Francisco quer morrer em Roma: “Não volto para a Argentina”


 O jornal argentino “La Nación” divulgou, neste sábado (27), entrevista de fevereiro de 2019, em que o Papa Francisco afirma esperar morrer em Roma, capital da Itália. Na ocasião, o religioso disse temer a morte e aproveitou para descartar qualquer possibilidade de retorno à Argentina.

“Sendo papa, seja em exercício ou emérito. E em Roma. Não volto para a Argentina”, afirmou, sem explicar os motivos da decisão. Durante a conversa, o Papa falou também sobre os problemas de saúde que teve ao longo da vida: um “quadro pulmonar severo” e ansiedade.
“Controlei bastante a minha ansiedade. Quando sou confrontado com uma situação ou um problema que me deixa ansioso, lido com ele. Tenho métodos diferentes. Um deles é ouvir Bach. Isso me acalma e me ajuda a analisar os problemas de uma forma melhor. Confesso que, ao longo dos anos, tenho conseguido colocar uma barreira à entrada da ansiedade no meu espírito. Seria perigoso e prejudicial para mim tomar decisões sob um estado de ansiedade”, acredita.

A Argentina colocou em prática um dos lockdowns mais severos do mundo. O que acarretou na falência de muitas empresas, taxas de desemprego altíssimas, principalmente, entre os jovens e aumento de preços de até 93% nos alimentos.


Com informações: Jornal da Cidade online

Comentários

MAIS LIDAS

Gratidão, Presidente!

Duas histórias degradantes