Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Automóvel

PEÑAROL X CORINTHIANS

Chevrolet anuncia produção de nova picape no Brasil

Imagem
  Marca promete conceito completamente inovador no segmento de veículos utilitários A  General Motors  finalmente confirma que fará uma nova picape para o mercado brasileiro. O modelo, que “irá complementar a linha de picapes” da marca no Brasil, ficará posicionada abaixo da  Chevrolet S10 , produzida com a mesma plataforma que Onix, Onix Plus e Tracker. Será uma rival para a Fiat Toro e  Ford Maverick , com previsão de lançamento para 2022 e produção confirmada para São Caetano do Sul (SP). Esta nova picape já estava prevista no plano de renovação da GM no Brasil, quando iniciou a produção dos modelos GEM no país, começando com Chevrolet Onix e Onix Plus. Como utilizará esta plataforma, não há como fugir da ideia de que é uma picape monobloco menor que a S10, algo que há havia sido adiantado diversas vezes por toda a mídia no país. Será um modelo acima da antiga Montana no mesmo patamar que a Fiat Toro, que tem um lucratividade maior, e deve aposentar a picapinha. Ainda levará um temp

Chevrolet Montana para de ser fabricada no Brasil

Imagem
  Pouco tempo depois da GM ter oficializado a  produção de uma nova picape  em São Caetano do Sul (SP), o site  Primeira Marcha  antecipou com exclusividade que a  Chevrolet Montana   deixou de ser produzida na fábrica paulista . O fim da linha de montagem do modelo foi confirmado pelo Sindicato dos Metalúrgicos da cidade. "O ultimo dia de de produção da Montana foi em 04/05/21". De acordo com a publicação, a mudança abrirá espaço para o próximo modelo da marca, que será feito na mesma linha de montagem do  Tracker .  A informação vai ao encontro do divulgado pela própria GM , que afirma que "para receber o  futuro modelo da Chevrolet , a linha de montagem da fábrica de São Caetano do Sul será preparada em várias etapas, no intuito de minimizar os impactos na produtividade do complexo. A primeira fase está prevista para iniciar logo nas próximas semanas". Questionada especificamente sobre o fim da produção da Montana, a montadora afirmou à  Autoesporte  que não tem

Chevrolet Montana sai de linha na Argentina após vendas fracas

Imagem
  Atual geração da picape ficou à venda no país por 10 anos, sem grande sucesso A  General Motors  finaliza oficialmente neste mês de maio a comercialização da picape  Chevrolet Montana  na Argentina. Vendida no país desde fevereiro de 2011, a camionete sai de cena em decorrência das vendas fracas e da baixa procura verificada nos últimos anos. Com projeto antigo, sofria a concorrência direta da  Fiat Strada , que recentemente trocou de geração. Para efeito de comparação, a Montana chegou a vender em 2012 - seu melhor ano no país - cerca de 3.229 unidades. Em 2020, porém, foram apenas 184 exemplares e em 2021, no acumulado até o mês de abril, a conta soma apenas 95 unidades. Nos 10 anos de oferta local, a picape soma 9.930 unidades vendidas. A Montana destinada aos argentinos era produzida no Brasil e equipada sempre com o conhecido motor 1.8 8v da Spin - motorização nunca oferecida no mercado brasileiro nesta geração da picape. Por aqui, onde continua sendo ofertada e produzida normal

Jeep Renegade é bruto, leva 700 Kg, veja como

Imagem
  fonte: canadauence.com

Acabou para o VW Up! Oficial, modelo sai de linha no Brasil 3 meses após ganhar modelo 2021

Imagem
  Subcompacto chegou em 2014 e pode voltar em versão elétrica - e importado Há algum tempo que se fala sobre o fim do VW Up! em nosso mercado. O subcompacto, apesar de ter caído nas graças do público com a motorização 1.0 TSI, nunca teve o sucesso esperado pela marca desde seu lançamento em 2014. E agora, oficialmente, sai de linha meses depois da  apresentação da linha 2021  em apenas uma versão e homologado para 4 lugares.  Concessionários já indicavam a falta do VW Up! em seus estoques, e agora já nem é mais exibido no site da montadora. Diversos aspectos podem explicar a decisão da marca, desde mercadológicos até a abertura de espaço na fábrica da Taubaté (SP) para a produção do Polo Track, novo modelo de entrada que será lançado em 2022, provavelmente ainda no 1º semestre a julgar que  seus fornecedores já trabalham em componentes .  Apesar de moderno para os padrões do seu segmento, o VW Up! cobrava por isso. Sempre usava o eficiente motor 1.0 de 3 cilindros, aspirado e turbo, e

Tudo fechado e carro novo ficará mais caro em SP com 2º aumento do ICMS em abril

Imagem
  Alvo de diversas reclamações e protestos, tanto das concessionárias como da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), o governo do estado de São Paulo prepara mais um reajuste para o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS). A partir do dia 1º de abril, a alíquota para carros novos subirá novamente, dos 13,3% cobrados hoje para 14,5% - a tarifa era de 12% antes do primeiro aumento. Embora possa parecer um aumento pequeno ao passar de 13,3% para 14,5%, o reajuste anterior do ICMS gerou uma diferença enorme nos preços finais, fazendo com que alguns carros 0km vendidos em São Paulo possam custar até R$ 2,9 mil mais do que em outros estados. Por exemplo, o  Jeep Renegade  STD é vendido por R$ 84.590 em todo o Brasil, mas pula para R$ 86.039 no estado paulista, uma diferença de R$ 1.449. A versão topo de linha Trailhawk sobe dos R$ 171.190 normais para R$ 174.161, R$ 2.971 a mais. Considerando que o novo reajuste do ICMS é bem pró

General Motors produz 17 milhões de veículos em 96 anos no Brasil

Imagem
  Em 96 anos da General Motors no Brasil, foram produzidos 17 milhões de veículos nas suas três fábricas no país. Instalada em 1925, renovou-se avançando no desenvolvimento de novas tecnologias automotivas e nos processos de produção. A fábrica de Gravataí, no Rio Grande do Sul, é a mais eficiente do mundo. Líder do mercado brasileiro desde 2017, a GM produz os Chevrolet Onix, o carro mais vendido no país há cinco anos, e o Onix Plus, o sedã preferido pelo brasileiro. Linha de montagem da GM nos anos 1950 De 1925, quando se instalou no Brasil até os dias atuais, a GM acompanhou a evolução global dos veículos, da cadeia de produção e das tecnologias. Para manter a constante atualização, investirá R$ 10 bilhões entre 2020 e 2024 no desenvolvimento e produção de novos veículos nas fábricas de São Caetano do Sul e São José dos Campos, em São Paulo. O presidente da GM América do Sul, Carlos Zarlenga, destaca o compromisso da empresa com o Brasil e a retribuição dos brasileiros. — Temos o On

GM anuncia suspenção de contrato de trabalho de 600 funcionários em SJC

Imagem
  Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, a General Motors vai suspender contratos de 600  trabalhadores,  layoff (suspensão temporária de contrato).  Segundo a entidade, o motivo alegado pela empresa é a falta de peças na produção. A suspensão teria duração de 8 de março a 2 de maio.  Na reunião, a empresa teria reiterado que o mercado automobilístico segue aquecido, com vendas em alta em 2021. Uma nova reunião entre o Sindicato e a GM irá ocorrer nesta quarta-feira (3), às 9h. Com informações: Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, SP LEIA MAIS:  General Motors produz 17 milhões de veículos em 96 anos no Brasil General Motors produz 17 milhões de veículos em 96 anos no Brasil Sem oposição, Sindicato dos Metalúrgicos de SJC reina sozinho nas eleições da categoria em 2021

Ao contrário da Ford, GM retorna investimentos. “Acredito que ainda vale a pena investir no Brasil”, diz presidente

Imagem
A GM retomou, no início do mês, o plano de aplicar R$ 10 bilhões ao longo de cinco anos anunciado em 2019 Na semana em que um dos assuntos mais comentados foi o fim da produção de carros da Ford no Brasil e o risco de outras empresas tomarem o mesmo rumo, o presidente da General Motors ( GMCO34 ) América do Sul, Carlos Zarlenga, que há dois anos também ameaçou fechar operações, afirma que o tamanho do mercado brasileiro ainda é atrativo para investimentos no setor. “Acredito que ainda vale a pena investir no Brasil”, diz. A GM retomou, no início do mês, o plano de aplicar R$ 10 bilhões ao longo de cinco anos anunciado em 2019 e que estava suspenso desde março, no início da pandemia da covid-19. Crítico do sistema tributário, que encarece o produto nacional e as exportações, o executivo ressalta que reformas precisam continuar, especialmente a tributária. Com cinco fábricas e líder de vendas no país, o grupo mudou sua estratégia de precificação em plena crise e vendas em queda acentuada

Conheça o novo Nissan Kicks 2022 chega em março pra encarar VW T-Cross e Chevrolet Tracker

Imagem
  Modelo terá o mesmo visual da versão mexicana, mas novidades mecânicas virão só no ano que vem A  Nissan  confirmou a chegada do novo  Kicks  ao Brasil já no mês que vem. O anúncio foi feito em um curto comunicado à imprensa, acompanhado de uma imagem da dianteira do SUV, onde estão as principais mudanças. Mas  fotos que circulam nas redes sociais  comprovam que o modelo vendido por aqui terá o mesmo estilo do Kicks mexicano, destinado à América do Norte. A   primeira renovação do Kicks   inclui faróis mais afilados e horizontais, com opção de leds. A lateral terá somente novas rodas, enquanto a traseira recebe para-choques redesenhados e lanternas modificadas com a adição de um elemento central (não funcional) de ligação. O painel terá melhorias pontuais, com um multimídia atualizado, novos conectores USB e grafismos inéditos no painel parcialmente digital. Em outros mercados o Kicks recebeu novos equipamentos de segurança e conforto, como o controlador de velocidade adaptativo, mas

Vamos ver se você sabe - Quantos metros de fio um carro tem?

Imagem
  Depende do modelo, mas  SUVs médios já superam os dois quilômetros de fiação . São cabos de diferentes calibres e especificações que  podem pesar quase 50 kg  no total. Tudo isso é necessário para alimentar as dezenas de módulos eletrônicos instalados no carro, que, por sua vez, pode ter quase cem sensores. Essa estrutura gera um tráfego de dados equivalente a mais de três horas de filmes em alta resolução. O  Ford GT , por exemplo, gera mais de 100 gb de informações a cada hora de uso.  Até a luz de seta ficou mais complicada : agora é controlada pela central eletrônica do carro, que pode acioná-la em situações de emergência, como em uma frenagem intensa, independentemente do motorista. Toda fiação usada nos automóveis inclui  uma série de proteções  contra curtos-circuitos, incêndios, alta temperatura e mesmo ruído:  um pequeno fio solto pode ser responsável por um barulho incômodo  em uma rua esburacada.  Até a interferência é levada em conta , já que a corrente de energia pode at