Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 1, 2019

Líder pelo exemplo: Bolsonaro toma chuva para demonstrar igualdade de condições com os formandos Militares

Nesta sexta-feira (6), o Presidente Bolsonaro esteve presente à formatura dos novos Aspirantes da FAB, na Academia da Força Aérea Brasileira, em Pirassununga/SP. Durante a cerimônia militar, cai uma forte chuva que obrigou todos os presentes a se abrigarem. Um deles, ao contrário, foi para a chuva demonstrar igualdade de condições com os formandos:  Bolsonaro . No meio militar, quando um líder se expõe às adversidades do tempo, serve de exemplo por estar dividindo com os liderados as mesmas condições. Bolsonaro é o líder que lidera pelo exemplo. Em silêncio, todos os recentes admiraram a sua conduta, que retumbou no coração de todos que presenciaram o exemplo. fonte: Jornal da Cidade

Bandidos cumprindo pena em liberdade terão gratuidade nos ônibus de Fortaleza

O inacreditável mais uma vez acontece no Brasil. Presos que estejam no regime aberto, semiaberto ou em liberdade condicional vão ter direito a gratuidade de passagens de ônibus em Fortaleza. O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) reforça que o direito delimita a quantidade de apenados e só vale para apenados que integram o Programa um Novo Tempo. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (4), após assinatura de convênio entre os presidentes do TJCE e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus). Não foi divulgado quando a medida entrará em vigor. Segundo o TJCE, o transporte gratuito é dado apenas para o deslocamento da residência para o local onde ocorrem as atividades educacionais de reabilitação promovidas pelo programa. O TJCE explica também que, atualmente, somente 30 pessoas estão no perfil exigido pelo convênio e, portanto, com assistência do transporte gratuito. Eles fazem parte de um conjunto de 250 apenados, que integram o programa Um

Mujica - Ex-presidente, adorado pela esquerda, defende a legalização da cocaína

Um homem de 84 anos, que durante sua gestão como presidente do Uruguai legalizou o consumo da maconha . Na época, Pepe Mujica garantia que a liberação da droga diminuiria a violência no país. Aconteceu o contrário, segundo o site UOL: “Até recentemente visto como uma ilha de tranquilidade em meio aos altos índices de violência registrados na América Latina, o Uruguai vive uma explosão na quantidade de crimes. Em 2018, o número de assassinatos subiu 35% em relação a 2017. Críticos da descriminalização da maconha estabelecem uma ligação direta com o aumento de crimes. Um deles é o ministro brasileiro da Cidadania, Osmar Terra. Em seu perfil no Twitter, ele postou no começo do ano: “Quem não vê relação entre o aumento de mortes violentas e a liberação da maconha deve procurar todas as declarações do [ex-] presidente [José] Mujica na época em que patrocinou a liberação, todas, sem exceção, garantindo que liberando a maconha diminuiria a violência no Uruguai!”. Mesmo

Lançamento - GM traz Equinox 1.5 turbo para ampliar mercado

Chevrolet Equinox com motor 1.5 turbo chega em três versões: LT e Midnight com tração 4x2 e Premier AWD Com opção mais barata a partir de R$ 130 mil, modelo estreia na faixa de maior demanda do segmento de SUVs A General Motors completou sua lista de 11 lançamentos prometidos no Brasil em 2019 com duas versões do  Chevrolet Equinox , que chegam às concessionárias em janeiro equipadas com motor a gasolina  turbo 1.5  de 172 cavalos e torque máximo de 28 kgfm, acoplado à transmissão automática de seis velocidades e tração 4x2 ou 4x4, que parte de R$ 130 mil e chega a R$ 155 mil na opção de topo. Fabricado no México e lançado aqui há quase dois anos, até agora a  GM  só trazia uma única versão do SUV médio-compacto, a Premier 2.0 de exagerados 262 cv e 37 kgfm de torque, com câmbio automático de nove marchas e tração integral nas quatro rodas, que na linha 2020 passa a custar R$ 163 mil. Chevrolet Equinox 1.5T Premier preserva o acabamento interno similar ao da versão 2. 0 Com o

Câmbio estraga resultado da GM na América do Sul de novo

Empresa mantém plano de investimento e vai lançar mais sete veículos em 2020 “A boa notícia do ano é que já é dezembro.” Assim Carlos Zarlenga, presidente da  General Motors América do Sul , começou uma breve conversa com jornalistas na noite da quinta-feira, 6, pouco antes de anunciar a concessionários e fornecedores, em São Paulo, os dois últimos lançamentos de 2019 ( duas versões do SUV Equinox 1.5  para completar os 11 prometidos) e o plano “7 em 20”, de lançar mais sete carros no ano que vem. O alívio de Zarlenga com o fim do ano se justifica pelo período que deve novamente fechar com prejuízo, apesar dos bons resultados comerciais no Brasil. Em volumes, o desempenho anual pode ser considerado bom: as vendas no Brasil são de 9% a 10% maiores do que em 2018, devem ficar acima de 450 mil unidades e a GM lidera o mercado brasileiro pelo quarto ano consecutivo, com ganho de participação e fatia de quase 18% das vendas nacionais de veículos. E isso aconteceu mesmo com aumentos de

VW deixará 1.200 em lay off por 5 meses até início da produção do Nivus

Protótipos do Nivus continuam em testes de rodagem a todo vapor (Danilo Dalla de Almeida/Quatro Rodas) A Volkswagen do Brasil está apostando uma boa quantidade de fichas no Nivus, SUV cupê derivado do Polo  cujo nome foi revelado esta semana . É um modelo fulcral no plano de recuperação financeira da divisão sul-americana da marca. Conforme QUATRO RODAS já publicou, a fabricante  está investindo R$ 2,4 bilhões na modernização do maquinário de prensas  da fábrica de São Bernardo do Campo (SP), projeto que  só ficará pronto em abril de 2020 . É por isso que a chegada efetiva do CUV às concessionárias está programada para acontecer entre maio e junho. Traseira acupezada é a grande sacada estilística do Nivus Enquanto isso, protótipos seguirão sendo vistos em flagras como este registrado pelo leitor Danilo Dalla de Almeida na rodovia Ayrton Senna, perto de São Paulo (SP). Até lá, devido à ociosidade produtiva, agravada pela  queda brusca nas exportações par

Anfavea vê com otimismo intenção de compra de veículos em 2020

Pesquisa com consumidores resulta em bons indicadores “A conclusão é positiva, indica um bom número de intenção de compra para 2020 e é um sinal que confirma que o ano que vem será melhor”, comenta o presidente da Anfavea, Luis Carlos de Moraes ao apresentar os resultados do estudo realizado em novembro com pouco mais de 6,7 mil usuários do aplicativo. A consulta mostrou que 88% dos entrevistados manifestaram intenção em trocar de carro no ano que vem, o que pode não ser necessariamente um carro novo. Cerca de 80% dos que querem comprar carro pretendem escolher um usado e 20% um zero-quilômetro. Entre a parcela de 21% dos que responderam e não possuem automóvel, 93% deles estão considerando comprar um modelo em 2020. O estudo mostrou ainda que 70% dos que querem trocar de carro em 2020 devem fazê-lo ainda no primeiro semestre. “Obviamente a amostragem foi feita com um público que trafega por um portal de compra e venda de veículos, mas todos os indicadores são muito positivos, rev

Um “textão” com um pedido para você: uma “arapuca” prevê o retorno do “imposto sindical”

O deputado Marcelo Ramos (PL-AM) é o autor de uma Proposta de Emenda Constitucional que visa a alterar o art. 8º da Constituição, que trata, de maneira genérica, dos sindicatos e suas funções (1). A proposta desse deputado, que recebeu o número PEC 196/2019, pode (e deve) ser consultada aqui nesse link:  https://bit.ly/2RsdoiK Na justificação que apresentou ao projeto, disse o deputado, textualmente, sobre o objetivo da medida: “Nessa senda, apresentamos esta proposta, com o fito de modernizar, amadurecer e constitucionalizar a atividade sindical, criando, inclusive, o Conselho Nacional de Organização Sindical (CNOS), com participação de trabalhadores e empregadores. A intenção de criar esse Conselho é tornar a relação de trabalho ainda mais independente, sem as ingerências governamentais, e com apoio de um sindicato atuante e forte.” A justificativa está ao final da íntegra da Proposta, que, mais uma vez, peço que seja lida. Pois bem. Essa PEC, modificando o art