Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 26, 2020

Operação de Risco (02/05/20) | Completo

fonte;  Operação de Risco 

“Pelo bem da minha saúde, só posso fumar se estiver de máscara”

Estava voltando para minha casa, há pouco, e parei na conveniência que sempre paro, no caminho entre a casa da minha mãe e a minha, para comprar cigarros. Não pude entrar. Segundo o novo decreto municipal, não podemos frequentar nenhum estabelecimento sem máscara. Eu estava indo comprar cigarro, responsável por 8 milhões de mortes, anualmente. A segunda maior causa de óbitos no mundo. Mas tinha que estar de máscara, para evitar uma gripe. Eu, honestamente, não sei até que ponto o brasileiro vai continuar aceitando todos estes desmandos. Não entendemos, ainda, que uma ditadura não acontece da noite para o dia. Não acordamos em um regime totalitário. As liberdades vão sendo minadas aos poucos, de forma quase imperceptível. Governadores e prefeitos, apoiados pelo judiciário, estão fechando vias e, por vezes, cidades inteiras; confiscando propriedades privadas; cerceando nosso direito de ir e vir; nos impedindo de trabalhar e estabelecendo, agora, trajes obrigatórios para a

Advogado de Moro já defendeu Marcelo Odebrecht e Eduardo Cunha na Lava-Jato

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, compareceu à sede da PF (Polícia Federal) em Curitiba para prestar depoimento no inquérito que apura as acusações de que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir politicamente nas investigações da PF (Polícia Federal). O ex-ministro não chegou pela portaria principal, mas pelos fundos. Um dos advogados dele já atuou na defesa do ex-deputado Eduardo Cunha e do empresário Marcelo Odebrecht no âmbito da operação Lava Jato, segundo informações de  Lauro Jardim, do jornal O Globo . Na época, Moro era responsável de julgar os processos quando titular da 13ª Vara Federal de Curitiba. De acordo com Jardim, o nome do advogado é Rodrigo Sánchez Rios, secretário-geral da seccional paranaense da OAB. Além dele, mais três advogados de um escritório criminalista fazem a defesa do ex-ministro. fonte: Conexão Política

AO VIVO - (Live) Raul Seixas - matar saudade - Roberto e Seixas e Metamorfose Ambulante - 02/05/2020

fonte:  Santo Rock Bar Tv

AO VIVO - (Live) - Xand Avião - 02/05/2020

fonte: Xand Avião

AO VIVO - Jorge & Mateus - SUNSET LIVE - 02/05/2020

fonte: Jorge e Mateus

Urgente! Barroso derruba mais uma medida do presidente

fonte: Vista Pátria

Traiu Bolsonaro 15 meses - Moro entrega a PF 15 meses de mensagens trocadas com Bolsonaro, diz jornalista

O ex-ministro Sérgio Moro está realmente disposto a detonar o governo de Jair Bolsonaro. Antes de comparecer na sede da Polícia Federal em Curitiba, neste sábado (2), Moro cuidou de vazar para a grande mídia a informação de que tem esse dossiê com 15 meses de conversas com o presidente da República. Segundo Guilherme Amado, da Revista Época, “Moro tem todo o histórico de seu WhatsApp gravado, antes e depois do ataque hacker de que foi vítima no ano passado, e nele áudios, conversas, links e imagens trocadas com o presidente”. Ainda segundo a 'Época', todo o acervo está sendo entregue para a PF. Fica a questão: Até onde mensagens trocadas através de aplicativo de WhatsApp podem servir como meio de prova? De qualquer forma, a impressão que se tem é que durante todo o tempo que permaneceu no governo, Moro agiu de caso pensado, preparando o terreno para esse desfecho traumático. Veja o vídeo: fonte:  Revista Época

Prefeitura vai fazer bloqueios de vias para evitar circulação de pessoas em SP

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) anunciou que a partir desta segunda-feira, 4, vias na cidade de São Paulo serão bloqueadas com o objetivo de diminuir a circulação de pessoas na capital. O bloqueio será feito em grandes avenidas de São Paulo durante o horário de pico da manhã, entre 7h e 9h, com a abertura de apenas uma faixa de rolamento para motoristas. De acordo com a CET, caso a adesão da população ao isolamento não aumente a partir de segunda-feira, os bloqueios em vias da cidade poderão ser realizados durante todo o dia, como tentativa de aumentar a restrição e desestimular as pessoas a saírem de casa. fonte: Terra

Só pode ser piada - Prefeito de Manaus envia apelo a Greta pedindo ajuda no combate ao Coronavírus na cidade

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), enviou neste sábado (2), um vídeo institucional à ativista ambiental adolescente sueca Greta Thunberg, cujo conteúdo é um apelo para que, com sua influência mundial, ela possa ajudar a angariar recursos que ajudem a capital do Estado no combate ao novo coronavírus. “É um SOS ao Amazonas”, definiu o prefeito. Com o agravamento diário no sistema de saúde e funerário em Manaus, o prefeito tem buscado expor essa situação ao País e ao mundo, com o intuito de buscar auxílio de equipamentos, médicos e medicamentos, destaca o Portal  D24AM “A gravidade com que o novo coranavírus está fazendo vítimas faz necessário que a ajuda venha com rapidez. Aguardo, ansiosamente, um grande auxílio por parte do Ministério da Saúde, sinalizado por seu secretário-executivo, general Pazuello. Porém, tenho pressa e, por isso, tenho buscado o apoio internacional para enfrentar o que está por vir neste mês de maio, momento em que chegaremos ao pico da do

Polícia é pra prender bandido, não cidadão de bem!

fonte: Capitão Derrite

O ativismo judicial já retirou o poder de Bolsonaro

O esvaziamento dos poderes presidenciais, através das decisões judiciais ilegais, é um exemplo nítido entre a diferença de ganhar as eleições e de ganhar o poder. Dirceu deixou bastante claro que eles tinham perdido as eleições, não o poder. Eles contam com uma suprema corte escolhida a dedo para defender os interesses ideológicos da esquerda, qualquer decisão presidencial que tente implementar a agenda que elegeu o Governo será inviabilizada pelo ativismo judicial, enquanto conta com o apoio positivista, com seu slogan idiota de que decisão judicial não se discute, mesmo as completamente ilegais. Repito, não há necessidade de retirar formalmente o presidente do poder, a Justiça aparelhada já o retirou de fato, ele não possui mais poderes independentes. Eu não acredito que o STF vai partir para uma tentativa de afastar o presidente na força, eles não precisam disso. Eles irão manter o Governo sem qualquer poder decisório, bloquearão toda e qualquer decisão que seja para i

Juíza se baseia em decisão de Moraes e suspende nomeação de militar para a Funai

A juíza federal Janete Lima Miguel suspendeu a nomeação do militar de carreira José Magalhães Filho, para a coordenadoria regional da Fundação Nacional do Índio em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Na decisão, a magistrada citou o ministro Alexandre de Moraes e a recente liminar que suspendeu a indicação de Alexandre Ramagem para a direção-geral da Polícia Federal. O entendimento da decisão judicial é de que o caso “amolda-se justamente à mesma situação” de Ramagem. O militar não possui nada e nenhum fato que desabone a sua conduta ou a sua vida pregressa. É reconhecidamente uma pessoa íntegra. Porém a magistrada entendeu que ele não goza de condições para representação política e social das comunidades indígenas. O caso dá mostra de que doravante qualquer nomeação do executivo poderá ser questionada no Judiciário e suspensa ou anulada, o que está gerando um perigoso ativismo judicial. fonte: Jornal da Cidade

Celso de Mello abre inquérito contra Weintraub, Moro depõe contra Bolsonaro

fonte: youtube/Vista Patria

O STF agora é virtual e esse é o grande “perigo”

O que está acontecendo? Um golpe para tirar Bolsonaro está em curso.... Como assim? Não é o Congresso que tira? O Congresso tira o presidente com impeachment. Para isso Maia e Alcolumbre precisariam estar alinhados.... E não estão! Lembram que Alcolumbre ficou muito bravo, que Maia mandava as medidas provisórias que não queria aprovar, em cima da hora para o Senado. Só pra bomba estourar no colo de Alcolumbre? E agora Alcolumbre decidiu ajudar o governo... Fora isso impeachment só acontece se o povo quiser... Porque os parlamentares sabem que se fizerem algo assim, sem vontade popular, é o fim da carreira política deles... A saída? É tirar o presidente pelo STF... O STF que agora é virtual... Ninguém sabe onde seus ministros estão... Não precisam de apoio de ninguém... Basta dar a canetada!! Entendem? Quem mais acusa o governo de tentativa de implantar a ditadura são os verdadeiros ditadores! E por isso que eles tem tanto medo de quem pede ajuda

O momento seguinte ideal para "O Mecanismo", após o depoimento de Moro

O presidente democraticamente eleito está sendo impedido de governar. O presidente "racista", mas que tem diversos amigos afrodescendentes e inclusive ajudou eleger um deles como o mais votado de seu Estado. O presidente "machista" que casou com uma mãe solteira e assumiu o filho, tem em seu ministério mulheres e luta diariamente para aumentar as penas de crimes contra mulheres. O presidente "fascista" que respeita a Constituição, é massacrado pelas mentiras da imprensa e ainda assim a mantem livre, proibido de atuar, pois judiciário e legislativo "mandam" mais que o executivo, mas ainda assim os respeita. Hoje, 14 horas, o ex-ministro chantagista irá depor, para um amigo PESSOAL, contra o presidente, para que o mesmo seja impedido de governar, vítima de um golpe do STF. Sinceramente? Que caia logo e nem deixe Mourão assumir. Façam novas eleições, burlem as urnas e deem logo a vitória para Ciro ou Andrade ou outro vigarist

Doria vai mandar paciêntes de SP com COVID para o Hospital Regional de Taubaté, afirma vereadora

fonte:  Vivi da Rádio Vereadora

Atenção Brasil: Celso de Mello judica para derrubar o presidente Bolsonaro? (veja o vídeo)

Está claro que a aristocracia medieval brasileira tenta, de todas as formas, impedir Jair Bolsonaro de governar. Não queriam sua candidatura. Candidato, tentaram impedir sua eleição. Eleito, não querem que ele governe. Mobilizaram o Congresso. O povo reagiu e Deputados e Senadores recuaram ante a força popular do governo. Agora manejam junto ao STF, que age num nítido ativismo judiciário nada republicano para desestabilizar o governo e o Presidente. Primeiro foi a decisão de Alexandre de Moraes impedindo que o Presidente exercitasse um "direito/dever" constitucionalmente assegurado de indicar o Diretor-Geral da Polícia Federal. Agora, para criar um fato político, Celso de Mello, no apagar das luzes da sua pálida carreira, aceita a jurisdição para ser relator num inquérito para investigar Bolsonaro, de quem é um inimigo de fígado declarado (como público e notório). Esse ministro, ademais, tecnicamente, está impedido por ser suspeito para conhecer, processar

“O presidente não manda em ninguém e o STF manda em todo mundo”

“Estamos assim: os governadores mandam nos estados, os prefeitos nos municípios, o presidente não manda em ninguém e o STF manda em todo mundo”. Luís Ernesto Lacombe. Nesta quinta-feira à noite (30/04), ministros do Supremo Tribunal Federal brasileiro ocupavam as telas dos canais de notícias. Instigados pela mídia militante, criticavam o presidente da República por haver manifestado opinião sobre a decisão que o impediu de nomear Alexandre Ramagem para o Polícia Federal. Deixavam a prudência no encosto da poltrona e opinavam sobre um assunto em relação ao qual, em tese, ainda poderão ser chamados a deliberar. O Ministro Celso de Mello funciona como líder da oposição no STF e critica duramente, por tudo e por nada, o presidente e seus eleitores. Alexandre de Moraes atropela a CF, transforma suas suposições em evidência impedindo a nomeação de Alexandre Ramagem. E Bolsonaro não pode dizer que aquela casa faz política? Dá-me forças para viver! O estrelismo faz do nosso STF caric

AO VIVO - #CabareEmCasa - Leonardo e Eduardo Costa - 01/05/2020

fonte;  CantorEduardoCosta

Por que o mundo entrou nesse pânico histérico?

A taxa de mortalidade do Covid para pessoas abaixo de 50 acabou sendo de somente 1 por 1.000 nos países bem administrados, não muito distante de uma gripe anual. Portanto, não era para essa faixa etária estar em pânico, com medo de sair de casa, sem trabalhar por 45 dias, paralisando a economia. Mas o emocional tomou conta, e o pânico, sempre explorado por jornalistas, se alastrou a níveis imagináveis. Por que toda esta histeria? A melhor explicação que vi, de Victor Hanson, historiador, é porque as novas gerações pós 1960 estão mal acostumadas com a noção de morte. Quem passou pela Segunda Guerra mundial já não existe mais. Hoje não se lê os livros clássicos, onde a morte fazia parte do dia a dia. Caveiras eram colocadas em cima das mesas para ninguém esquecer. A expectativa de vida em 1800 era de 27 anos, em 1900 era de 42. Defender seu país numa Guerra era até um ideal dos jovens na época, onde as chances de morrer eram bem maiores do que 1 em 1.000. Essa é a

Suspeitas que vinculam Sérgio Moro a globalistas, George Soros e FHC

A saída de Sérgio Moro intrigou muita gente, ainda mais quando ela se deu com o ex-ministro abrindo fogo contra o presidente devido escolha da chefia da Polícia Federal. A instituição, fortemente influenciada por Moro desde a Lava Jato, teve a nomeação impugnada por Alexandre de Moraes, do STF, após a saída de Moro. O ex-juiz da Lava Jato ganhou fama de incorruptível e destemido por saber utilizar a PF contra a elite corrupta da época, o que rendeu grande popularidade, ao ponto de torna-lo cotado para o Supremo. Sua saída despertou a suspeita de muitos que conhecem os caminhos preferidos das articulações internacionais da elite financeira da esquerda, os chamados globalistas como George Soros e, no Brasil, Fernando Henrique Cardoso, apontado por Roberto Jefferson como principal “orquestrador” de um possível golpe para derrubar Bolsonaro com a ajuda de Rodrigo Maia. Assim como Mandetta, que falou em sua despedida sobre uma “nova ordem mundial da saúde”, Sérgio Moro começou a ser