PEÑAROL X CORINTHIANS

Deputado PT é flagrado aos berros com candidata durante discussão sobre fundo eleitoral

 


O deputado estadual de Mato Grosso do Sul e candidato à prefeitura de Campo Grande pelo PT, Pedro Kemp, foi flagrado coagindo uma mulher em vídeo divulgado na noite desta quarta-feira (28).

Nas imagens, o parlamentar aparece gritando próximo ao rosto de Karla Cânepa, candidata ao cargo de vereadora na capital sul-mato-grossense pelo mesmo partido de Kemp.

De acordo com o irmão da candidata, Thiago Cânepa Amorim, o episódio aconteceu dentro do comitê de Karla e na presença de diversas pessoas. Ele classificou a atitude como ‘machista’ e ‘autoritária’.

“Ele exigiu e tentou forçá-la a excluir do grupo de WhatsApp dos candidatos a vereadores do Partido dos Trabalhadores as informações divulgada pela transparência do TSE [Tribunal Superior Eleitoral] com os valores do fundo partidário, algo em torno de 500 mil reais, que favorecem apenas 8 dos 43 candidatos a vereadores do PT em Campo Grande/MS”, escreveu Thiago em publicação no Facebook.

Em outro momento do vídeo, Pedro Kemp berra, se aproxima da mulher e com o dedo em riste diz que ela teria de ‘provar’ informações divulgadas nas redes sociais.

“Você é uma cínica. Uma cínica. […] Você vai colocar nesse grupo uma retratação do que falou de mim. […] Eu estou por aqui ó [aponta para o pescoço]. […] Proooova! Proooova!”, gritou.

“Deixa eu falar, cacete, posso falar? Posso explicar? Não sou eu que distribui dinheiro do PT […] Você é uma irresponsável, irresponsável”, bate no peito. “Você não vai destruir a minha história. Você vai retirar essas palavras que você colocou no grupo”, disparou.

O petista, que alega não ser o responsável pela distribuição da verba de campanha, se exaltou e precisou ser contido por alguns homens.

De acordo com a última pesquisa Ibope, divulgada no dia 16 de outubro, Kemp aparece em terceiro lugar na disputa pela prefeitura de Campo Grande, com 6% das intenções de voto.

OUTRO LADO

Após a repercussão do vídeo, o deputado estadual emitiu nota oficial em que afirma estar “profundamente abalado”. No texto, ele reconhece que subiu o tom “além do que devia” e pediu “desculpas”.

ÍNTEGRA:

“Em face de um vídeo propositalmente gravado, editado e estranhamente divulgado num momento em que nossa candidatura alcança o segundo lugar com chances reais de disputar o segundo turno, estou profundamente abalado. Reconheço que me exaltei e subi o tom além do que devia. Peço desculpas a todas, mas não suporto injustiça principalmente com as companheiras, candidatas do partido. Quem me conhece sabe que essa atitude não condiz com a minha maneira de ser e me relacionar com as pessoas. Lamento ter me excedido e os fatos serão esclarecidos.”

 É com muita tristeza, indignação e revolta, que venho repudiar veementemente o deputado estadual e candidato a prefeito de Campo Grande/MS, sr Pedro Kemp, por invadir, agredir, gritar, xingar, ameaçar e intimidar minha irmã, que é candidata a vereadora, ontem dentro do comitê dela. Foram 40 minutos de pânico promovido por um homem abusador, machista, autoritário e desequilibrado contra uma mulher que estava trabalhando.

Pedro Kemp, que invadiu o escritório dela com mais 3 homens, por diversas vezes foi segurado pelos próprios assessores e convidado a se retirar. Ele exigiu e tentou forçá-la a excluir do grupo de whatsapp dos candidatos a vereadores do partido dos trabalhadores as informações divulgada pela transparência do TSE com os valores do fundo partidário, algo em torno de 500 mil reais, que favorecem apenas 8 dos 43 candidatos a vereadores do PT em Campo Grande/MS.

Em nenhum momento houve agressividade pela minha irmã ou por seu grupo, formado por representantes das favelas, povos de terreiro, produtores rurais, mulheres, jovens, gays, artistas de ruas, profissionais do sexo e negros, que estavam em reunião de campanha no momento da invasão do sr Kemp. Todos nós familiares estamos abalados, incluindo meus sobrinhos de 5 e 13 anos que choraram ao assistir os vídeos de sua mãe sendo agredida.

As imagens são chocantes! Por favor compartilhem para que as pessoas de bem possam escolher políticos melhores. Karla Cânepa minha irmã, estamos com você, sua voz jamais será censurada!

(A quem interessar posso encaminhar a íntegra do vídeo)



fonte: Conexão Política 

Comentários

MAIS LIDAS

Gratidão, Presidente!

Duas histórias degradantes

O estapafúrdio contrato “ultraconfidencial” entre o Butantan e a Sinovac, que não especifica valor entre as partes