Vereador eleito do PSOL diz que imagem de Bolsonaro decapitado é "arte" e não deve ser "censurada"



Na última sexta-feira (04), o vereador eleito pelo PSOL na cidade de Niterói (RJ), Tulio Rabelo, o professor Tulio, postou, em suas redes sociais, uma declaração de apoio ao artista que divulgou uma foto em que o presidente Jair Messias Bolsonaro aparece decapitado.

Em sua publicação, Tulio questiona a decisão da Polícia Civil, que indiciou Diadorim, o autor original da postagem polêmica.

Eleito no dia 15 de novembro, Professor Tulio já demonstra o discurso de ódio, característico de seu partido e chama a decisão da corporação policial de ‘censura’, dizendo que a escultura é uma ‘manifestação artística’.

“É inaceitável a instrumentalização da polícia pela família Bolsonaro para fins políticos. Nossa solidariedade ao Diadorim. Que a liberdade de manifestação artística seja respeitada sem qualquer tipo de censura!”, afirmou.

 A Polícia Civil fez a análise da imagem e concluiu que a mesma se caracteriza como prática de incitação ao crime.

Há que se perguntar... Seria defendida como ‘obra de arte’ se o político simbolicamente decapitado fosse de esquerda?

fonte: Jornal da Cidade Online

Comentários

MAIS LIDAS

Gratidão, Presidente!

Duas histórias degradantes

O estapafúrdio contrato “ultraconfidencial” entre o Butantan e a Sinovac, que não especifica valor entre as partes