sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Você imagina o que é ser cristão no Paquistão?

Você imagina o que é ser cristão no Paquistão? 15
Matéria exclusiva da Portas Abertas para o Conexão Política.
O Paquistão é um dos maiores países islâmicos do mundo. Com 96% de muçulmanos, apenas 2% da população é cristã. Não é difícil concluir que os cristãos vivem sob a opressão islâmica. A grande maioria dos cristãos vive na província de Punjab, onde ocorre a maioria dos incidentes de perseguição. A província de Sindh, perto de Punjab, também tem se tornado notória por trabalho forçado, o que afeta muitos cristãos.
O país abriga uma infinidade de grupos radicais islâmicos e testemunha uma cultura crescentemente islamizada. Grupos radicais islâmicos continuam a administrar milhares de madrassas (escolas islâmicas, nas quais ninguém sabe o que é ensinado nem como são financiadas). Eles também continuarão a agitar os cidadãos, principalmente os jovens, em todo o país, encorajando-os a agir contra as minorias religiosas, como os cristãos.
Grupos radicais islâmicos estão florescendo, apesar da contínua repressão do exército, e são usados como aliados por diferentes grupos políticos. Seu poder de mobilizar centenas de milhares de jovens, sobretudo, e levá-los às ruas permanece como uma ferramenta política e oferece uma forte alavanca para reforçar metas políticas. A crescente presença de militantes que têm os cristãos como alvo piorou a situação dos cristãos no Paquistão. Além dos cristãos históricos, os cristãos ex-muçulmanos também enfrentam essas forças hostis, mas para eles o maior perigo vem da própria família, pois abandonar o islã é uma desonra tanto para a família quanto para a comunidade.
A violência contra cristãos continua em nível máximo (16,7 pontos) desde 2016. Embora não tenha havido grandes ataques contra cristãos no país no último ano, a Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2020 constatou vários ataques de pequena escala contra comunidades cristãs, congregações e indivíduos. Isso inclui sequestro de mulheres, abuso sexual, casamento forçado, expulsão de casa e deslocamento forçado para dentro e fora do país. O Paquistão ocupa a 5ª posição na LMP e está entre os 11 países de perseguição extrema ao cristianismo.
ASIA BIBI
Um dos casos mais conhecidos de opressão islâmica e perseguição a cristãos no país, é da cristã paquistanesa Asia Bibi.
Mãe de 5 filhos, ela suportou 9 anos no corredor da morte, com acusações de blasfêmia à fé islâmica. Foram várias condenações a morte e várias vezes seus advogados recorreram à sentença e, por fim, Asia foi liberta. Mas não sem a manifestação contrária de radicais de seu país, que foram à rua ameaçando de morte, o juiz que a libertou, sua família e a própria Asia. A Suprema Corte do Paquistão a absolveu por fim em outubro de 2018.
Hoje, ela e sua família vivem no Canadá e Asia está lançando um livro contando sua experiência na prisão, sob ameaça de morte constante, em um país em que a dupla vulnerabilidade contra mulheres e cristãs é gigante.
A autobiografia, chamada “Enfim livre” (tradução livre), foi escrita com Isabell-Anne Tollet, uma jornalista que fez campanha pela libertação de Asia Bibi.
VOCÊ PODE FAZER A DIFERENÇA
Na maioria dos países do TOP 10 da LMP, incluindo o Paquistão, não há igreja visível, então as comunidades cristãs se encontram em segredo. Eles são os cristãos secretos.
Assim, todos os cristãos estão profundamente escondidos, afinal, se um cristão é descoberto, enfrenta forte pressão da família e comunidade para abandonar a fé. Deixar o islamismo é um ato de traição, portanto professar a Cristo está fora de questão. Dependendo da família, deve-se até mesmo temer por sua vida.
Para a maioria destes cristãos secretos não existe discipulado, treinamento de líderes ou mesmo Bíblias ou literatura cristã.
Algumas dessas igrejas não tem Bíblias ou outras literaturas e, além disso, em quase todos os casos não há treinamento de líderes.
Por meio da campanha Prepare cristãos do Top 10, você pode ajudar um cristão secreto que vive sua fé em segredo em um dos 10 países que estão no topo da Lista Mundial da Perseguição 2020.
fonte: Conexão Política

Partidos de esquerda e Centrais Sindicais marcam reunião para discutir Impeachment de Bolsonaro

Ciro Haddad Manu

Os partidos de oposição ao governo Bolsonaro (PT, PDT, PSB, Rede, PCdoB e até o Solidariedade) marcaram para a próxima terça-feira uma reunião, em Brasília, uma reunião com representantes da OAB e de centrais sindicais para decidir se pedirão o impeachment de Bolsonaro, que convocou a população para um protesto contra o Congresso, é o que diz a coluna do Ancelmo Gois no Jornal O Globo.

Conforme noticiamos, o PT pretende liderar um processo de impeachment contra Bolsonaro por causa de uma mensagem no whatsapp em que ele supostamente declara apoio às manifestações populares de apoio ao seu governo marcadas para o dia 15/03.

fonte: República de Curitiba 

Primeiro animal de estimação testa positivo para o coronavírus. Cão está em quarentena

Primeiro animal de estimação testa positivo para o coronavírus. Cão está em quarentena 16
Um cão testou positivo para o coronavírus depois de pegar a doença mortal de sua dona. O cão da raça Spitz-alemão-anão, também conhecida como Lulu-da-pomerânia, está agora em quarentena por 14 dias, depois que sua dona a levou ao veterinário na área de Happy Valley, em Hong Kong. Acredita-se que seja o primeiro caso de um animal de estimação sendo contaminado com o coronavírus, conhecido como COVID-19.
A dona do cachorro, Yvonne Chow Hau Yee, também testou positivo para o vírus.
Primeiro animal de estimação testa positivo para o coronavírus. Cão está em quarentena 17
O cão contaminado e sua dona Yvonne Chow Hau Yee. Foto: NC.
Ela levou seu animal de estimação ao veterinário, onde foram coletadas amostras orais, nasais e retais, e os resultados mostraram que o cão apresentou resultado positivo para o vírus.
O Departamento de Agricultura, Pesca e Conservação de Hong Kong disse que o cão não apresentava sintomas relevantes, mas confirmou que estava sendo mantido em quarentena.
Em comunicado, a agência disse que as amostras “positivas fracas” podem ser o resultado de “contaminação ambiental”.
Agora, o cão passará por testes adicionais na esperança de confirmar se ele está de fato infectado, pois ainda não existem evidências suficientes para sustentar se o vírus pode ou não ser transmitido aos animais de estimação.
A agência disse: “O AFCD não tem evidências de que animais de estimação possam estar infectados com o vírus COVID-19 ou podem ser uma fonte de infecção para as pessoas”.
fonte: Conexão Política

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Trump exalta amizade com Bolsonaro e dispara: “Make Brazil Great Again”

Trump e Bolsonaro
O mandatário americano, Donald Trump, promoveu uma entrevista coletiva nesta última quarta-feira (26) para falar sobre as ações do governo americano para lidar com o novo coronavírus.
Questionado por jornalistas se estaria preocupado com o primeiro caso de Coronavirus no Brasil, já que o país é destino de muitos americanos, Trump exaltou sua amizade com Jair Bolsonaro edisse que trabalha muito bem com o Brasil e reforçou que até agora trata-se de apenas um caso, e não demonstrou preocupação em relação a esse fato. Também deixou claro que não há motivo para nenhuma medida mais agressiva em relação ao país, como banimento de voos vindos do Brasil.
Trump reforçou a boa relação com Jair Bolsonaro, a quem ele chamou de “um grande amigo meu” e disparou: “Make Brazil great again!”

fonte: República de Curitiba

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

AO VIVO - Corinthians x Santo André - Paulistão 2020

Resultado de imagem para Corinthians x Santo André - Rádio Craque Neto - Paulistão 2020




fonte: youtube/Rádio Craque Neto

Esqueda em pânico - Celso de Mello diz que Bolsonaro “não está à altura do altíssimo cargo que exerce”

Celso de Mello diz que Bolsonaro "não está à altura do altíssimo cargo que exerce" 16
Celso de Mello, em nota à Folha de S. Paulo, disse que, “se confirmada”, a mensagem de Jair Bolsonaro convocando suas tropas para o protesto contra o Congresso Nacional e o STF revela “a face sombria de um presidente da República que desconhece o valor da ordem constitucional, que ignora o sentido fundamental da separação de Poderes, que demonstra uma visão indigna de quem não está à altura do altíssimo cargo que exerce e cujo ato de inequívoca hostilidade aos demais Poderes da República traduz gesto de ominoso desapreço e de inaceitável degradação do princípio democrático!!!”.
E completo dizendo:
“O presidente da República, qualquer que ele seja, embora possa muito, não pode tudo, pois lhe é vedado, sob pena de incidir em crime de responsabilidade, transgredir a supremacia político-jurídica da Constituição e das leis da República.”
Até o fechamento desta matéria, o presidente Jair Bolsonaro ainda não tinha se manifestado sobre o assunto.
fonte: Conexão Política

A Finlândia está prestes a tornar o cristianismo ilegal? Parlamentar cristã enfrenta multas e prisão

A Finlândia está prestes a tornar o cristianismo ilegal? Parlamentar cristã enfrenta multas e prisão 16


Quase 70% dos finlandeses ainda são membros da Igreja Luterana Nacional. Mas isso não significa que eles são praticantes da fé, pois menos de um terço dos finlandeses atualmente dizem que acreditam em Deus. Esta nação historicamente cristã não apenas deixou a fé, mas iniciou investigações criminais contra cristãos.
Apesar da constituição finlandesa dizer à igreja nacional para “proclamar uma fé cristã baseada na Bíblia”, a Finlândia está investigando um membro do parlamento por ‘proclamar sua fé cristã baseada na Bíblia’.
Segundo a CBN News, a parlamentar Päivi Maria Räsänen, do Partido Democrata Cristão, está sob duas investigações por supostamente “difamar ou insultar” homossexuais. Ela compartilhou um versículo da Bíblia no Twitter, no ano passado, destinado à Igreja Luterana da Finlândia por promover o estilo de vida homossexual.
Päivi Räsänen disse: “No meu tweet, citei diretamente o primeiro capítulo e os versículos de 24 a 27 de Romanos e publiquei a figura das passagens da Bíblia”. A passagem condena a homossexualidade.
A promotora geral da Finlândia, Raija Toiviainen, abriu uma segunda investigação sobre um panfleto que Päivi escreveu há 15 anos sobre o casamento cristão bíblico, chamado “Homem e mulher, Ele os criou”.
Päivi ficou surpresa com a existência de uma investigação policial sobre seu caso, já que o ensino bíblico é apoiado pela própria constituição finlandesa.
“Não achava que isso poderia acontecer. É inacreditável. Foi uma verdadeira surpresa. E meu primeiro pensamento foi: ‘eles realmente estão indo longe'”, disse Leif Nummela, editor de um jornal cristão e apresentador de TV na Finlândia. 
Intimidação
O pastor luterano que publicou o panfleto que Päivi escreveu sobre o casamento cristão também está sob investigação.
Päivi disse à CBN News que tudo isso começou em oração quando ela se sentiu guiada pelo Senhor a fazer algo para despertar a Igreja Nacional na Finlândia sobre a questão da homossexualidade. Mas agora ela teme que essa investigação deixe os finlandeses com muito medo de proclamar sua fé.
“Estou preocupada que este caso, a investigação criminal, possa intimidar alguns cristãos e faça com que eles se escondam e se calem”, disse Päivi.
Se condenada, Päivi pode ser multada ou até presa. E Nummela acha que o apoio dos líderes cristãos finlandeses a ela foi fraco.
“Se pudéssemos ter 200 mil cristãos dizendo: ‘isso é horrível, pare de perseguir Päivi Räsänen’, isso teria um enorme impacto”, disse Nummela.
Päivi disse que não tem medo e acredita que Deus tem um plano para a Finlândia.
“Estou esperando para ver o que Deus fará, porque quando levantamos orações a Ele, podemos saber que Ele fará alguma coisa”, disse Päivi.
Entre em contato com a Procuradora Geral da Finlândia para fazer sua voz como cristão ser ouvida:
Autoridade Nacional de Ministério Público, Gabinete do Procurador-Geral
Lintulahdenkuja 4, FI-00530 Helsinque
Tel .: 029 562 0800- Fax: 029 562 0888
fonte: Conexão Política

AO VIVO - Urgente - Coronavírus chega no Brasil! 1º caso confirmado! - Coletiva

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

Jornal O Globo endossa blasfêmia da Mangueira contra cristãos e debocha em manchete

Mangueira, rogai por nós”: foi assim que o Jornal O Globo em sua manchete da edição desta segunda-feira, 24/02, debochou da comunidade cristã e de seu Deus, avalizando o desfile de blasfêmia operado pela escola de samba Estação Primeira de Mangueira na Avenida Marquês de Sapucaí.
A ópera bufa apresentada pela agremiação apresentou a ideia de um Jesus Cristo multicultural, feminino, multiétnico e multireligioso como se a segunda pessoa da Santíssima Trindade fosse apenas um símbolo (e mutável, portanto) e não o próprio Verbo de Deus que encarnou na História e que ressuscitou após a morte de Cruz.
Ontem, hoje e sempre Jesus Cristo é o mesmo. Tentar transformar o Filho unigênito do Pai em mera representação simbólica de certos valores é uma tentativa desrespeitosa e blasfema de relativizar a Fé no Salvador dos homens, a Fé da maioria absoluta dos brasileiros.
Paradoxalmente, o título do enredo da Mangueira foi “A Verdade vos fará livres”. Mentindo, debochando, adulterando, confundindo, relativizando e blasfemando, tudo o que a Mangueira fez foi fugir do Caminho, da Verdade e da Vida, aprisionando quem levou a sério aquele circo que fez na Avenida com o nome sagrado de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Em sua campanha ordinária contra o Presidente Bolsonaro e a perseguição diuturna e implacável que faz contra o Prefeito Marcelo Crivella, ambos ligados à comunidade cristã do país, O Globo não perdeu a oportunidade de debochar dos cristãos com a capa de sua edição de hoje.
(Texto de Thiago Rachid)
fonnte: Jornal da Cidade

“Batia em mulher e era autoritário”, diz Madeleine Lackso sobre Joaquim Barbosa

"Batia em mulher e era autoritário", diz Madeleine Lackso sobre Joaquim Barbosa 15
Imagem: Conexão Política
Após as recentes notícias de que o ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, disputaria a eleição presidencial pelo PSB (Partido Socialista Brasileiro), a jornalista Madeleine Lackso, em um de seus comentários no canal oficial da Gazeta do Povo, não poupou críticas e fez árduas revelações sobre a conduta do ex-presidente do Supremo.
Eu convivi com ele durante dois anos. Joaquim Barbosa é daquele: ‘Jesus te ama porque não convive com você’.
Em outro ponto, a jornalista ainda rememorou quando o ex-ministro, em 1985, agrediu sua ex-mulher:
A minha opinião sobre gente que bate em mulher é: pode se recuperar e conviver em sociedade depois do tratamento? Pode. Mas ser Presidente do Brasil, não pode”.
Madeleine, que já trabalhou no Supremo Tribunal Federal, quando assumiu a Coordenadoria de Rádio da Corte, em 2008, também revelou que Joaquim Barbosa “era autoritário com os demais colegas e era uma vergonha como ele agia com os funcionários“. Segundo a jornalista, a pretensão do ex-ministro de disputar o planalto “só prova que têm muita gente sem noção na nossa política.”
Para a ex-integrante do O Antagonista, uma possível candidatura de Barbosa não se sustentaria por muito tempo.
É uma candidatura que não vai aguentar meia-hora de exposição da personalidade dele”, finalizou.
fonte: Conexão Política 

Sindicatos pagarão R$ 2,47 milhões em multas por greve na Petrobras

As multas impostas aos sindicatos durante a greve dos Petroleiros somaram o valor de R$ 58,5 milhões. No entanto,após um acordo entre a Petrobras e os sindicatos, o valor pago a estatal pelos danos sofridos com a paralisação será de R$ 2,47 milhões. Quem intermediou a negociação foi o ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra, que pôs fim à greve dos petroleiros.
Para garantir que não haja calote, a Petrobras ficou autorizada a reter o valor através da mensalidades associativas. Parte do dinheiro descontado do salário do trabalhador para ser repassado às associações agora ficará com a empresa, sem nem passar pelas contas dos sindicatos.
O cálculo da multa leva em conta 13 dos 20 dias da greve dos petroleiros. A punição foi imposta pelo próprio ministro do TST a pedido da Petrobras, no último dia 4. Gandra levou em consideração o fato de a greve não ter respeitado o porcentual mínimo de trabalhadores em atividades, estabelecido em 90%. As multas diárias eram de R$ 500 mil para sindicatos de grande porte e de R$ 250 mil para os pequenos.
A Petrobras também aceitou a reivindicação dos trabalhadores para que a tabela de turnos seja estabelecida de acordo com a conveniência dos funcionários. A estatal poderá manter a tabela atual durante 25 dias. Esse prazo começa a valer da data em que serão assinados os acordos sobre as novas tabelas, sendo que a ideia é que assinatura ocorra no próximo dia 27.
Com relação aos prejuízos da estatal gerados com a paralisação, o combinado é que a Petrobras poderá descontar metade dos dias não trabalhados. Já a outra metade será compensada através de bancos de horas no prazo máximo de 180 dias.
fonte: UOL/República de Curitiba

domingo, 23 de fevereiro de 2020

AO VIVO - Domingo Espetacular - 23/02/2020

Resultado de imagem para Domingo Espetacular




fonte: TON TUTOR

Familiares de miliciano afirmam que Witzel recebeu R$ 2 milhões de Adriano

A cada passo da investigação da morte do ex-capitão do BOPE Adriano da Nóbrega, aparecem novas revelações que ligam líderes políticos ao miliciano.
No começo de fevereiro, antes da morte do miliciano, sua esposa, Júlia Mello Lotufo, afirmou que seu marido seria morto por uma facção criminosa comandada pelo governador do Rio de Janeiro (RJ), Wilson Witzel.
“Meu marido foi envolvido numa conspiração armada pelo governador do Rio, Wilson Witzel, que queria matar o Adriano como queima de arquivo”, disse Júlia Mello Lotufo.
A declaração foi noticiada pela revista Veja.
A Veja também noticiou na última sexta-feira, 21, que familiares e amigos próximos a Adriano confirmaram o envolvimento dele com o governador do Rio.
Segundo as informações, o miliciano após se envolver com o mundo do crime, ganhou muito dinheiro e definitivamente enriqueceu. Assim, Adriano teria bancado parte da campanha de Witzel, com um ‘investimento’ em torno de R$ 2 milhões.
O envolvimento do ex-capitão do BOPE era exclusivamente para que o então candidato - assim que assumisse o governo - o ajudasse em possíveis futuras investigações do Ministério Público.
Entretanto algo deu errado, e no começo de 2019, assim que Witzel assumiu o posto, o MP-RJ denunciou Adriano, e até sua morte o miliciano esteve foragido.
Quando o ex-policial tentou entrar em contato com o governador não foi atendido, sequer ouvido, a partir deste ponto, Adriano entendeu que seria alvo de uma ‘queima de arquivo’.
“Estão querendo colocar essa morte (Marielle) na minha conta. Avisem a ele que eu o ajudei. Ele está deixando o MP me transformar num monstro e não vai fazer nada?”, disse Adriano - segundo parentes próximos.
Pessoas próximas salientaram que o problema ocorreu devido a guerra declarada de Witzel contra o presidente da República Jair Bolsonaro.
Witzel, após confirmar seu interesse em futuras eleições presidenciais, mudou totalmente de lado e tenta (continua tentando) a qualquer custo incriminar Bolsonaro e sua família. Adriano foi uma oportunidade.
Witzel sabia que no passado - há quase 20 anos - Flávio e o presidente já haviam prestado homenagens ao então policial.
O oportunismo de Witzel está caindo junto com a sua máscara. Não haveria motivos para familiares culpar o governador se não soubessem de algo concreto.
fonte: Jornal da Cidade

Postagens mais visitadas