SPORT HUANCAYO (PERU) X CORINTHIANS

São José e Taubaté - Estado investiga casos suspeitos de coronavírus nas duas cidades


Ao todo são 182 casos investigados em todo o estado; Brasil já tem oito casos confirmados da doença, sendo seis deles em São Paulo

O Governo do Estado confirmou nesta quinta-feira que investiga 182 casos suspeitos de coronavírus em São Paulo, sendo cinco no Vale do Paraíba: quatro em São José dos Campos e um em Taubaté. Em todo estado, seis pacientes já tiveram a doença confirmada.
Segundo a prefeitura de São José, um dos quatro casos já apontou resultado negativo, na noite desta quinta-feira. Os demais são de uma mulher de 34 anos que esteve nos Estados Unidos e no Canadá; uma mulher de 27 que esteve na Itália; é um menino de oito anos, que esteve na Europa, em país não indicado. Os três foram atendidos em hospitais privados e agora estão em isolamento domiciliar. 
"A Vigilância faz acompanhamento dos casos diariamente. Os resultados dos exames que podem ou não confirmar como positivo para coronavírus devem ser divulgados pelo Instituto Adolfo Lutz nos próximos dias", informou a Secretaria de Saúde de São José.
Em Taubaté, a prefeitura não deu informações do caso. Mas funcionários da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Central, o pronto-socorro municipal, trabalharam de máscara nesta quinta. 
São José já havia descartado dois primeiros casos, em fevereiro, e a RMVale ainda teve outros três casos investigados e descartados, sendo um Guaratinguetá, um em Lorena e um em Pindamonhangaba.
No Brasil, o Ministério da Saúde informou, nesta quinta-feira, que o país tem 8 casos confirmados do novo coronavírus, além do primeiro registro de transmissão dentro do país.
Também nesta quinta, o governador João Doria (PSDB) se reuniu com representantes de todas as cidades do estado para apresentar o plano de medidas de prevenção e assistência para casos do novo coronavírus. Ele cobrou dos municípios a luta contra fake news. "Não há razão nenhuma para pânico".
fonte: O Vale

Comentários

MAIS LIDAS

‘Continuem rezando’, pede mãe de Paulo Gustavo, que segue internado com Covid-19

Gratidão, Presidente!

Duas histórias degradantes