Postagem em destaque

Relatório chocante revela níveis extremos de perseguição aos cristãos na Índia

Líderes governamentais na Índia receberam recentemente um aviso severo da Comissão Americana de Liberdade Religiosa Internacional (USCI...

quarta-feira, 1 de abril de 2020

Empresário que distribuía cestas básicas é preso em Paraty acusado de descumprir medida de combate ao coronavírus

Segundo a polícia, distribuição de cestas causou aglomeração
Um empresário foi preso em flagrante nesta terça-feira em Paraty, na Costa Verde do Rio, acusado de ter descumprido um decreto da prefeitura da cidade que proíbe a aglomeração de pessoas para combater a contaminação pelo novo coronavírus. Segundo informações da 167ª DP (Paraty), responsável pela prisão, o homem marcou a distribuição de cestas básicas para a população no fim da tarde desta terça, no centro histórico da cidade . Ainda segundo informações da polícia, a distribuição acabou reunindo, aproximadamente, 200 pessoas.
Algumas cestas chegaram a ser distribuídas, mas os policiais impediram que a ação prosseguisse. Participaram da operação policiais civis, militares e agentes da prefeitura. O delegado titular da 167ª DP, Marcelo Russo, afirmou que em situações como essas, quando houver interese de ajudar a população, a pessoa deve agir com cautela:
- Ele (empresário) deveria ter procurado a Secretaria Municipal de Ação Social. Não pode sair fazendo aglomeração - ponderou.
O empresário foi autuado em flagrante pelo crime de Infração de medida sanitária preventiva, que tem pena de detenção de três meses a um ano. O delito, considerado de menor potencial ofensivo, é de competência do Juizado Especial Criminal (Jecrim).

fonte:  Jornal Extra

Nenhum comentário: