Bolsonaro age, nomeia general Heleno para o Conselho da República e pode mudar o rumo de tudo

 


Nesta sexta-feira, 19, o presidente da República, Jair Bolsonaro, nomeou o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, e o presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf, para integrarem o Conselho da República.

A decisão foi publicada no DOU (Diário Oficial da União).

O Conselho da República foi criado por lei em 1990 para deliberar sobre intervenção federal, estado de defesa, estado de sítio e questões relevantes para a estabilidade das instituições democráticas.

O colegiado é presidido pelo próprio presidente da República. Ao todo, o conselho é composto pelo vice-presidente da República, pelos presidentes da Câmara e do Senado, os líderes da maioria e da minoria da Câmara e do Senado, o ministro da Justiça e seis cidadãos brasileiros maiores de 35 anos de idade.

Todos eles terão mandato de três anos, vedada a recondução.

Confira:

  • Com informações: Jornal da Cidade online

Comentários

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

Gratidão, Presidente!

Imagens fortes! Gamer mata amiga na vida real, filma, debocha e diz que tinha pacto satânico