Tristeza: Ford anuncia que vai fechar fábricas e fim de produção no Brasil

 

Produção de EcoSport, Ka e Ka Sedan será encerrada imediatamente em Camaçari (BA)

O ano mal começou e a Ford faz um anúncio bombástico: vai encerrar toda a sua produção no Brasil com o fechamento das fábricas em Camaçari (BA), Tatuapé (SP) e Horizonte (CE) ainda neste ano. A decisão levará ao fim das linhas da Ka, Ka Sedan e EcoSport, além do utilitário Troller T4. Apesar disso, a fabricante promete que continuará a operar no país com modelos importados, como a Ranger feita na Argentina.

“A Ford está presente há mais de um século na América do Sul e no Brasil e sabemos que essas são ações muito difíceis, mas necessárias, para a criação de um negócio saudável e sustentável”, disse Jim Farley, presidente e CEO da Ford. “Estamos mudando para um modelo de negócios ágil e enxuto ao encerrar a produção no Brasil, atendendo nossos consumidores com alguns dos produtos mais empolgantes do nosso portfólio global. Vamos também acelerar a disponibilidade dos benefícios trazidos pela conectividade, eletrificação e tecnologias autônomas suprindo, de forma eficaz, a necessidade de veículos ambientalmente mais eficientes e seguros no futuro.”

Fábrica Ford - Camaçari (BA)
Ford Ka Argentina

As fábricas de Camaçari e Tatuapé encerram a produção de carros imediatamente, trabalhando somente na fabricação de peças para continuar atendendo o pós-venda. Já o complexo em Horizonte (CE), onde o Troller T4 é feito, seguirá operando até o 4º trimestre de 2021. As concessionárias continuarão operando com os estoques remanescentes de Ka, Ka Sedan e EcoSport, esperando pelos novos veículos importados.

“Além de reduzir custos em todos os aspectos do negócio, lançamos, na região, a Ranger Storm, o Territory e o Escape, e introduzimos serviços inovadores para nossos clientes. Esses esforços melhoraram os resultados nos últimos 4 trimestres, entretanto a continuidade do ambiente econômico desfavorável e a pressão adicional causada pela pandemia deixaram claro que era necessário muito mais para criar um futuro sustentável e lucrativo”, diz Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul e Mercados Internacionais.

Ka Sedan 2019
Troller TX4

A Ford já estava enxugando ao máximo os seus gastos, com a venda da fábrica em São Bernardo do Campo (SP) em 2019, onde ficava também sua sede administrativa. Ajudou a conter os gastos, mas o processo global de reestruturação exigia mais para conseguir alcançar a margem EBIT (lucro líquido antes dos impostos) de 8%.

A vida para os concessionários será um pouco difícil nos próximos meses. A Ford prometeu novos lançamentos em breve, com a chegada do Bronco e novas versões da Ranger e Mustang, mas levará um tempo para que alguns deles desembarquem. No comunicado, a marca ainda diz que irá anunciar outros modelos novos, incluindo um híbrido plug-in. Outra promessa para este ano é a vinda da van Transit, feita no Uruguai. A marca também trabalha em uma picape rival da Fiat Toro chamada Maverick, que virá do México.

Já os 3 projetos previstos para Camaçari (BA) estão automaticamente cancelados. 


Com informações: Motor 1

Comentários

MAIS LIDAS

Gratidão, Presidente!

Duas histórias degradantes