Deputada do PSOL grávida de 13 semanas, comemora aprovação do aborto da Argentina

 

A deputada federal, Sâmia Bonfim (PSOL-SP) comemorou, no domingo (27), via Twitter, a gravidez de 13 semanas junto com o namorado, o também deputado federal, Glauber Braga (PSOL-RJ), juntos desde janeiro deste ano.

Nada mal para um casal que apoia o aborto de bebês e persegue famílias “heteronormativas”.

“Treze semanas de Bebê Bonfim Braga”, contou a notícia, feliz da vida.

Em resposta ao post dela, seguidores mais atentos criticaram a postura dúbia dos namorados esquerdistas:

“Segundo o PSOL, já pode abortar”, falou um.

“Sensacional essa família heteronormativa e patriarcal!! O bebê terá sexo definido e o sobrenome do pai já está depois do sobrenome da mãe do bebê que está por vir”, ironizou outro perfil.

Enquanto, outra pessoa destacou:

“Ainda bem que você disse “bebê”. Ou seja: uma pessoa em estado embrionário e não ‘amontoado de células’, termo que você costuma usar para se referir aos bebês dos outros”, disparou outro seguidor.

Três dias depois de festejar a própria gravidez, Sâmia utilizou o mesmo Twitter para celebrar a aprovação do aborto pelo Senado argentino.

“Explosão de alegria na Argentina! Depois de uma longa sessão, o Senado aprovou a legalização do aborto no país. Uma conquista histórica do movimento feminista. Que a maré verde se espalhe por toda a América!”, disse.

Em outra mensagem, desta vez, em espanhol, a parlamentar escreve:

“¡Abajo el patriarcado que va a caer, que va a caer!

¡Arriba el feminismo que va a vencer, que va a vencer!”

Traduzindo as palavras de Sâmia, significa dizer que ela exaltou um novo tipo de família diferente da patriarcal (pai-mãe-filho).

Resumindo: aborto pra vocês, filhinhos pra mim!

Confira:

  • Com informações: Jornal da Cidade online

Comentários

MAIS LIDAS

Gratidão, Presidente!

Duas histórias degradantes