Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Poítica

Eustáquio pode ter ficado paraplégico, em prisão ‘ilegal’ decretada por Moraes, aponta laudo

  O jornalista investigativo, Oswaldo Eustáquio, que foi preso, na sexta-feira (18), após sair de casa e ir ao Ministério dos Direitos Humanos para reunir-se com a chefe da pasta, Damares Alves, pode estar paraplégico. Ele deu entrada no Hospital de Base, às pressas, na noite desta segunda-feira (21) e, segundo consta no laudo oficial médico, seu estado é grave. Nem a esposa, a cineasta e jornalista, Sandra Terena, nem o advogado de defesa puderam ver o comunicador de imediato. Nas redes sociais, o também jornalista investigativo, Allan dos Santos, divulgou o laudo médico que atesta a incapacidade de Eustáquio de movimentar as pernas. O acidente ocorreu, depois que ele, supostamente, caiu de cima da privada, tentando consertar o chuveiro do banheiro da prisão onde está encarcerado por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. “Paciente com relato de queda de altura (estava em cima da privada tentando arrumar o chuveiro) e após ficar algum período

Crivela é preso no Rio

  Também é alvo da operação o ex-senador Eduardo Lopes, que não foi encontrado em casa. O prefeito é alvo do inquérito sobre o “QG da Propina”, um suposto esquema de desvio de dinheiro público que ocorria dentro da prefeitura. Segundo o inquérito do “QG da Propina”, empresas interessadas em fechar contratos com a prefeitura do Rio de Janeiro tinham de repassar dinheiro a Rafael Alves, irmão de Marcelo Alves – então presidente da Riotur. fonte: Jornal da Cidade online

Deputado representa Bial na PGR por difamação e calúnia

  O deputado federal, Carlos Jordy (PSL-RJ), anunciou que abriu uma representação na Procuradoria Geral da República PGR) contra o apresentador, Pedro Bial, por difamação e calúnia contra o presidente Jair Bolsonaro, proferidas durante a madrugada de quinta-feira (17), no programa “Conversa com Bial”, da TV Globo. Na ocasião, o apresentador “abriu” a atração, insultando o presidente de “desgovernante”, “acéfalo” e “inominável”. “Sem máscara e sem noção, ele causou aglomeração. O ‘inominável’ contribuiu de forma decisiva para que mais gente morresse. Agora se supera, delirante, ao desprezar a única solução: a vacina. Como disse o próprio acéfalo que, hoje, ocupa o Palácio do Planalto: morrer todo mundo vai morrer mesmo. Pior quem tem uma vida pela frente”, afrontou Pedro Bial. De acordo com o parlamentar, Bial feriu a Lei de Segurança Nacional, com seus comentários considerados “agressivos” desferidos contra o presidente. “Acabo de representar na PGR e oficiar, no Ministério da Justiça,