Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 12, 2019

AO VIVO - Maracaí Rodeio Show 2019

fonte: youtube/  Circuito Rancho Primavera

Bolsonaro compartilha texto segundo o qual país é ingovernável sem conchavo

O texto também diz que o governo Bolsonaro deixou isso claro por ser 'atípico, sem jeito com o Congresso e de comunicação amadora' O presidente Jair Bolsonaro enviou, nesta sexta-feira, para amigos, pelo WhatsApp, um texto de autoria desconhecida segundo o qual "o Brasil é ingovernável fora dos conchavos". Ainda de acordo com o texto, o governo Bolsonaro deixou isso claro, por se tratar de "um governo atípico, 'sem jeito' com o Congresso e de comunicação amadora". A informação de que o presidente distribuiu o texto para seus contatos no celular foi dada pela jornalista Tânia Monteiro, do jornal O Estado de S. Paulo. O veículo entrou em contato com o Planalto para indagar do porquê do compartilhamento. A resposta do presidente foi dada por meio de nota, enviada por seu porta-voz ao jornal. "Venho colocando todo meu esforço para governar o Brasil. Infelizmente os desafios são inúmeros e a mudança na forma de governar não agrada

Motorista agride idoso em ônibus de Duque de Caxias (RJ)

Um motorista de um ônibus agrediu na última quinta-feira (16) um idoso que tentava entrar no coletivo, no bairro Jardim Primavera, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Um pedestre gravou o momento das agressões. O motorista da empresa Viação União fechou a porta do ônibus no idoso, que ficou com parte do corpo presa dentro do coletivo. O condutor empurrou e chutou o idoso até que ele descesse do ônibus. Segundo o filho da vítima, o motivo para as agressões foi a gratuidade, permitida por lei nos ônibus intermunicipais para pessoas acima de 65 anos. “Vou cobrar das autoridades, vou cobrar justiça. Espero que meu pai não sofra mais esse tipo de situação vexatória. E que não aconteça com nenhum outro pai, com nenhum senhor de idade”, disse Felipe Paz Teixeira, filho do idoso, em suas redes sociais. fonte: R7 RJ/Globo

Chevrolet S10 é eleita pelo público a melhor picape média do Brasil

O público de UOL Carros elegeu a Chevrolet S10 como a melhor picape média do Brasil. O modelo fabricado em São José dos Campos (SP) recebeu 29,07% dos 76.094 votos computados na enquete, encerrada na sexta-feira (10). A vitória foi por margem apertada. O segundo lugar ficou com a Nissan Frontier, que teve a preferência de 27,67%, enquanto a Ford Ranger ficou com 20,22%. Das participantes da enquete, a S10 é o terceiro modelo mais vendido este ano, com 8.247 unidades licenciadas. Os dados são da Fenabrave. Disponível com três tipos de carroceria (chassi, cabine simples e cabine dupla), a picape da Chevrolet tem preços sugeridos de R$ 109.590 a R$ 191.990. São duas opções de motor: 2.5 flex de 206 cv, com 27,3 kgfm de torque; e 2.8 turbodiesel de 200 cv e 51 kgfm. A tração pode ser 4x2 ou 4x4 e o câmbio, manual ou automático -- sempre com seis marchas. Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discu

"Idiotas Úteis" - Bolsonaro diz que manifestantes foram usados como massa de manobra por 'bando do Lula livre'

(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar, nesta sexta-feira, manifestantes que foram às ruas de diversas cidades do país nesta semana para protestar contra o congelamentos de verbas do Ministério da Educação, dizendo que muitos foram usados como massa de manobra de uma campanha pela soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Dilma cortou 10 bilhões da Educação e doou 50 bilhões para países amigos (algumas ditaduras). Quem participou dessa última manifestação e não tinha conhecimento disso eu lamento, mas (vocês) foram usados como massa de manobra pelo bando do 'Lula livre'", disse Bolsonaro em publicação no Twitter, citando a ex-presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula. Bolsonaro já havia afirmado na quarta-feira, dia do protesto que reuniu dezenas de milhares de pessoas em cidades de todos os Estados do país, que os manifestantes eram "idiotas úteis, uns imbecis, que estão sendo usados como massa de manobra de uma minori

Bolsonaro assina decreto que retira autonomia dos reitores para fazer nomeações

Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro nessa quarta-feira, 15, retira autonomia dos reitores para nomear cargos de pró-reitores, diretores de centros e campus, entre outros No mesmo dia dos protestos contra os cortes na educação , o presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou e publicou no Diário Oficial da União (DOU) nessa quarta-feira, 15, um decreto (nº 9.794/2019) que retira dos reitores a autonomia de nomear e designar cargos de gestão nas universidades federais, como pró-reitores, diretores de centros e campus, entre outros. A medida entra em vigor a partir do próximo dia 25 de junho. A definição dos cargos deverá passar primeiro pelo general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ministro chefe da Secretaria de Governo. O texto No mesmo dia dos protestos contra os cortes na educação , o presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou e publicou no Diário Oficial da União (DOU) nessa quarta-feira, 15, um decreto (nº 9.794/2019) que retira dos reitores a autonomia de nomear e des

Bolsonaro denuncia a Globo, esculacha Folha de São Paulo, detona Lula e desmente jornalista!

fonte; youtube/ Folha do Brasil

As industrias do vale - Volks da férias coletivas, GM da folga para frear a produção da S10 e Johnson & Johnson demite

Volks dá férias coletiva para operários do segundo turno em Taubaté — Foto: Divulgação/ Volkswagen A Volkswagen colocou em férias coletivas, por 20 dias, operários do 2º turno da fábrica em Taubaté (SP). Eles tiveram as atividades suspensas a partir da última segunda-feira (13), com retorno previsto para 3 de junho. A multinacional e o Sindicato dos Metalúrgicos não informaram quantos trabalhadores foram atingidos pela medida. No período não haverá produção de automóveis no 2º turno. De acordo com a montadora, a suspensão dos trabalhos já estava prevista no calendário de produção para o ano, já tendo previsto o volume menor de exportações para a Argentina. Os três modelos produzidos na planta, sendo Gol, Up! e Voyage são vendidos ao país vizinho.    Apesar da redução na exportação, a multinacional alemã afirmou que o volume total de produção no Brasil nesse ano será cerca de 20% maior do que o registrado em 2018.  A Volkswagen emprega em Taubaté cerca de 3,1 mil empregados

O Poder Pararelo

Caro leitor Sergio Moro sofreu sua primeira grande derrota como ministro.  Pode-se dizer o mesmo do governo Bolsonaro e do combate ao crime organizado: ambos sofreram uma grande derrota.  Por trás da derrota, está o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o grupo de parlamentares conhecido como Centrão.  Para entender o que acontece nos bastidores, leia, por favor, o trecho a seguir:  Rodrigo Maia comandou na terça-feira, 7, uma reunião na residência oficial da presidência da Câmara, no Lago Sul de Brasília, cujo objetivo era afinar a estratégia para retirar do ministro da Justiça, Sergio Moro, o controle do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), o órgão de inteligência financeira do governo. Estavam presentes os mais proeminentes líderes do Centrão, como ficou conhecido o grupo de partidos fisiológicos do Congresso. A ideia aventada ali era só votar o relatório da medida provisória 870, que reorganizou a estrutura administrativa do governo, se houvesse segurança de

O desmonte dos Sindicatos

Vende-se - R$ 40 milhões  A CUT está negociando a venda de sua sede, no Brás, São Paulo, para a Igreja Mundial do Poder de Deus, liderada pelo pastor Valdemiro Santiago. A oferta é de R$ 40 milhões. Metade à vista e o restante em quatro parcelas (Crédito: Divulgação) Para tentar sobreviver à crise financeira gerada pela perda do imposto sindical, entidades impõem o que sempre criticaram: um ajuste fiscal que inclui venda de patrimônio, contratação de PJs e demissões de empregados Detentoras de verdadeiras fortunas em dinheiro, conquistadas à custa do suor do trabalhador, que abria mão de um salário por ano para ver seus direitos defendidos, as entidades representativas de classe agora vivem uma nova era, sem o imposto sindical. Para tentar sobreviver à asfixia financeira gerada pela perda de sua principal fonte de renda, que teve a obrigatoriedade cancelada pela Reforma Trabalhista, aprovada no ano passado, algumas diminuíram radicalmente os gastos. Entre as medidas encontradas