Coronel, ex-candidato a prefeito de Natal, alerta população do RN para desvio de verbas pela petista Fátima Bezerra

 

Usando suas redes sociais, o Coronel da Aeronáutica Hélio Oliveira (PRTB), gravou um vídeo chamando a atenção da população e órgãos públicos para a compra de vacina pela Governadora do estado do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra (PT), aventando o possível desvio de verbas públicas.

Diz o Cel.Hélio:

“Atenção população do Rio Grande do Norte, estamos correndo perigo mais uma vez do desvio do recurso público. Atenção Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas do Estado, Polícia Federal e população, teremos que fiscalizar mais uma decisão da Governadora em querer adquirir vacina para a população...”Não foi decidido pelo STF quem arcaria com os valores da compra das vacinas negociadas. Se serão os prefeitos e governadores ou o Governo Federal.

O Cel.Hélio Oliveira (PRTB) que concorreu nas últimas eleições ao cargo de Prefeito de Natal, cobrou da governadora Fátima Bezerra, a verba enviada para o RN para compra dos respiradores que não chegaram ao estado. Além disso, fez cobranças pedindo explicações dos mais de 5 milhões usados para pagar um consórcio no intuito de compras dos respiradores.

“O nosso medo é mais uma vez o dinheiro...os nossos recursos públicos serem desviados, assim como foi desviado o recurso dos respiradores. Cinco Milhões através do Consórcio Nordeste, que ninguém até hoje consegue explicar.”

O Coronel da Aeronáutica, Hélio Oliveira também cobra da Governadora a atitude de não ter feito os hospitais de campanha para atender a população e ficar em disputa por vacinação com o Governo Federal. E diz:

“Governadora, ao invés de querer ficar competindo com o Governo Federal no Plano Nacional de Vacinação, por que a senhora não criou o Hospital de Campanha? Porque hoje na verdade esse hospital estaria sendo utilizado para atender as pessoas que estão precisando realmente de respiradores, que foram desviados, e leitos de UTI.”

Ele encerra convocando a população para ficar alerta aos tratos das verbas públicas.

“Tá dado o recado!”.

Confira:

Comentários

MAIS LIDAS

Gratidão, Presidente!

Duas histórias degradantes