Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo saúde

Condições adequadas, disciplina e vigilância contribuem para a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais

  Nesta quinta-feira (28), celebra-se o   Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho . Independentemente da categoria, toda atividade laboral pressupõe   medidas preventivas   capazes de minimizar riscos ocupacionais e  garantir a eficiência   necessária sem quaisquer prejuízos ao   bem-estar físico e emocional   dos trabalhadores. Nessa perspectiva, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) reforça a importância da conscientização acerca da temática. “De forma geral, uma cultura colaborativa entre repartições, empresas e colaboradores precisa ser  constantemente fortalecida . Para não adoecer e não se acidentar trabalhando, todos precisam receber instruções didáticas, condições adequadas e, além disso, manter a disciplina,  fazendo a própria parte ”, sintetiza Carlos Smith, médico do trabalho e vinculado à  Célula de Qualidade de Vida (CEQVI) , da  Coordenadoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (Cogep) . Por meio de ações de atenção integral à saúde dos profissionais da Rede Sesa,

Prefeitura de Lençóis Paulista (SP) suspende vacinação de crianças

  Medida foi anunciada após uma criança de 10 anos sofrer uma parada cardíaca depois de receber a dose pediátrica da Pfizer A prefeitura de Lençóis Paulista (SP) anunciou nesta quarta-feira, 19, a suspensão da vacinação de crianças entre 5 e 11 anos de idade. A medida foi divulgada após uma criança de 10 anos sofrer uma parada cardíaca 12 horas depois de receber a dose pediátrica da vacina da Pfizer. Segundo a prefeitura, a vacinação em jovens dessa faixa etária está proibida por sete dias. O Comitê de Enfrentamento da Covid-19 afirmou não ter dúvidas da relevância da imunização infantil, mas considera importante monitorar as 46 crianças que foram vacinadas na região. “Esse prazo é necessário para o aprofundamento do caso e para o envio de relatórios aos órgãos de controle federais e estaduais”,  diz o comunicado publicado nas redes sociais . “A Secretaria de Saúde está solicitando autorização para acesso ao prontuário médico, uma vez que o atendimento da criança ocorreu na rede privad

Médicos anunciam greve nas unidades de saúde de SP

  Os profissionais de saúde argumentam que as equipes estão exaustas. Categoria cobra reunião com prefeitura da capital Os médicos, que atendem nas unidades básicas de saúde de São Paulo, decidiram entrar em greve na quarta-feira 19. A decisão foi tomada em assembleia na noite de quinta-feira 13. A categoria pede à Prefeitura de São Paulo e à  Secretaria Municipal de Saúde  a realização de uma reunião com o sindicato da categoria profissional, uma resposta para a reestruturação das equipes desfalcadas e um plano de reposição dos profissionais afastados. Na assembleia, os médicos decidiram dar um prazo até segunda-feira 17 para a resposta e prometem reavaliar a paralisação. A lista de reivindicações inclui contratação imediata de mais equipes para o atendimento; desobrigação do comparecimento em fins de semana e feriados e diálogo entre sindicato e prefeitura. Os profissionais de saúde argumentam que as equipes estão exaustas, há jornadas intermináveis de trabalho, cobranças de metas, f

Todos os brasileiros infectados pela Ômicron estavam vacinados

Os seis brasileiros que foram infectados pela variante Ômicron do coronavírus estavam vacinados, informou o   Ministério da Saúde   neste sábado, 4. “ Todos têm histórico de vacina , apresentaram quadro leve da doença e estão em monitoramento, assim como todos seus contactantes”, diz o comunicado. Foram registrados três casos da Ômicron em São Paulo, dois no Distrito Federal e um no Rio Grande do Sul. Nove casos ainda estão em investigação. Vacina não impediu a contaminação Na última quarta-feira, 1º de dezembro,  a prefeitura de São Paulo informou que o casal de brasileiros diagnosticados com a variante Ômicron estava vacinado . Ele s tomaram a dose única da vacina da Janssen quando estavam na África do Sul, país onde residem. Com a confirmação dos casos, os dois se tornaram os primeiros a ser identificados com a Ômicron na América Latina. O casal chegou ao Brasil a passeio em 23 de novembro. Dois dias depois, quando retornariam para a Cidade do Cabo, testaram positivo para covid-19.

Criticava Bolsonaro - Claudia Leitte faz show com aglomeração em SP

  São Paulo –  Acompanhada de seu trio elétrico,  Claudia Leitte  foi a principal atração da Festa Blow Out, que ocorreu nesse sábado (27/11), no estacionamento do Espaço das Américas, na capital de  São Paulo . Após imagens e vídeos do show viralizarem neste domingo (28/11), a cantora foi acusada de promover aglomeração enquanto uma nova cepa de  coronavírus  preocupa especialistas. No  Twitter , a hashtag  #ClaudiaLeitteGenocida apareceu entre os assuntos mais comentados. As publicações nas quais a cantora falou sobre o evento foram inundadas de comentários com críticas por causa da atitude. “ Vamos que vamos! A Saúde vemos depois! Hipocrisia no ar”, comentou o internauta Rafael Machado em post que a cantora falava estar pronta para a festa que começou às 13h e seguiu até à noite. A legenda das publicações em que Claudia Leitte compartilhou vídeos e fotos da Festa Blow Out trazia a mensagem: “evento realizado com limitação de público, exigência de comprovante de vacina e outras exigê

Governo se prepara para enfrentar nova onda e aposta em vacinação

  Especialistas alertam para um inevitável novo aumento de casos, sobretudo após as festividades de fim de ano Da mesma forma com que a Europa enfrenta uma  quarta onda da Covid-19 , o Brasil viverá, nos próximos meses, um aumento de casos da doença. Na avaliação de especialistas, esse cenário é inevitável. Sabendo disso, o Ministério da Saúde se prepara para enfrentar a situação e corre para acelerar o processo de vacinação, tanto com a imunização de reforço com pela busca concentrada daqueles que não completaram o esquema vacinal. A região Norte está no foco das preocupações.  Com uma cobertura heterogênea e pela vulnerabilidade aumentada por fazer fronteiras com outros países, o Norte é, historicamente, a região em que as ondas se manifestam primeiro. As baixas coberturas na América Latina também elevam a tendência, sobretudo diante do indicativo do governo federal de flexibilizar as barreiras terrestres, atualmente com passagens restritas a cargas, na maioria dos pontos.  Citando o

Bolsonaro diz que por ele não haveria Carnaval em 2022

  O presidente  Jair Bolsonaro  (sem partido), nesta quinta-feira (25/11), manifestou-se contra a realização do Carnaval em 2022. “Por mim, não teria Carnaval, mas tem um detalhe: quem decide não sou eu. Segundo o Supremo Tribunal Federal (STF), quem decide são os governadores e prefeitos”, disse Bolsonaro, em entrevista à Rádio Sociedade da Bahia. “Não quero aprofundar nessa que poderia ser uma nova polêmica. Em fevereiro do ano passado, ainda estava engatinhando a questão da pandemia, pouco se sabia, praticamente não tinha óbito no Brasil, eu declarei emergência e os governadores e prefeitos ignoraram, fizeram Carnaval no Brasil”, prosseguiu. fonte: Metrópoles

OPINIÃO: Diga não a volta da Covid... Diga não ao carnaval

  Em fevereiro de 2020 o Brasil cometeu um erro grave com o vírus avançando pela Europa e extremo oriente. Prefeitos e governadores insistiram na realização do carnaval que se tornou o maior vetor de contaminação da doença no país. Agora, mesmo depois das centenas de milhares de vítimas fatais, prefeitos, especialmente do Rio, São Paulo e Salvador, já se preparam para repetir o erro. E o Jornal da Cidade Online é insuspeito para falar disso, pois sempre fomos contra a 'lockdown horizontal', mas isso nem de longe significa ser a favor de concentrar milhões de brasileiros e estrangeiros durante 5 longos dias. Na Europa o vírus chinês dá fortes demonstrações que – apenas de ter recuado – não está vencido. Na Rússia, por exemplo, o número de mortos voltou ultrapassar a casa dos mil óbitos diários. Na Alemanha já se fala em uma "quarta onda de COVID-19". A Áustria cogita fazer 'um confinamento obrigatório ' para não vacinados. Na China, onde é cada vez mais forte o

Unha Encravada: remédios, o que fazer, tratamento e causas

  Enquanto algumas pessoas sofrem com as unhas encravadas de maneira crônica, outras vivem o incômodo pelo menos uma vez na vida. E apesar de ser uma inflamação localizada, ela costuma causar um grande incômodo e dor, que precisa de tratamento. Saiba mais sobre o quadro e como cuidar! O que é Unha Encravada? A onicocriptose, conhecida popularmente como unha encravada, é uma inflamação que ocorre quando a unha fere a pele. Ou seja, quando a pontinha cresce de modo irregular, machucando, rompendo e lesionando a pele. As causas variam entre cortes errados das unhas, sapatos apertados e traumas no local. Isso provoca inchaço, rubor, dor e formação de pus — que são sintomas comuns da inflamação. O dedo mais afetado costuma ser o primeiro do pé (ou dedão). Mas todas as unhas podem encravar, inclusive as unhas da mão. Apesar de ser bem localizada, a unha encravada gera um incômodo grande, e pode se agravar, de acordo com o tamanho e proporção da inflamação. Alguns cuidados ajudam a evitar o a

ANÚNCIO - CONTATO - net4eduardo@gmail.com

Nome

E-mail *

Mensagem *