PCdoB atribui suicídio de Flávio Migliaccio ao Governo Bolsonaro e, COVARDE, apaga publicação

O suicídio do ator Flávio Migliaccio pegou a todos de surpresa, a morte do global comoveu toda a classe artística e também a massiva população de fãs que acompanhava sua longa trajetória nas teledramaturgias.
Flávio deixou uma carta de suicídio, tentando explicar o motivo pelo qual ‘desistiu da vida’ e pedindo desculpas pela fatídica decisão que tomou.
Confira a carta de suicídio de Flávio Migliaccio:
Entretanto, como sempre acontece, existem os oportunistas de plantão, que não conseguem nem ao menos respeitar a morte de um ícone das artes cênicas.
O site comunista ‘vermelho.org.br’ foi um dos oportunistas, que se aproveitou do fato para fazer propaganda política contra o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.
Com uma matéria intitulada: “Governo Bolsonaro levou Flávio Migliaccio ao suicídio!”, escrita pelo auto-intitulado ‘jornalista’, Antônio Carlos Queiroz, o portal esquerdista deixa claro a sua intenção de denegrir a imagem de Bolsonaro.
A matéria foi compartilhada pelas redes sociais do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), que posteriormente apagou a publicação.
Confira:

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Imagens fortes! Gamer mata amiga na vida real, filma, debocha e diz que tinha pacto satânico

Gratidão, Presidente!