quarta-feira, 25 de março de 2020

É hora de escolher de que lado você está: Com Bolsonaro e o governo ou com a Rede Globo, Maia, Alcolumbre e Gilmar…

Essa minoriazinha de vagabundos, que tem a Globo como veículo de defesa dos seus interesses, que está encastelada nas entranhas do poder há mais de um século teria sido esmigalhada no último dia 15 de março se não fosse a pandemia de CORONAVÍRUS. Mas ainda serão varridas da nossa história.
Não são mais de 1 mil ou 2 mil calhordas. Centenas no Congresso, meia dúzia no Supremo Tribunal Federal. Lobistas, empresários de empresas pobres, que dependem e vivem das benesses do Estado perdulário e servil que construíram – o qual Bolsonaro foi eleito para enfrentar e acabar. Eles resistem. Mas nós, também resistimos!
E nesse momento de crise, onde o Presidente é atacado, temos que manter a visão na linha do horizonte.
Quem decidiu e errou menos?
O Bolsonaro que escolheu um ministério de craques?
Ou a Globo com sua programação altamente humanitária, cuja única programação efetivamente social é faturar em benefício dos seus?
Ou o Tóffoli, o Gilmar Mendes que soltaram todos os bandidos da Lava Jato e impedem por canetadas loucas o Governo de governar?
Ou o Congresso que tenta a todo tempo garrotear o Governo por meio dos encardidos Rodrigo Maio e Alcolumbre para tomar grana?
Ou a esquerda caviar que tem no time Fernando Henrique Cardoso, Lula ladrão, José Dirceu e toda aqueles rabos de arraia?
Ou seriam os andrógenos alpinistas do Dória ou o Witzel? Vamos ver e comparar os dois times e fazer a pergunta de outro lado:
Quem acertou mais, então?
Foi a camarilha que não quer largar o osso e que governou o país nos últimos 30 anos ou o Bolsonaro em pouco mais 14 meses de governo?
Quem trouxe o país para as dificuldades que estamos vivendo?
Foram os construtores de estádios superfaturados, cuja grana faz falta agora na estrutura hospitalar? Ou foram os bilhões gastos com a Globo e colocados no bolso pelos irmãos Marinho? Ou outros tantos bilhões roubados nas estruturas de corrupção, no qual grande parte (senão todos) os bandidos citados estão direta ou indiretamente suspeitos de estarem vinculados?
Bolsonaro cometeu algum ato de corrupção? Fraudou? Traiu ou traí o Brasil?
Pare, pense e responda! Sem paixões! Sem o sequestro do medo!
Se você tivesse que colocar os destinos da sua vida, da sua família, do seu negócio nas mãos de um grupo, que grupo escolheria? A resposta está clara?
Então o que temos para hoje é o seguinte: Uma equipe do Ministério da Saúde atuando com extrema competência, se antecipando aos fatos e sendo mundialmente reconhecida por isso (lembre-se: foi o Brasil quem primeiro pediu à OMS que decretasse o estado de pandemia).
Compraram 5 milhões de testes rápidos, flexibilizaram o uso de novas terapias, organizaram atendimento ao povo em todas as mais de 5 mil cidades brasileiras.
A equipe do Ministério da Fazenda adotando medidas saneadoras da economia, negociando dívidas socorrendo Estados e Municípios, prorrogando vencimento de impostos, liberando crédito pelos bancos estatais e privados em favor das pessoas e das empresas. Antecipou 13º dos aposentados e beneficiários do bolsa família. Injetou bilhões de reais nas estruturas de saúde.
O Ministério da Infraestrutura agiu estratégica e taticamente para garantir o abastecimento da população.
Pelo Ministério da Justiça e pela Advocacia Geral da União, com rapidez extrema foram elaboradas medidas provisórias, decretos, resoluções e intervenções em pontos nevrálgicos para atenuar os danos que são iminentes.
O Ministério da Educação e o Ministério da Ciência e Tecnologia disponibilizaram sites orientando e educando a população através de curso online gratuitos.
O Exército, Marinha e Aeronáutica montaram estruturas de apoio hospitalar (e não se iludam que estão atentos a tudo, pois são o “braço forte e mão amiga”).
Quem está sendo patriota e pensando o Brasil neste momento?
Bolsonaro ou a Globo e seus sócios que esperam como hienas que lhes sobre uma carniça gorda e suculenta?
A hora é de tomar decisão! De que lado você está?
Do lado do Governo que agiu rápido, de forma transparente, corajosa, tomando decisões duras, mais honestas e possíveis, ainda que não sejam as que me agradam ou que agradem você? Ou do lado que em quer faturar e emitir notas fiscais de serviços de publicidade sem passar pelo processo de licitação para aproveitar o Decreto de Estado de Necessidade?
Você acredita na Globo? Você vê ética no comportamento dela? Você confia e tem segurança que os interesses do irmãos Marinho são de fato os interesses do Brasil e dos brasileiros?
E Bolsonaro? Você crê que ele quer o bem do país e da nação brasileira?
E por fim, me responda: o que a Globo, Maia, Alcolumbre, Gilmar Mendes, Toffoli, Dória, Witzel estão realmente fazendo pela população que não seja semear o ódio, a cizânia e a discórdia no meio de uma crise dessas proporções?
fonte; Jornal da Cidade

Nenhum comentário:

Postagens mais visitadas