Elias Maluco se mata e advogada de “Anjos da Liberdade” se penitencia: “Estamos em estado de choque”

 


O traficante Elias Pereira da Silva, conhecido como Elias Maluco, foi encontrado morto na tarde desta terça-feira (22) na Penitenciária Federal de Catanduvas.

Elias Maluco foi preso em setembro de 2002 e, em 2005, foi condenado a 28 anos e seis meses de prisão pela morte do jornalista Tim Lopes.

Em 2013, foi sentenciado a mais 10 anos, sete meses e 15 dias de prisão, desta vez pelo crime de lavagem de dinheiro.

A morte de Elias Maluco foi confirmada pelo Depen (Departamento Penitenciário Nacional).

Segundo o órgão, o local da morte de Elias passará por perícia da Polícia Federal.

"A família foi comunicada pelo Serviço Social da unidade. O Depen informa, ainda, que preza pelo irrestrito cumprimento da Lei de Execução Penal e que todas as assistências previstas no normativo são garantidas aos privados de liberdade que se encontram custodiados no Sistema Penitenciário Federal", diz a nota divulgada pelo departamento.

A advogada Flávia Fróes, presidente do Instituto Anjos da Liberdade, organização social que desenvolve projetos na área de direitos humanos, disse que um advogado foi hoje a Catanduvas para falar com Elias, que teria demonstrado interesse em participar de um projeto de reabilitação.

"Estávamos em um processo com o Elias, que tinha pedido para ser inserido no processo de reintegração. O advogado pediu para falar com ele e informaram que ele não queria ser atendido. Estamos em estado de choque", disse Flávia.


fonte: Jornal da Cidade online 

 

Comentários