sexta-feira, 22 de maio de 2020

Bolsonaro chama Doria de ‘bosta’ e Witzel de ‘estrume’

Doria Witzel
Durante a reunião ministerial do dia 22 de abril, o presidente da República, Jair Bolsonaro, chamou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de “bosta” e o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) de “estrume”, conforme vídeo divulgado nesta sexta-feira (22) pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello.
Os governadores dos dois maiores estados brasileiros foram tratados desta forma pelo presidente da República porque se elegeram dizendo a população que eram aliados do presidente, mas logo em seguida romperam com o presidente.
Neste trecho, Bolsonaro diz: “Que os caras querem é a nossa hemorroida! É a nossa liberdade! Isso é uma verdade. O que esses caras fi zeram com o vírus, esse bosta desse governador de São Paulo, esse estrume do Rio de Janeiro, entre outros, é exatamente isso. Aproveitaram o vírus, tá um bosta de um prefeito lá de Manaus agora, abrindo covas coletivas. Um bosta. Que quem não conhece a história dele, procura conhecer, que eu conheci dentro da Câmara, com ele do meu lado! Né?”, de acordo com o vídeo.
O presidente Bolsonaro também faz menção e chama o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), de “bosta” por ter aberto covas coletivas para o enterro de vítimas da Covid-19 na capital amazonense. “nós sabemos o … o que, a ideologia dele e o que ele prega. E que ele sempre foi. O que a … tá aproveitando agora, um clima desse, pra levar o terror no Brasil. Né? Então, pessoal, por favor, se preocupe que o de há mais importante, mais importante que a vida de cada um de vocês, que é a sua liberdade. Que homem preso não vale porra nenhuma.
 fonte: República de Curitiba

Jonas Dantas

Nenhum comentário: