SPORT HUANCAYO (PERU) X CORINTHIANS

CoronaVac tem baixa eficácia, admite autoridade chinesa

 

Pesquisadores de agência chinesa estão desenvolvendo vacinas à base de RNA | Foto: Adriana Toffeti/Estadão Conteúdo

Gao Fu, diretor do Centro Chinês para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), informou que as vacinas chinesas contra a covid-19 têm baixa eficácia. Hoje, o país possui dois imunizantes no mercado distribuídos a 22 nações: a CoronaVac (já em aplicação no Brasil) e a Sinopharm. Dessa forma, o Partido Comunista da China (PCC) avalia misturar os produtos de modo a aumentar o potencial das mercadorias. “As vacinas chinesas não têm taxas de proteção muito altas”, declarou o chefe do CDC, em uma coletiva de imprensa em Chengdu, realizada no sábado 10. “Está sendo formalmente avaliado se devemos usar diferentes vacinas de diferentes linhas técnicas para o processo de imunização”, acrescentou Gao Fu. No evento, representantes do CDC anteciparam à imprensa que o PCC está trabalhando no desenvolvimento de vacinas de RNA, conforme noticiou o jornal Washington Post. A tecnologia é utilizada no desenvolvimento do imunizante da Pfizer.

Com informações: Revista Oeste

Comentários

MAIS LIDAS

‘Continuem rezando’, pede mãe de Paulo Gustavo, que segue internado com Covid-19

Gratidão, Presidente!

Duas histórias degradantes