Postagem em destaque

Grupo realiza protesto contra morte de cachorra em Osasco (SP)

Animal foi vítima de maus-tratos por um segurança do Carrefour. Empresa decidiu revisar procedimentos para animais abandonados em suas l...

domingo, 9 de dezembro de 2018

Grupo realiza protesto contra morte de cachorra em Osasco (SP)

Grupo se concentra no estacionamento do supermercado em Osasco

Animal foi vítima de maus-tratos por um segurança do Carrefour. Empresa decidiu revisar procedimentos para animais abandonados em suas lojas

Um grupo de pessoas iniciou um protesto na tarde deste sábado (8) no estacionamento do supermercado Carrefour em Osasco, na Grande São Paulo, pedindo um posicionamento claro no caso da cachorra agredida e morta por um segurança no local.
Segundo a Polícia Militar, o ato é pacífico, entretanto o supermercado está com as portas internas fechadas.
O grupo organizou a manifestação através das redes sociais. Alguns manifestantes se vestem de preto, em forma de luto, levando flores e cartazes e outros levaram seus cãezinhos para protestar. 
Após o protesto, o grupo Carrefour anunciou, por meio de nota, que vai tomar medidas em prol da causa animal, incluindo revisão de procedimentos para lidar com animais abandonados no entorno de suas lojas, treinamento de funcionários, e ampliar iniciativas de feiras de adoção de animais em espaços de supermercados da rede. 

Cachorra agredida e morta
Um funcionário terceirizado de uma rede de supermercados se envolveu numa polêmica após ser suspeito de matar uma cachorra a pauladas, na última quarta-feira (28), em Osasco, na região metropolitana de São Paulo.
Segundo testemunhas, o segurança terceirizado teria envenenado o animal, mas como ele não veio a óbito imediatamente, o funcionário pegou uma vassoura e golpeou a cachorra várias vezes. A agressão ocorreu dentro do supermercado.
Outro lado
Após a repercussão do caso, o supermercado Carrefour emitiu a seguinte nota:
"O Carrefour informa que se reuniu com diversas ONGs e entidades que atuam com a causa animal, ouvindo suas solicitações e recomendações para a construção de iniciativas em prol da causa. Dentre as ações anunciadas estão: a revisão dos procedimentos internos para lidar com animais abandonados no entorno das lojas; revisão dos treinamentos de colaboradores, parceiros e prestadores de serviço; ampliação das feiras de adoção de animais em todo o país; reaparelhamento do Centro de Controle de Zoonoses de Osasco (SP), para que possam desempenhar suas funções da melhor forma possível; criação do 'Carrefour Pet Day', a ser realizado anualmente no dia 28 de novembro, data da morte da cachorrinha, quando apoiará com recursos entidades de acolhimento e defesa animal. A companhia seguirá em contato com essas entidades para o desenvolvimento de novas iniciativas em prol da causa animal. Seguimos colaborando com as autoridades para que o caso seja elucidado o mais rápido possível. Reforçamos que estamos tristes com a morte do animal e não vamos nos eximir de nossa responsabilidade".

fonte; R7
youtube

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

COMPARTILHE