão recorrer aos juízes que expediram os mandados de prisão para serem libertados. Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o julgamento terá impacto na situação de 4,8 mil presos.
Os principais condenados na Operação Lava Jato podem ser beneficiados, entre eles, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril do ano passado, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), no caso do tríplex do Guarujá (SP), além do ex-ministro José Dirceu e ex-executivos de empreiteiras. Segundo o Ministério Publico Federal (MPF), cerca de 80 condenados na operação serão atingidos.
fonte: Jornal da Cidade

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

China e Rússia preparam-se para guerra contra o Ocidente, alerta analista

No túnel do tempo: Em 1990 o ‘vereador Jair Bolsonaro’ recusou um carro de luxo pago pela Câmara

Absurdo total, arbitrariedade sem limites - STF interfere novamente no executivo e Alexandre de Moraes suspende nomeação de Ramagem