Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 10, 2020

Bolsonaro divulga vídeo denunciando “Ditadura” de Paulo Câmara em Pernambuco (veja o vídeo)

O presidente Jair Bolsonaro acaba de compartilhar nas redes sociais um vídeo denunciando práticas abusivas que estão sendo conduzidas pelo governador de Pernambuco Paulo Câmara, do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Seguindo os passos de João Doria, é mais um ‘ditadorzinho’ que se revela em meio à pandemia. Lamentavelmente, tudo isso com respaldo de nosso Supremo Tribunal Federal (STF), que concedeu superpoderes a esses mandatários com interesses inconfessáveis. Veja o vídeo: fonte: Jornal da Cidade

Deputada escancara absurdos do STF: “É militância! É gravíssimo” (veja o vídeo)

A intromissão do Supremo Tribunal Federal (STF) no poder Executivo, seja com decisões estapafúrdias ou mesmo com comentários de seus ministros sobre o presidente da República, proporcionou críticas duríssimas e até ‘emocionadas’ da deputada federal Bia Kicis. Em entrevista concedida ao canal Terça Livre, Bia foi dura e, referindo-se aos ministros do STF, disse o seguinte: “Onde nós estamos. Ministro não tem que ficar falando. Ministro tem que julgar e tem que ficar quieto. Tem que julgar dentro do processo e de acordo com a Constituição.” Bia sustentou ainda que a OMS não tem que traçar diretrizes para o Brasil e, com relação ao ministro Celso de Mello, sobre suas declarações de que Bolsonaro não tem estatura para ocupar o cargo de presidente da República, Bia desafiou: “Quem é ele pra falar isso?”. Veja o vídeo: fonte: jornal da Cidade

Coveiro se recusa a enterrar vítima de Covid-19 (veja o vídeo)

A perda de um ente querido é sempre muito dolorosa para a família. Imagine nessa época de pandemia, perder um parente próximo e na hora de enterrar, os coveiros do cemitério municipal se recusarem a fazer o enterro. Foi o que aconteceu em Cariacica, um município da Região Metropolitana da Grande Vitória, no Espírito Santo, nesta sexta feira, dia 15 de maio. Segundo as normas vigentes no estado, não está sendo permitido às famílias nem mesmo velarem seus mortos, para evitar aglomerações. O taxista José Inácio da Silva Filho, de 39 anos, era portador de um câncer e fazia tratamento. Por isso, sua imunidade já era muito baixa, devido à agressividade dos fortes medicamentos que tomava. De acordo com a família, José tinha se submetido a uma cirurgia no cérebro e estava se restabelecendo em casa, quando apresentou febre alta. Foi encaminhado ao hospital Jayme Santos Neves, que é referência em COVID-19 e seu teste deu positivo. Ele ficou internado em UTI, mas não resis

Câmara aprova PL, elaborado por grupo liderado por Toffoli, que suspende temporariamente leis do Direito Privado

Nesta última quinta-feira (14), o plenário da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 1.179/2020, que suspende temporariamente leis do Direito Privado enquanto durar a epidemia de coronavírus chinês no Brasil. Devido às mudanças, o projeto agora volta para o Senado. O anteprojeto foi elaborado por um grupo de juízes, ministros de tribunais e advogados especialistas em direito privado, sob a liderança do ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal. O advogado e professor de Direito Civil da USP, Otávio Rodrigues, coordenou com o ministro Antonio Carlos Ferreira (STJ) o grupo de juristas responsável pelo anteprojeto, que contou com a participação dos juristas Arruda Alvim, Paula Forgioni, Fernando Campos Scaff, Rodrigo Xavier Leonardo, Rafael Peteffi da Silva, Francisco Satiro, Marcelo von Adamek, Roberta Rangel e Gabriel Nogueira Dias, além de várias propostas recebidas de institutos e associações. Um fator decisivo para rápida tramitação na Câmara foi

É só o que faltava - Cara de Pau - Lula e Dilma fazem live ‘contra corrupção’

É um país onde o poste mija no cachorro mesmo. Zé Dirceu, Lula e Dilma fizeram uma live nas redes sociais com nome de ‘contra corrupção’. INACREDITÁVEL! Só o Brasil mesmo que consegue ter uma sem vergonhice dessa. Dois ex-presidiários e uma que caiu pelo impeachment. Não há palavras para descrever. (A Live foi cancelada pela péssima repercussão) fonte:  https://oalerta.com.br/2020/05/12/cara-de-pau-lula-e-dilma-fazem-live-contra-corrupcao/

E agora esquerdalha, vai criticar? - Maduro defende uso da cloroquina para conter coronavírus

O ditador  Nicolás Maduro   agradeceu, nesta quinta-feira (14), aos profissionais da saúde e pesquisadores da  Venezuela   pelo uso da  cloroquina   contra o novo  coronavírus .  Em publicação nas redes sociais, Maduro escreveu: “Com eles, avançamos na produção de difosfato de cloroquina, um medicamento eficaz para o tratamento contra a Covid-19. Sim, nós podemos, Venezuela.” No mesmo dia, o presidente da Assembléia Nacional Constituinte da Venezuela,  Diosdado Cabello , ameaçou pesquisadores após a publicação de um estudo que indicava subnotificação de casos de coronavírus no país. fonte: Renova Mídia

AO VIVO - A Cloroquina venceu? - Terça Livre - 15/05/2020

fonte: Terça Livre

Teich deixa ministério após desentendimento sobre cloroquina

O   Ministro da Saúde, Nelson Teich, deixou o cargo nesta sexta-feira (15), antes de completar 30 dias à frente da pasta. O motivo de sua demissão é o desentendimento com o Presidente Jair Bolsonaro em relação a cloroquina, o que já vinha sendo motivo de críticas da opinião pública em relação ao ministro, que é empresário da saúde. O secretário executivo, general Eduardo Pazuello, assume interinamente. “O ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu exoneração nesta manhã. Uma coletiva de imprensa será marcada nesta tarde”, informou o ministério, em nota. O presidente Jair Bolsonaro quer que a cloroquina, a exemplo de diversos países e defendida pelos maiores nomes da medicina, seja utilizada desde os primeiros sintomas, tal como prevê o protocolo de tratamento da Prevent Sênior e da Unimed. O chefe do Executivo argumenta que “é direito do paciente” decidir sobre o seu tratamento. O Conselho Federal de Medicina publicou nota técnica permitindo a prescrição do medicamento mesmo em c

Sai Teich, entra General

Com o anúncio da demissão de Nelson Teich do Ministério da Saúde, neste primeiro momento, o secretário-executivo da pasta, general Eduardo Pazuello, irá assumir interinamente o cargo, tendo a possibilidade de ser, posteriormente, efetivado. Informações dão conta de que a ala militar do governo quer ver o general em definitivo no cargo. Eduardo Pazuello chegou ao Ministério da Saúde para ser o braço direito de Teich. Entretanto, o general discordou com o agora ex-ministro em assuntos importantíssimos, como a flexibilização do isolamento e, principalmente, o uso da cloroquina no combate ao coronavírus. Sendo assim, portanto, espera-se que uma das primeiras medidas do ministro, seja a alteração do protocolo de tratamento da Covid-19, principal motivo da saída de Teich, segundo o próprio. No serviço militar, Pazuello comandou o 20° Batalhão Logístico Paraquedista e foi Diretor do Depósito Central de Munição, ambos no Rio de Janeiro. Em 2014, foi promovido a General-de-Brigad

Flávio Dino, que criticou Bolsonaro por cloroquina, assume liberação do medicamento no Maranhão

O governador comunista do Maranhão, Flávio Dino, em live realizada nesta quinta-feira, 14, anunciou as novas medidas de seu governo no enfrentamento da pandemia de coronavírus. Entre as ações anunciadas pelo governador, está a utilização da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19, junto com outros medicamentos como a azitromicina, ivermectina e Koid 4. “Nós vamos garantir exames, tomografia e medicamentos. Há uma dúvida sobre quais medicamentos, os medicamentos que a rede estadual oferta são aqueles que ali estão, inclusive a cloroquina”, disse o governador. Flávio Dino já criticou publicamente o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, pela indicação ao uso da cloroquina. Segundo o comunista, o presidente defendia o fármaco, por não "saber o que fazer”. “Debate político sobre cloroquina é mais um erro de Bolsonaro. Se médicos não quiserem prescrever o remédio, ele vai substituí-los? Mandar prender? O remédio já existe e está disponível. Como outros, em t

Sindicato dos Médicos do Ceará aciona MP por suposta pressão para que atestem óbitos como COVID-19

Confira a nota do Sindicato dos Médicos no Ceará: “Em seu contínuo trabalho de monitoração das informações sobre a crise do coronavírus (COVID-19) e suas consequências, o Sindicato dos Médicos do Ceará vem recebendo denúncias de que os profissionais estariam sendo pressionados a atestarem o resultado dos óbitos como “suspeita de COVID-19”, sem que se façam quaisquer exames mais precisos. Diante da gravidade da situação, a entidade apresentou um Pedido de Providência, nesta quarta-feira (13), à Promotoria de Justiça da Saúde Pública do Ministério Público Estadual do Ceará, com objetivo de investigar as informações. No documento enviado à Promotoria, a entidade se coloca à disposição para quaisquer esclarecimentos, auxílios, ou atos que se façam necessários. O Sindicato também solicita que o Ministério Público providencie a criação de um canal de comunicação específico aos médicos, com ampla divulgação, para que os profissionais que supostamente tenham vivenciado a referida sit

Gregorio Duvivier chama Teich de ‘cadáver’ e General Pazuello de ‘bebê de farda’

O ator Gregorio Duvivier comentou em seu Twitter a saída de Nelson Teich do Ministério da Saúde, nesta sexta-feira (15). Na postagem, Duvivier chama Teich de “cadáver” e disse que o General Pazuello é um “bebê de farda”. “Depois do cadáver, o novo ministro da saúde é claramente um bebê de farda. Só não vê quem não quer”, afirmou o ator do canal Porta dos Fundos. Gregorio Duvivier ✔ @gduvivier Depois do cadáver, o novo ministro da saúde é claramente um bebê de farda. Só não vê quem não quer 3.353 15:10 - 15 de mai de 2020 Informações e privacidade no Twitter Ads 585 pessoas estão falando sobre isso Vale lembrar que Pazuello, até o momento, está à frente da pasta de forma interina. Não é certo, ainda, que ele continue definitivamente. fonte: Conexão Política

Bolsonaro divulga mensagem de WhatsApp e desmoraliza narrativa de Moro

A imputação feita pelo ex-ministro Sérgio Moro, no sentido de que o presidente Jair Bolsonaro teria tentado interferir na Polícia Federal, além de já ter sido rechaçada pelo próprio delegado Maurício Valeixo, ex-diretor-geral do órgão, cai por terra definitivamente ante o conteúdo de uma mensagem de WhatsApp trocada entre Moro e a deputada Carla Zambelli. O próprio Bolsonaro divulgou esse conteúdo em suas redes sociais. Veja abaixo: Devidamente autorizado pela Deputada Carla Zambelli divulgo mensagem trocada entre ela e Sérgio Moro no dia 24/abril (lembro que Moro divulgou para a TV Globo, outra conversa tida com Zambelli sem autorização da mesma). 20 minutos antes de sua coletiva o ex-ministro afirma que NÃO pediria demissão, caso o Presidente revogasse a exoneração do Delegado Valeixo. Fica claro que, com a possível revogação do decreto de exoneração, qualquer "interferência" por parte do Presidente deixaria de existir. GAME OVER, pelo próprio Zap de Moro.