Postagens

Mostrando postagens de Abril 19, 2020

Moro já se aliou a Globo - Witzel faz convite informal para o ex ministro no Twitter, será que ele aceita?

Imagem
Após o pedido de demissão de Sergio moro do cargo de ministro de estado, o governador do Rio de Janeiro publicou em seu Twitter que teria o privilégio de ter Moro em seu governo e afirmou que lá ele teria “carta branca”. “Assisto com tristeza ao pedido de demissão do meu ex-colega, o Juiz Federal Sergio Moro, cujos princípios adotamos em nossa vida profissional com uma missão: o combate ao crime. Ficaria honrado com sua presença em meu governo porque aqui, vossa excelência, tem carta branca sempre”. Confira a publicação: Wilson Witzel ✔ @wilsonwitzel Assisto com tristeza ao pedido de demissão do meu ex-colega, o Juiz Federal Sergio Moro, cujos princípios adotamos em nossa vida profissional com uma missão: o combate ao crime. Ficaria honrado com sua presença em meu governo porque aqui, vossa excelência, tem carta branca sempre 13,6 mil 12:16 - 24 de abr de 2020 Informações e privacidade no Twitter Ads 5.512 pessoas

EN Pauta ao vivo: A saída de Moro e o julgamento do aborto eugênico no STF

Imagem
Programa EN Pauta do dia 24/04 com Josair Bastos e Hélio Costa Jr. analisa a saída do ministro Sérgio Moro e o julgamento do aborto em caso de zika vírus pelo Supremo Tribunal Federal (STF), neste momento, 5 votos contra a legalização da eugenia. Em pauta: – Valeixo fez vista grossa sobre quem mandou matar Jair Bolsonaro? – Por que a quebra de sigilo telefônico de Adélio Bispo foi proibida enquanto cidadãos comuns e trabalhadfores têm seus direitos básicos violados em todo o Brasil? – Hélio Costa Jr. lembra a infeliz nomeação que Sérgio Moro tentou fazer da esquerdista e globalista Ilona Szabó; – Seria a negligência sobre a apuração de um crime de segurança nacional, que tentou vitimar o candidato favorito à presidência da República, o motivo da demissão de Valeixo? – O STF estaria deixando para se indispor com a população e liberar o aborto na ADPF442, que libera aborto “sob vontade da gestante” até 12 semanas? – O que Jair Bolsonaro trará a público em sua li

Janaína deixa “escapar” o “plano” para afastar Bolsonaro

Imagem
Janaína, explica o plano para quem acha que é teoria da conspiração... Eles têm pressa em tirar Bolsonaro, não estão a fim de passar por um demorado e desgastante processo de impeachment, ainda mais agora que a população acompanha e se revoltaria com os partidos que votassem para retirar o capitão. A única solução é gerar o caos e esvaziar o governo, forçando o pedido de 'demissão'. Fernando Henrique Cardoso pediu a mesma coisa. Entendeu? O alvo agora é o DEM forçando a saída da Ministra Tereza Cristina e um grupo liberal forçando Paulo Guedes a abandonar o barco, em troca de apoio político logo mais. Uma pena que Sérgio Moro aceitou o plano. Eis o texto postado por Janaína, “o plano”: “Nunca defendi pessoas. Sempre defendi e defendo ideias e ações. Nunca vocês me ouviram adjetivar quem quer que seja. Nós não votamos em Bolsonaro! Votamos em dois grandes compromissos! Os compromissos com a luta contra a corrupção e com uma política econômica liberal. Já

“É um ministro, lamentavelmente, desarmamentista”, destaca Bolsonaro sobre desalinhamento de Moro

Imagem
Durante o pronunciamento, o presidente Jair Bolsonaro destacou que Moro é desarmamentista. Ele disse: “É um ministro, lamentavelmente, desarmamentista. Dificuldade enorme com decretos para facilitar para aqueles que têm uma arma a compra de equipamentos, de munição.” E acrescentou: fonte: Conexão Política

Medíocre, Fabio Pannunzio sugere “suicídio” a Bolsonaro

Imagem
Certas pessoas são incapazes de travar um debate com decência e respeito. São movidas pelo ódio. Odeiam quem pensa diferente. No jornalismo isso deveria ser inadmissível, mas tornou-se comum, notadamente entre os mais jovem, forjados nos bancos universitários aparelhados pela esquerda. Em grande parte de nossas redações, não temos jornalismo, temos militância. Duro é quando se vê encarnando essa militância e esse ódio, um jornalista com anos de cadeira e quase sexagenário, caso de Fábio Pannunzio. Indecente, indecoroso e moleque. Não se dá ao respeito e não respeita ninguém. Eis o comentário mesquinho, insensato e desumano dirigido ao presidente da República: “Para Bolsonaro só tem duas saídas: a renúncia ou o suicídio. Ambas resolveriam o problema imediato.” Lamentável! fonte: Jornal da Cidade

Dilma vira piada na internet, após promover ‘live acidental' com a filha (veja o vídeo)

Imagem
Dilma consegue o impossível. A petista promoveu em suas redes sociais uma “live acidental” enquanto tentava fazer uma chamada de vídeo com o ministro da Educação da Argentina, Nicolás Trotta. A gravação rapidamente viralizou na web. Dilma é piada pronta. Ao telefone ela fala com a filha, que tenta auxiliá-la: “Paulinha, estou te dizendo que não está. Você está desconfiando que eu não estou vendo? Será que não é você que está me atrapalhando?”, disse Dilma. Veja o vídeo: fonte; Jornal Nacional

AO VIVO - Pronunciamento do Presidente Jair Bolsonaro - 24/04/2020

Imagem
fonte: Foco do Brasil

A “terra arrasada” de Sérgio Moro, o herói de capa curta

Imagem
Assisti atento e com caneta nas mãos o pronunciamento de despedida do senhor Sérgio Moro. Sua meticulosa compostura diante dos jornalistas, o falar pausado e o tradicional pedido de silêncio que sempre lhe é característico. Seu pronunciamento não foge ao tradicional. Fala do que fez, justifica o motivo de suas decisões e comenta o que pretende no futuro. Porém, o conteúdo de seu pronunciamento, e sendo o Sérgio Moro falando, confirma-se que o sr. Moro estava usando a tática de “terra arrasada” contra o Presidente Bolsonaro. A excentricidade falou As construções “eu entendi”, “eu poderia” e “eu senti” revelaram aquilo que todos sabemos, o seu lado excêntrico. Excentricidade que fez Sérgio Moro, ainda juiz, recusar a cumprimentar educadamente no saguão do aeroporto o então deputado Jair Bolsonaro. Excentricidade silenciosa que em seus pronunciamentos, já no governo Bolsonaro, evitava a todo o custo falar a palavra “Bolsonaro”. Hoje, no entanto, aquele lado medíocre e vi

“A democracia acabou”, afirma Olavo de Carvalho

Imagem
Através das redes sociais, o filósofo e professor Olavo de Carvalho, considerado um dos principais influenciadores da ‘ala ideológica’ do governo Jair Bolsonaro, comentou, nesta sexta-feira (24), sobre a crise aberta no governo com o pedido de demissão do agora ex-ministro Sergio Moro. Olavo disse que “Moro nunca foi anticomunista, apenas antipetista, o que é a definição mesma do pseudoboldonarista aproveitador”. “Se eu fosse realmente o guru do governo, nada dessa merda aconteceria”, acrescentou o filósofo. O escritor também afirmou que Bolsonaro não lhe pede conselhos, mas prefere dar ouvidos a generais: “Até hoje me parece um absurdo que o Bolsonaro jamais tenha me pedido conselho, preferindo dar ouvidos a generais.” Olavo fez também uma constatação de que o povo não tem opção de uma via democrática neste momento, que as opções que se impõe são duas vias totalitárias, segundo ele, a dos políticos ou a dos militares: “A democracia acabou. O Brasil terá de escolher

"Quem são os cotados para a vaga de Moro no Ministério da Justiça"

Imagem
"Dois nomes despontam como favoritos para assumir o Ministério da Justiça e da Segurança Pública com a saída do ex-juiz Sergio Moro. O primeiro é o atual ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, que hoje acumula a Subchefia de Assuntos Jurídicos (SAJ). Ele é advogado, major da reserva da Polícia Militar do Distrito Federal e homem de confiança do presidente Jair Bolsonaro. O ministro é filho do capitão do Exército Jorge Francisco, morto em 2018 e que, por 20 anos, foi chefe de gabinete de Bolsonaro. Oliveira também é cotado para ocupar uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF) quando o ministro Celso de Mello, se aposentar, no fim deste ano. Oliveira iniciou o governo no comando da SAJ, mas logo foi promovido a ministro ao assumir a Secretaria-Geral da Presidência, em junho de 2019. Em pouco tempo, se tornou um dos mais influentes ministros do governo. Considerado discreto e de extrema confiança, ele trabalha no Palácio do Planalto e é um dos e

“Que Deus tenha misericórdia dessa nação”

Imagem
“Presidentes socialistas que me antecederam desviaram centenas de bilhões de dólares comprando parte da mídia e do parlamento. (…) Foram julgados e punidos graças ao patriotismo, perseverança e coragem de um juiz que é símbolo no meu país, o Dr. Sérgio Moro, nosso atual Ministro da Justiça e Segurança Pública” - quem proferiu esta frase, em discurso na frente de todo o planeta, na ONU, em 24 de setembro de 2019, foi Bolsonaro. Hoje, também num dia 24, o ministro Sérgio Moro pede demissão, em coletiva de imprensa realizada há pouco. Não aceitou a troca de comando na Polícia Federal, imposta pelo presidente da República. Para Bolsonaro, parece que a crise do novo coronavírus; a terra arrasada na economia; as polêmicas diárias sem a menor necessidade; as intrigas sem fim; as mensagens certas sob a forma errada, isso tudo não basta: é preciso ir além, é preciso demitir um de seus ministros mais importantes, em meio ao caos. Afinal, não há turbulência que satisfaça o governo atual,

Os reflexos da saída de Sérgio Moro: O gato subiu no telhado…

Imagem
Quando Jair Bolsonaro se candidatou à Presidência não tinha prometido casamento com o agora ex-Ministro Sérgio Moro. Então, quem votou no Presidente, sequer sabia que o então Juiz seria Ministro. Depois veio o convite, com oferta de carta branca. Nem tudo na vida é como a gente planeja. E quem já viveu um pouco, sabe bem disso. Juras de amor eterno se desfazem. Ressentimentos se transformam em paixões avassaladoras. Vitórias consagradas sofrem reviravoltas em milésimos de segundo (lembram da Prova de São Silvestre de 2019?), derrotados se tornam grandes vencedores. Quer ver na advocacia é a tal da “causa ganha”. Ganhei centenas de causas que meus adversários consideravam impossíveis de perderem. Mas também meus clientes perderam algumas causas que eram certas. Os ventos mudam, a economia muda, a saúde muda, a temperatura muda, o humor muda, os costumes mudam, a lei muda, a jurisprudência muda, os governos mudam. Sérgio Moro é um craque! Um homem que prestou um grande s

AJUDE À MANTER NOSSO CANAL

AJUDE À MANTER NOSSO CANAL
Sua colaboração é importante para que nosso trabalho continue, faça sua doação, aponte a câmara do seu celular para QR CODE.